Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Energias Renováveis > Como funciona o efeito fotovoltaico

Como funciona o efeito fotovoltaico

Como funciona o efeito fotovoltaico

A radiação que vem do sol acontece devido à conversão dos núcleos de hidrogênio em hélio. Esta conversão gera uma perda de massa, de cerca de 4000kg, segundo os estudo de R. Aldabó . De acordo com a famosa equação de Einstein (E=mc²), esta massa é convertida em energia, e o resultado é aproximadamente 3,6.10^20 (elevado à 20). Ou seja, esta energia estará disponível de forma constante por milhares de anos, pronta para ser aproveitada.

Mas a camada de ozônio absorve grande parte. Mas mesmo o que não é absorvido é o bastante para que toda a população do mundo possa consumir (a taxa de consumo mundo está além de 15 terawatts, de acordo com a Statistical Review of World Energy, em 2010). Nesta perspetiva, o estudo, pesquisa e desenvolvimento de células solares não só é viável, como também uma ótima oportunidade de desenvolvimento de mercado e de evolução no quesito ambiental. A eficiência, além de depender da forma e do tipo de fabricação, depende também da incidência do sol. Países tropicais (como o Brasil) então, tem uma vantagem natural e pode, com o devido investimento, se tornar um polo no setor.




O efeito fotovoltaico é baseado na maneira que os fótons interagem com os semicondutores, que excitam os elétrons e os tiras de suas lacunas. O movimento desses elétrons é o que gera a corrente ou fluxo elétrico, sendo aproveitado como energia. Nas últimas décadas, a tecnologia de células solares tem sido dominada por dispositivos em que a junção é feita com materiais inorgânicos em estado sólido, geralmente formas dopadas de silício cristalino ou amorfo, bem como lucrado da experiência e disponibilidade destes materiais resultantes da indústria de semicondutores.

A base para a fabricação das células solares implica em sua eficiência (como dito acima), logo, o crescimento nesta área faz parte do presente. Materiais estruturados na escala nanométrica e que proporcionem propriedades convenientes e baratas são foco das atuais pesquisas. Os resultados obtidos por tais pesquisas estão convergindo para o futuro das células solares, as comumente chamadas células fotoeletroquímicas, que utilizam da luz do sol para fornecer energia à reações químicas, proporcionando a transformação e criação em massa de vários produtos (por exemplo, a geração de combustível hidrogênio a partir da água).
Para mais informações sobre o assunto, procure em livros ou artigos relacionados ao tema nas bibliotecas ou internet.

Wallace Randal

Título: Como funciona o efeito fotovoltaico

Autor: Wallace Randal (todos os textos)

Visitas: 0

676 

Comentários - Como funciona o efeito fotovoltaico

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios