Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Economia e Sustentabilidade: Troque suas Lâmpadas por Tecnologia Led

Economia e Sustentabilidade: Troque suas Lâmpadas por Tecnologia Led

Categoria: Outros
Visitas: 2
Economia e Sustentabilidade: Troque suas Lâmpadas por Tecnologia Led

Atualmente as tarifas de energia elétrica no Brasil estão ficando cada vez mais caras, e isso nos obriga a buscar soluções mais interessantes e criativas para reduzirmos o consumo de enrgia. Sem contar com o impacto ambiental que também influência diretamente na redução do consumo. Uma ótima alternativa para esse problema está na tecnologia de iluminação LED.

As lâmpadas LED eram muito caras e dificilmente encontradas no mercado, com isso sua aplicação se tornava inviável. Mas nos últimos dois anos, esse cenário começou a mudar. As empresas investiram mais em nosso mercado e hoje já encontramos lâmpadas com um custo mais viável para o consumidor brasileiro. Somente a título de curiosidade uma lâmpada LED de 7W / 10W pode custar de R$23,00 a R$40,00 e têm sua vida útil calculada em aproximadamente 15 anos.

Se fizermos uma conta simples, enquanto uma lâmpada LED estiver funcionando por 15 anos, provavelmente você trocará nesse mesmo período de 4 a 6 vezes uma lâmpada fluorescente (PL) ou de 8 a 12 vezes uma lâmpada incandescente, sem contar que as lâmpadas incandescentes estão sendo banidas do mercado. Em valores médios no período de 15 anos a lâmpada LED custará R$25,00, a fluorescente custará R$75,00 e o custo da incandescente será de aproximadamente R$82,00, isso significa que somente pelo ciclo de vida do produto já vale a pena investir na substituição da tecnologia.

Outra variável importantíssima é a redução de consumo que essa tecnologia proporciona, com base nas informações fornecidas pelos fabricantes, as lâmpadas LED consomem em média 90% menos que as outras tecnologias do mercado. Se levarmos em consideração que a iluminação representa cerca de 20% do custo conta de energia, as lâmpadas Led proporcionarão uma redução de aproximadamente 18% no valor nominal da conta de luz.
Em uma situação hipotética uma conta de luz de R$100,00/mês passaria a custar R$82,00.

Partindo do principio que uma casa tem em média 10 pontos de iluminação, a substituição de 10 lâmpadas LED custaria algo em torno de R$250,00 e com essa mudança geraria uma economia de R$18,00/mês.

Com isso poderíamos afirmar que o investimento na substituição das tecnologias geraria um retorno em aproximadamente 14 meses.

Investimento na troca: R$250,00 / Redução de consumo: R$18,00
Total de 13,88 meses

Trocando em miúdos, o investimento se paga de 12 a 16 meses.

Sem contar os benefícios do aumento de ciclo de via do produto e também de redução do impacto ambiental, pois, gerará um menor descarte de lâmpadas na natureza, pois essas lâmpadas serão trocadas somente a cada 15 anos.

Pense nisso!


Fabio Vidal

Título: Economia e Sustentabilidade: Troque suas Lâmpadas por Tecnologia Led

Autor: Fabio Vidal (todos os textos)

Visitas: 2

210 

Comentários - Economia e Sustentabilidade: Troque suas Lâmpadas por Tecnologia Led

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios