Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Empresariais > Como dizer ao patrão que está gravida?

Como dizer ao patrão que está gravida?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Empresariais
Comentários: 2
Como dizer ao patrão que está gravida?

Se a gravidez é um momento de felicidade lá em casa, esta boa nova pode causar uma certa ansiedade quando pensa no seu trabalho.

Independentemente de trabalhar numa multinacional ou numa pequena empresa, a hora de dizer ao seu patrão ou ao seu superior hierárquico que está gravida pode não ser um momento fácil.

Deverá preparar-se para o momento desta comunicação, esperando de certa forma que o seu patrão não reaja com grande euforia. Não criar espectativas que ele pule de alegria é sempre uma preparação mais sensata e menos dolorosa se ele de fato não ficar contente com a notícia.

Se tem um cargo importante na empresa, reflita em qual é o colega que a poderá substituir durante o período em que estará em casa com o seu bebé. Quando comunicar a sua boa nova ao seu patrão, fale no colega que pensou que a pode substituir. Fale nas capacidades do colega e sugira que dê formação de forma a prepará-lo.

Na eventualidade de estar inserida num grande projeto, opte por aguardar que este termine para fazer a comunicação da sua gravidez. Assim poderá mostrar ao seu patrão que apesar de gravida, continua a ser uma excelente profissional.

No entanto, tenha em atenção que não poderá disfarçar durante muito tempo e que se ele não souber por si, vai saber por outra pessoa, o que poderá causar algum incómodo.
Ainda mais difícil será disfarçar se tiver enjoos matinais.

Escolha um dia em que a boa disposição seja mote no seu local de trabalho. Falar com o seu chefe num dia de má disposição pode ser difícil e quase traumático. Escolha um bom dia para lhe comunicar a sua gravides.

Apesar de todos os receios e independentemente da forma como o seu patrão reaja, não se esqueça que a lei protege a gravidez. Existem leis que permitem que se possa deslocar ao médico, fazer exames e estar em casa com o seu bebé durante os primeiros meses. Contrarie a ideia pré-definida que quando uma mulher engravida a sua prestação profissional baixa e deixa de ter um rendimento satisfatório.

Mesmo que difícil, terá sempre de dar a notícia ao seu patrão, pelo que fazê-lo de forma pensada é a forma mais sensata de comunicar o seu fantástico estado de gravida.


Carla Horta

Título: Como dizer ao patrão que está gravida?

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

641 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    05-07-2014 às 06:13:10

    É um assunto bem delicado, mas tem que ser dito com toda a coragem! É melhor deixar para falar quando o chefe estiver de bom humor e usar palavras adequadas e de forma carinhosa.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    18-09-2012 às 12:32:30

    É um ato de discriminação de género quando o patrão prefere contratar um homem ao invés de uma mulher, pois esta poderá ficar grávida. Logo, uma vez emprega, a mulher não deverá esconder a gravidez, uma vez que o trabalho é apenas uma das facetas da sua vida. Como refere, a lei está do lado da mulher, logo esta não se deverá deixar intimidar pelo/a superior/a que exerce poder sobre o seu futuro na empresa.

    ¬ Responder

Comentários - Como dizer ao patrão que está gravida?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios