Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Por que sentimos medo?

Por que sentimos medo?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 6
Por que sentimos medo?

O medo. Essa força que nos paralisa. Que nos deixa uma angústia no peito e um aperto no coração. O medo. Aqulele sentimento por vezes absurdo que não nos deixa andar para a frente. Mas afinal o que é exatamente o medo? O medo é um sentimento agregado ao desconhecido. Tudo aquilo que não entendemos ou desconhecemos pode desencadiar em nós um sentimento de querer fugir ou de ficar parado sem conseguir reagir.

Mas, por que sentimos medo? O medo é uma reação normal em todos os seres vivos. É uma maneira de nos defendermos de tudo o que não conseguimos entender. Por exemplo, quando somos crianças temos medo que coisas tais como: monstros, bichos, bruxas, etc. Quando crescemos os nossos medos podem ganhar outras formas tais como: ladrões, criminosos, aminais ferozes, pessoas com segundas intenções. E também acontece ter medos quase irracionais como por exemplo: medo de andar de avião, medo de falar em público, medo de não ser correspondido, medo de amar, o medo da mudança, o medo de tomar decisões erradas, o medo de morrer. Até os animais sentem medo. Quando sentem que os predadores os querem comer, eles fogem. Na lei da sobrevivência é normal sentir medo quando algo ou alguém é mais forte do que nós.

Como podemos combater o medo? Não é uma luta fácil mas também não é impossível de se concretizar. A primeira coisa a fazer é avaliar o medo que sentimos. Assim, podemos perguntar-nos: Será que o que sinto é real? Quem, além de mim também tem este medo? Como conseguiram essas pessoas combater este medo? Ao fazer essa avaliação racional vai ver que o medo que sente tem tendência a diminuir, ou até mesmo a desaparecer. Outra forma de ver o medo desvanescer é procurar ajuda de livros sobre o assunto. Em ultima instância deve consultar o seu médico, porque o medo que sente pode estar associado a perturbações nervosas ou a qualquer outro problema de saúde. Quando experimentamos o medo, e este se traduz numa coisa pior chamada pânico, tendemos a ter consequencias tanto emocionais como físicas.

Algumas dessas consequências são: dificuldade em adormecer, palpitações, doenças nervosas e até mesmo corremos o risco de vir a sofrer um ataque cardíaco.
Assim, a próxima vez que sentir medo, pense duas vezes pois este sentimento assustador pode prejudicar gravemente a sua saúde, pode estar a privá-lo de enfrentar a vida com coragem, e pode, da mesma forma, impedi-lo de ser feliz.

Jovita Capitão

Título: Por que sentimos medo?

Autor: Jovita Capitão (todos os textos)

Visitas: 6

654 

Comentários - Por que sentimos medo?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios