Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Enchidos?! nem os ver...

Enchidos?! nem os ver...

Categoria: Alimentação
Visitas: 24
Enchidos?! nem os ver...

Enchidos
Os rechonchudos saborosos, que todos nós gostamos a qualquer hora do dia, também têm os seus contras, mas o que será que faz mal nesta criação caseira, hoje em dia fornecida por hipermercados.

Os enchidos são tripas previamente limpas, usadas para serem recheadas com o que pretende, no caso de vegetarianos tripas sintéticas. O recheio das tripas é composto pelas gorduras, entranhas e alguma carne do porco juntamente com o tempero. As tripas, levam um nó com um cordel, numa das aberturas e são enchidas com a ajuda duma espécie de funil em lata ou inox. O caso de ser defumadas antes de consumidas vai de consumidor para consumidor.

Se gostaria de os conservar em casa, deve ter o cuidado de colocar em espaços secos e frescos (pendurados junto ao esquentador, se pretender fuma-los), nunca mais de dois meses; a farinheira deve ser conservada no máximo do tempo de três meses, e a salsicha consumida no próprio dia de compra. Deve ter um certo cuidado com os bolores, pois com o tempo começa a ganha-los. Em outros tempos, era usado o azeite para limpar o determinado enchido dos bolores, perdendo algumas qualidades como o sabor original. Algumas pessoas colocavam dentro de um recipiente cheio de azeite como forma de conservação, não alterava o sabor na sua totalidade caso tivesse encetado, e limpos com um papel absorvente antes de servir.

Alguns dos enchidos mais conhecidos em Portugal:

Alheira de Mirandela; Bucho da Beira Alta; Chouriça de Vinhais; Chouriço; Chouriço de cebola, ossos, sangue, mel ou vinho; cacholeira branca de Portalegre; farinheira de Portalegre; linguiça de Portalegre; maranho; morcela de sangue (Guarda) ou arroz (Leiria); mortadela; paio; painho de Portalegre; salame; salpicão de Vinhais, tradicional, ou fatiado; salsicha; negritos ou negro.

Em todos os casos, devemos evitar o consumo excessivo deste tipo de alimentos, e as gravidas de forma alguma o consumo de enchidos. Os enchidos podem conter uma bactéria designada por Listeriose ou Listeria monocytogenes, que leva as gravidas a perderem a criança.

O cancro digestivo, muitas das vezes surge devido ao tipo de alimentação que a pessoa pratica, ou devido às diversas substâncias cancerosas que levam os enchidos conservados em fumo. Pode-se comparar ao cheiro do tabaco, que também liberta as mesmas substâncias.


Sandra Mendes

Título: Enchidos?! nem os ver...

Autor: Sandra Mendes (todos os textos)

Visitas: 24

800 

Comentários - Enchidos?! nem os ver...

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Estratégia do arco-íris

Ler próximo texto...

Tema: Serviços
Estratégia do arco-íris\"Rua
Pessoas comuns estão a descobrir novas estratégias que supostamente fazem dinheiro rápido. Mas, a verdade da questão é que, isso é quase impossível. Ao longo de sua jornada de negociação, vai experimentar algumas vitórias e derrotas. Então, vejamos uma das estratégias que irá produzir mais vitórias do que derrotas: a estratégia do arco-íris. Esta é uma estratégia muito poderosa que qualquer um pode utilizar, especialmente novatos lá fora. Se é novo no comércio de opções binárias e gostaria de ganhar dinheiro online, esta é a estratégia ideal para si.

A estratégia do arco-íris envolve um período de 6, 14 e 26 períodos, períodos de média móvel exponencial. Estes permitem filtrar os movimentos menores no mercado e dar-lhe uma visão clara da tendência.

O mercado está numa tendência alta quando o período de 6 EMA está no topo dos 14 períodos EMA e dos 26 períodos EMA. A tendência baixa ocorre quando as EMA cruzam-se. Agora, os 26 períodos EMA devem estar no topo da EMA de 14 períodos. Em tendências altas, os comerciantes devem concentrar-se principalmente em opções de compra.

Uma opção de compra pode ser acionada quando o preço para baixo remonta à EMA 14 e começa a mover-se para cima. Uma opção de venda pode ser acionada quando o preço refaz para cima, e os períodos EMA 14 começam a mover-se para baixo.

As vantagens desta estratégia é que muitos dos sinais são precisos e não requerem muita análise para fazer um bom negócio. Com a gestão de risco adequada, pode fazer desta a sua principal estratégia. Mas, antes de tomar essa decisão, saiba que existem algumas desvantagens. O preço às vezes pode ir além dos 14 períodos de EMA. Alguns comerciantes podem não saber como reagir a isso.

Além disso, mesmo se os mercados são tendências, ainda existe a possibilidade de dar sinais falsos, mas com a gestão de riscos aplicadas, esses sinais falsos não causam muito dano. Combinar esta estratégia com coisas como Fibonacci, linhas de tendência ou médias móveis podem ajudar a reduzir as chances de perdas.

Em geral, a estratégia do arco-íris é um grande indicador. Ele faz maravilhas nos mercados de tendências e é muito fácil de usar para os comerciantes de todos os níveis. No fim de contas, é apenas uma questão de fazer uma boa gestão de risco. É uma ótima estratégia para iniciantes começarem a usar e obterem vitórias, experiência e bastante dinheiro.

Pesquisar mais textos:

Jerónimo Diogo Magalhães

Título:Estratégia do arco-íris

Autor:Jerónimo Diogo Magalhães(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios