Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Os espirros

Os espirros

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Comentários: 2
Os espirros

Quando nós inspiramos, o ar inalado pode conter partículas de pó, químicos e outros agentes irritantes, possívelmente nocivos para o corpo, especialmente para o aparelho trespiratório e pulmões.

Embora os minusculos pelos que há dentro das narinas, prendam muitas partículas, algumas passam para dentro, causando alergias.

A fim de ajudar, o corpo reage tentando expelir à força as partículas ofensivas através do arco reflexo do espirro.

Existem várias outras razões para espirrarmos, incluindo a limpeza das passagens nasais quando constipados, para expelir alergénios se formos alérgicos a algo, inclusive ao próprio sol.
Na realidade quando o sol é muito forte pode levar algumas pessoas a espirrar, sendo isto especificamente designado por espirro fótico.
Quando os terminais nervosos do nariz detetam um estímulo, são enviados impulsos para o cérebro que iniciam uma cadeia de eventos fisiológicos que permitem ao corpo livrar-se do item indesejado.

Antes da irritação, os músculos do diafragma estão relaxados e quando um agente irritante entra no corpo, os terminais nervosos no revestimento do nariz dão sinal ao cérebro.
A contração do diafragma causa uma rápida entrada de ar e os músculos contraem-se.

Por sua vez, o cérebro manda contrair os músculos respiratórios, incluindo os da garganta, torax e diafragma.

Juntamente com o alérgeno ou agente irritante ofensivo, o corpo expele também saliva e muco da boca e cavidade nasal a uma velocidade de até 160 Km/hora.
A garganta abre-se de repente expelindo o ar do corpo explosivamente, fazendo a cavidade peitoral contrair-se subitamente. Então, o diafragma volta a relaxar.
No seguimento destas ações, o cérebro diz à garganta para se fechar e isto, combinado com a contação dos músculos abdominais, aumenta a pressão do ar nos pulmões.

Quase toda a gente tem alergia a determinados agentes irritantes.
É por isso que se desencadeiam os espirros, a fim de expulsar ao máximo as substãncias tóxicas.

Contudo, todos nos lidamos diáriamente com esses agentes que provocam os sintomas da doença.

Em face da situação convêm termos muito cuidado com a exposição a essas substâncias e evitá-las.

Para isso devemos ter conhecimento das quais fazem detonar todo o processo.
Com efeito pode ser uma simples partícula de pó, o sol excessivo, um desinfetante que se utiliza na limpeza da casa ou o pólen das árvores.

Na primavera estamos mais sugeitos á ação destes alérgennos, em virtude do florecimento das árvores e de uma maior poeira ou poluição.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Os espirros

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

611 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    30-08-2014 às 22:00:37

    Bem interessante esses espirros que ocorrem conosco. Mais interessanteainda é que o ccérebro comunica-se com todo o resto do corpo. Isso é genial! Adorei este texto - os espirros!

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    17-09-2012 às 14:09:08

    Os espirros têm origens diversas mas a maior parte provêm de alergias.Os agentes que provocam as alergias e consequentemente os espirros são os pólenes, o pó da casa, os ácaros e os detergentes de casa.Deste modo é necessário eliminá-los para não provocarem os incómodos espirros.

    ¬ Responder

Comentários - Os espirros

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios