Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Arte da Europa do século XVIII ao século XX

Arte da Europa do século XVIII ao século XX

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Visitas: 16
Comentários: 2
Arte da Europa do século XVIII ao século XX

A arte francesa do século XVII e início do século XIX é marcada por personagens como Claude Monet, Vincent Van Gogh e Paul Gauguin.

A Mulher no jardim em Saint-Adresse, de Claude Monet, em 1866, mostra uma mulher, Jeanne-Marguerite Lecadre, de branco na solidão de um jardim banhado pela luz solar. A sua figura branca contrasta com o colorido da composição. O pequeno lago em Montgeron mostra um lago refletindo a sombra das árvores, com reflexos muito bonitos. Uma figura feminina surge detrás de uma árvore, e uma outra figura, quase diluída pela cor, está sentada. O Fardo de palha em Giverny é uma obra onde Monet retrata os campos em Giverny, onde viveu alguns anos da sua vida. Este é um tema vulgar usado pelo pintor para pintar as várias estações do ano, assim como o tempo.

Espectadores na arena, uma obra de Vincent Van Gogh, data do tempo em que viveu no sul de França com o seu amigo Paul Gauguin. A composição passa para o espectador a confusão de uma multidão inflamada. Conseguimos ver parte da arena (arena romana de Arles), o ponto de partida de Vincent Van Gogh para representar uma cena descoordenada. Como podemos ver, as figuras não estão individualizadas, pois o que interessa ao pintor é representar o conjunto de pessoas excitadas e loucas com a tourada. A tonalidade é quase monocromática, conforme vai diluindo as figuras no espaço. Meros traços pretos fazem as figuras sair da multidão. Esta falta de cor não é prática comum de Van Gogh, como podemos verificar na obra Duas mulheres em passeio num parque, onde vemos duas mulheres em destaque, definidas, a sair da composição. Atrás destas está uma outra mulher a apanhar as belas e coloridas flores. A obra Lilases, de 1889, é uma composição simples, onde só os lilases fazem parte. O movimento e a cor que o pintor dá à árvore, transformam um mero tema, numa composição interessante e cheia de vida.

Nave Nave Moe, de Paul Gauguin, foi uma obra pintada em Paris. É uma composição interessante com várias sugestões. O que passa ao espectador à primeira vista é todo o sensualismo envolvente.

Daniela Vicente

Título: Arte da Europa do século XVIII ao século XX

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 16

774 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Davi Rodney

    23-11-2012 às 13:52:43

    Alguém sabe me dizer qual o nome do quadro em destaque, bem como seu pintor?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãolehh

    22-11-2015 às 17:10:27

    a mulher no jardim_Vicent van gogh

    ¬ Responder

Comentários - Arte da Europa do século XVIII ao século XX

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios