Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Idade da loba - Mulher de 40: Aprenda a lidar consigo para viver feliz

Idade da loba - Mulher de 40: Aprenda a lidar consigo para viver feliz

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 6
Comentários: 1
Idade da loba - Mulher de 40: Aprenda a lidar consigo para viver feliz

Muito se fala que a idade da loba começa quando a mulher completa 40 anos, mas será que todas se sentem mesmo uma loba ou estão em um estado de medo e desordem emocional que as torna submissas e frustradas? Nessa fase da vida, a mulher tende a olhar para trás e aí é que está a questão. Olhar para trás e ver que tudo que vivenciou valeu à pena, pois agora tem muito mais para oferecer como mãe, profissional, amiga, esposa, companheira, namorada e no sexo, é um pensamento saudável e motivador.

Muitas mulheres por desconhecerem seu potencial, ainda duvidam de si, da sua capacidade e se prendem mais as derrotas, que são os fracassos temporários que compõem a estrada de aprendizado e amadurecimento, o que não significa se considerar uma pessoa fracassada. Uma coisa é passar por períodos de tristeza, angústias e perdas, idas e vindas que faz parte da vida de todas as pessoas adultas e, aprender a superar tornando-se uma pessoa mais forte, pois sabe que quem sofre supera, mesmo que fiquem algumas cicatrizes.

Afinal, perdoar, livrar-se dos ressentimentos que tanto faz mal não é esquecer, pois seria um problema ligado a causas neurológicas e não mais sentir dor ou outra emoção que possa provocar e sim, entender que os humanos erram e podem mudar de maneira consciente sem cobrança, encarando que foi um deslize assim como se quer que os outros façam para si. Outra é se olhar com excesso de auto piedade e se enroscar no cobertor sem ânimo de sair para o enfrentamento, isso é um estado patológico e que requer ajuda terapêutica.

O conceito de que dos 40 anos em diante a mulher é uma loba, é pelo fato da mulher ser mais independente e segura para suas conquistas, no que diz respeito a relacionamentos. O que acontece é que nessa fase, a mulher está mais preparada e tem maior intimidade consigo mesma, o que potencializa a qualidade do sexo e ao mesmo tempo, torna-se aparentemente mais exigente porque sabe que tem muito mais a oferecer, de modo que a mulher loba está dentro de toda mulher que se realiza e quer ser realizada em todos os segmentos da vida.

É o momento em que se torna uma grande empreendedora, é à hora de dizer que, independente do que passou é hora de ser feliz, pois está pronta para ser bem-sucedida independente do grau de instrução e meio social em que vive bastar estar disposta a empregar toda sua vivência de alegrias e tristezas positivamente.


Sílvia Baptista

Título: Idade da loba - Mulher de 40: Aprenda a lidar consigo para viver feliz

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 6

803 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • susana

    24-01-2017 às 10:05:47

    Aqui está a idade da loba

    ¬ Responder

Comentários - Idade da loba - Mulher de 40: Aprenda a lidar consigo para viver feliz

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios