Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O Que É Uma Sintaxe Verbal E Nominal

O Que É Uma Sintaxe Verbal E Nominal

Categoria: Outros
O Que É Uma Sintaxe Verbal E Nominal

A regência verbal é a relação sintática de dependência que se estabelece entre o verbo — termo regente — e o seu complemento — termo regido.

A regência determina se uma preposição é necessária para ligar o verbo a seu complemento.

Os termos, quando exigem a presença de outro chamam-se regentes ou subordinantes; os que completam a significação dos anteriores chamam-se regidos ou subordinados.

Quando o termo regente é um nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), ocorre a regência nominal. Quando o termo regente é um verbo, ocorre a regência verbal.

Na regência verbal, o termo regido pode ser ou não preposicionado. Na regência nominal, ele é obrigatoriamente preposicionado.
Um dicionário de regência verbal do autor Celso Pedro contém exatamente 578 paginas.

Chegar/ir
Deve ser introduzido pela preposição a e não pela preposição em.
- Vou ao dentista.
- Cheguei a Belo Horizonte.

Morar/residir
Normalmente vêm introduzidos pela preposição em.
- Ele mora em Manaus.
- Maria reside em Santa Catarina.

Namorar
Não se usa com preposição.
- Gabriel namora Giulia.
- Gerciany namora Alberto.

Obedecer/desobedecer
Exigem a preposição a.
- As crianças obedeceram aos pais.
- O aluno desobedeceu ao professor.

Simpatizar/antipatizar
Exigem a preposição com.
- Simpatizo com Lúcio.
- Antipatizo com meu professor de História.

Aspirar
Quando tem o sentido de sorver, tragar, inspirar, é transitivo direto e exige complemento sem o uso de preposição.
- Ele aspirou toda a poeira.
- Todos nós aspiramos essa poeira.

Quando tem o sentido de pretender, desejar, almejar, é transitivo indireto e necessita do uso da preposição a.
- O jogador aspirava a uma falta.
- O candidato a deputado aspirava a ser eleito.
- Eu aspirava àquele carro.

Obs.: Quando o verbo aspirar for transitivo indireto, não se admite a substituição da preposição (A) por lhe ou lhes. Dever-se-á usar em seu lugar (a ele, a eles, a ela ou a elas).

Obs.: Quando o verbo aspirar vier acompanhado por (àquele ou àquela), o à craseado terá função de preposição, transformando assim o verbo em transitivo direto.

Namorar
O verbo namorar é transitivo direto e não necessita do uso de preposição.
- Como eu namorarei Fernanda Moraes.
- Antonio namora Marcella. (em vez de: Antonio namora com Marcella.)

Obedecer
Obedecer é um verbo transitivo indireto e necessita do uso da preposição a.

Obs.: Mesmo sendo verbo transitivo indireto, ele pode ser usado na voz passiva.
- A fila não foi obedecida.

Ver
O verbo ver é transitivo direto, por isso não necessita de preposição.
- Ele veria muitos filmes em cartazes.

Chamar
Esse verbo pode ser transitivo direto quando significa convocar, fazer vir, e não necessita de preposição.
- Ela chamou minha atenção.

E pode ser transitivo indireto quando tem o significado de invocar e deve ser usado com a preposição por.
- Ele chamava por seus poderes.

Com o sentido de apelidar ele pode ou não necessitar de preposição, podendo ser tanto transitivo direto como indireto.
Assistir

O verbo em questão pode ser transitivo direto ou transitivo indireto.

Quando tem sentido de ver, é verbo transitivo indireto
- Eu assisti ao jogo.
- Eles assistiram ao filme.

Quando tem sentido de morar, residir, também é verbo transitivo indireto.
- Eu assisto em São Paulo
- Eu assisto na Bahia.

Quando tem sentido de ajudar, é verbo transitivo direto.
- O médico assistiu o doente.

Suceder
O verbo pode ser transitivo indireto no sentido de substituir; vir depois.
- Os atuais supermercados sucederam aos antigos armazéns.

Pode ser intransitivo no sentido de ocorrer.
- Uma catástrofe sucedeu no México.

Ensinar
É verbo intransitivo no sentido de educar.
- O professor ensina bem.

É verbo transitivo direto no sentido de castigar, adestrar, educar.
- A experiência ensina os professores.

É verbo transitivo direto e indireto, admitindo objeto direto de coisa e indireto de pessoa.
- Os professores ensinam os alunos a decorar.

Regência nominal é o campo da gramática que estuda a relação sintática que se dá entre os nomes e os respectivos termos regidos por esse nome.

Em português, alguns nomes (substantivos, adjetivos e advérbios) exigem um complemento precedido por preposição.1 Tal complemento exerce a função de integrar o sentido da palavra completada, enriquecendo assim a semântica da oração em questão.

O conjunto de complemento regido pela preposição é denominado “complemento nominal”, no qual a preposição é definida pela “regência nominal.

Tipos de regência nominal
O complemento nominal pode estar representado por:2

substantivo
pronome
numeral
palavra substantivada
expressão substantivada
oração completiva nominal

Estrutura da oração
Modelo de frase:

[sujeito] [verbo] [objeto] [preposição]+[complemento nominal].

Exemplos
Tipos de complemento:

- O pior é a demora do vapor. (complemento nominal de substantivo)

Nemésio, Mau Tempo no Canal, (s.d.), p. 361 (citado por Cunha & Cintra, Nova Gramática, 2010, p. 153).

Tinha nojo de si mesma. (complemento nominal de pronome)

Assis, Obra Completa, vol. I, 1959, p. 487 (citado por Cunha & Cintra, Nova Gramática, 2010, p. 153).

“Esse problema só pode ser resolvido em nível de diretoria.” (complemento nominal de substantivo)

Nogueira, G1: Dicas de Português, 03/10/12.

Erro de regência:

“A decisão do julgamento provocou um clima adverso com a Justiça.” ( errado)

“A decisão do julgamento provocou um clima adverso à Justiça.” ( certo)

Paiva, Português Jurídico, 2013, (s.p.).

Regência nominal como fenômeno linguístico

No geral, tanto a regência de nomes quanto a regência de verbos (regência verbal) são desprezadas no padrão de normas da linguagem escrita.

Na linguagem culta passam despercebidas em meio a outros assuntos podendo ser até mesmo desconsiderada por alguns gramáticos.


Celso Junior Juniorcis

Título: O Que É Uma Sintaxe Verbal E Nominal

Autor: Celso Junior Juniorcis (todos os textos)

Visitas: 0

356 

Comentários - O Que É Uma Sintaxe Verbal E Nominal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

MELHORES CREMES PARA PELE DERMATOLOGICAMENTE TESTADOS E APROVADOS

Ler próximo texto...

Tema: Beleza
MELHORES CREMES PARA PELE DERMATOLOGICAMENTE TESTADOS E APROVADOS\"Rua
Anualmente,ouvimos falar de muitos cremes e produtos para a pele milagrosos,descrevendo até mesmo uma renovação da pele anormal, para os padrões e formulas químicas inclusas no produto.
A Verdade é que são poucos os produtos que realmente fazem alguma diferença.

Mas aqui informamos uma lista de 5 cremes para a pele dermatologicamente testados e que realmente fazem a diferença sem propagandas enganosas comprovado por médicos usuários sendo reconhecidos pela qualidade no mercado atual dos cosméticos.

ATENÇÃO PARA A LISTA TOP5 PRODUTOS PARA UMA PELE MAIS SAUDÁVEL:

VITANOL A-ácido retinóico limpeza facial profunda clareamento de pele peeling recomendado pelos dermatologistas sendo o mais frequente em recomendações médicas.

Active Dermato Creme Esfoliante Facial, 60g realmente
rende uma boa limpesa facial -O Boticário

Ácido kójico, despigmentante derivado do arroz, promove sim um resultado mais leve.

Idebenona, nova favoritaa dos espertinhos, tem efeito clareador tão potente quanto o da hidroquinona. Melhor: é mais segura, sem tantas reações adversas.

Clarinskin II é extraído do gérmen do trigo e também controla a síntese de melanina. Destaque: é liberado para o uso em gestantes, vantagem Boaa no mundo dos cremes clareadores.

DICA RÁPDA:HIDRATANTE MELHORA SIMMMM AS RUGAS!!
O uso de filtro solar, associado ou não ao hidratante, protege a pele dos raios ultravioleta. É preventivo contra envelhecimento e até tumores de pele.
DICA RÁPDA: Todo creme deve ser passado debaixo para cima
DICA RÁPDA: Os produtos para limpar, tonificar e hidratar a pele tem de ser da mesma linha
DICA RÁPDA:Os cremes usados à noite não deixam a pele respirar.

.O que causa o aparecimento da celulite? Fatores hereditários interferem?

A celulite é causada por vários fatores concomitantes. A questão hereditária da predisposição também é relevante e quando existem famílias que as mães, as mulheres família tem muita celulite, as filhas terão logicamente maio tendência. A questão genética ou hereditária também está relacionada ao tipo de corpo, os corpos "mais arredondados, mais curvilinhos, mais femininos", são aqueles que tem mais chance de ter celulite, enquanto que aqueles mais retos com características um pouco mais masculinas são aqueles que tem menos chance de ter celulite. Além dos fatores hereditários existe e tendência relacionada ao hormônio feminino que predispõe uma retenção de líquido, as trocas do tecido vão piorando gradativamente, vai havendo uma má irrigação e uma alteração dos vasos desse tecido e também há uma questão relacionada a célula gordurosa que é uma célula hipertrofiada e com maior dificuldade de metabolização da gordura. Tudo isso associado faz com que a celulite possa aparecer.


Pesquisar mais textos:

Bell Bellucci

Título:MELHORES CREMES PARA PELE DERMATOLOGICAMENTE TESTADOS E APROVADOS

Autor:Bell Bellucci(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios