Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Receita de Feijoada Brasileira

Receita de Feijoada Brasileira

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Receita de Feijoada Brasileira

A cozinha típica brasileira inclui vários pratos reconhecidos em todo mundo, com destaque para a feijoada.
A caipirinha, bebida alcoólica tipicamente brasileira, tem fama mundial e é ótima para acompanha a feijoada.

De seguida indico as respetivas receitas.

1 - Feijoada à Brasileira

350gramas de carne fumada
350gramas de lombo de porco salgado
300gramas de entrecosto de porco salgado
1 pé de porco salgado
1 rabo de porco salgado
1 língua de porco fumada
7,5dl de feijão preto
80gramas de toucinho fumado
350gramas de carne de vaca
1 paio
200gramas de chouriço
1 cebola
1 dente de alho
1,5dl de óleo
1 dl de sumo de laranja
piripiri q.b.
sal q.b.
pimenta q.b.

Molho:

1dl de sumo de limão
2 colheres de sopa de salsa picada
1 cebola ralada
1 colher de sopa de malagueta picada sem sementes

Couve:

1 dente de alho
1 colher de sopa de azeite
75gramas de bacon
300gramas de couve cortada como caldo-verde

- comece por demolhar, em água fria, as carnes salgadas e fumadas, de um dia para o outro. Mude a água várias vezes. Demolhe o feijão num recipiente à parte.
- afervente as carnes durante 10 minutos, em bastante água fervente. Escorra, troque a água e cozinhe em lume brando durante 1 hora
- Adicione a carne de vaca e os enchidos. Cozinhe durante mais 1 hora
- coza o feijão num tacho à parte, até ficar macio, e tempere-o com sal
- pique a cebola e o alho e refogue com o alho. Corte as carnes aos pedaços pequenos e junte-os ao refogado. Aromatize com sumo de laranja e junte o feijão e um pouco de água e deixe cozer
- apure a feijoada, retifique de sal e tempere com o piripiri. Misture para envolver os temperos.

para acompanhar o prato confeciona-se o molho e a couve.

Molho:

- misture bem todos os ingredientes referidos e sirva-o numa molheira.

Couve:

- pique o dente de alho e refogue juntamente com o azeite e o bacon finamente fatiado
- junte a couve e refogue bem, mexendo
- tempere com sal e pimenta.

2 - Caipirinha

4 limas
gelo picado q.b.
4 colheres de sopa de açucar amarelo
2 chávenas de cachaça

- lave as limas, corte-as aos pedaços com a casca e retire os caroços. Distribua a fruta por copos próprios para a caipirinha e junte bastante gelo picado, bem como cerca de meia colher de açucar por cada copo
- pise tudo com um maço que só sirva para este tipo de preparado. Deite a cachaça e misture bem. Sirva de imediato.

Para finalizar a refeição, come-se o bolo de fubá com leite de côco.

250gramas de farinha de fubá
1,5dl de leite
75gramas de manteiga
150gramas de açucar branco
3 ovos
1,5dl de leite de côco
80gramas de côco ralado
sal fino q.b.
1 colher de sopa de fermento em pó
manteiga e farinha para untar a forma

- comece por peneirar a farinha de fubá para uma tigela
- ferva o leite e deite-o sobre a farinha
- bata muito bem, tape a tigela com película aderente e deixe repousar durante 30 minutos
- enquanto aguarda, bata a manteiga amolecida juntamente com o açucar peneirado
- ao preparado da manteiga junte as gemas, uma a uma, sem parar de bater, até as incorporar bem
- adicione alternadamente o leite de côco, bem como a farinha de fubá que reservou
- adicione, em seguida, o côco ralado, previamente misturado com uma pitada de sal, e o fermento em pó
- bata as claras em castelo firme. Incorpore-as à massa, misturando-as delicadamente sem bater
- deite a massa numa forma de bolo inglês, barrada com manteiga e polvilhada com farinha. Leve ao forno pré-aquecido. Passados 40 minutos verifique se o bolo está cozido e alourado
- deixe o bolo arrefecer colocado sobre uma rede. Desenforme e sirva às fatias.


Cristina Sousa

Título: Receita de Feijoada Brasileira

Autor: Cristina Sousa (todos os textos)

Visitas: 2

709 

Comentários - Receita de Feijoada Brasileira

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios