Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Qual a altura certa para pedir um aumento?

Qual a altura certa para pedir um aumento?

Categoria: Empresariais
Comentários: 1
Qual a altura certa para pedir um aumento?

Todo trabalhador almeja valorização profissional, promoção e recompensa. Contudo nem todos são dignos desse merecimento. Assim como há inúmeros excelentes profissionais, há os que realizam suas funções de forma não satisfatória e ainda alegam excesso de tarefas. Para receber mais valorização, especialmente financeira, é preciso estar bem atento ao entorno, ao tipo de empresa em que se está, as reais funções que se deveria realizar e as que se realiza de fato e ao ambiente profissional, assim como ao mercado de trabalho para aí sim, a partir de uma reflexão externa e de uma autorreflexão, poder tomar alguma atitude para solicitar uma valorização profissional como um aumento de salário, por exemplo.

Muitos gestores reclamam de profissionais que solicitam aumento salarial sem ao menos argumentar ou o que é pior pedem esse aumento com a argumentação de que são bons funcionários, assíduos e responsáveis. Todavia essas são as características mínimas de um bom profissional. Isso é o que se espera quando se contrata alguém. Portanto, alegar, diante do chefe ou do superior, ser um bom funcionário não é justificativa plausível para conseguir um aumento no final do mês. Profissionais que alegam problemas pessoais como justificativa para o pedido de aumento também não são, geralmente, bem recebidos pelos gestores. Dependendo da empresa não se pode e nem se deve misturar profissional com pessoal.

O diferencial nesse aspecto é ser líder, empreendedor, fazer e ser para a empresa um diferencial. As instituições estão em busca de trabalhadores que possam assumir suas funções e ir além, fazer a diferença para a empresa. Profissionais que não se acomodam nas suas funções, que sabem ser disponíveis, pessoas inteligentes emocionalmente que consigam perceber aonde podem atuar e ajudar além das suas funções. Trabalhadores com estas qualidades dificilmente não receberão um aumento ou uma promoção ao solicitá-las.

Para saber o momento certo de solicitar um aumento salarial então é preciso se estar ciente das próprias capacidades, funções e rendimentos na empresa. Realizar bem as funções pelas quais foi contrato não é uma justificativa para solicitar aumento, é uma obrigação do trabalhador. Contudo ao realizar suas atividades convencionais e ainda outras mais, de forma eficaz e satisfatória, é possível pensar em solicitar um aumento. Afinal haverá argumentos concretos para essa requisição. É importante mostrar ao chefe que o funcionário está fazendo a diferença, vestindo a camiseta da empresa em prol do sucesso e do bem-estar do empreendimento.

Entretanto é preciso tomar alguns cuidados ao solicitar ao chefe essa tal valorização. Evitar a conversa na frente de outros colegas é prudente. Também é importante nesse momento saber se a empresa não passa por um momento de crise financeira. O que geraria um mal-estar já que diante de tamanho problema a gestão não estaria nem cogitando aumento salarial a ninguém, quanto mais a um funcionário que viesse pedi-lo. Em caso de demissões, então, não é apropriado chegar com um pedido de valorização salarial. Nesse caso é melhor auxiliar a empresa na superação da crise e aguardar o momento mais apropriado para fazer essa solicitação.

Em caso de se constituir o momento da solicitação de aumento, é bom também verificar antes se o gestor não está em algum momento de crise emocional. Ver o estado do chefe no dia do pedido também é adequado para evitar respostas negativas. E, quando tudo está propício para o recebimento dessa valorização e o gestor não reconhece esse momento, recusando o pedido, é preciso manter a calma, continuar realizando suas funções normalmente e aguardar um próximo momento, sem insistir, em que naturalmente essa valorização virá.


Rosana Fernandes

Título: Qual a altura certa para pedir um aumento?

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 0

763 

Imagem por: poolie

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    09-07-2014 às 20:32:20

    Se a pessoa se mostracompetente, dedicada e com todo o gás no trabalho, pedir aumento é louvável. A hora certa é quando o chefe tá de bom humor..srsrrs. Agora, se o chefe não reconhece, daí é melhor partir para outra, pois ele jamais vai te dar um aumento, nem que se dê ao máximo às tarefas.

    ¬ Responder

Comentários - Qual a altura certa para pedir um aumento?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: poolie

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios