Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Desporto > Sem Muito Esforço, Brasil Goleia Os Estados Unidos Em Brasília

Sem Muito Esforço, Brasil Goleia Os Estados Unidos Em Brasília

Categoria: Desporto
Visitas: 10
Sem Muito Esforço, Brasil Goleia Os Estados Unidos Em Brasília

Seleção Olímpica controla ímpeto ofensivo, comete alguns erros defensivo e conta com a sorte na vitória por 3 a 0 no Estádio Nacional Mané Garrincha.

O Brasil não fez uma exibição de encher os olhos, teve sorte, mas não encontrou dificuldades para golear o time sub-23 dos Estados Unidos por 3 a 0, nesta segunda-feira, no Estádio Nacional Mané Garrincha. Luan, Douglas Coutinho e Vinícius Araújo marcaram os GOLS da Seleção.

O triunfo foi o segundo na série de amistosos do time olímpico, que deve atuar novamente apenas na primeira data Fifa de 2015. Agora, o técnico Alexandre Gallo volta as atenções para o time sub-20, que terá compromisso no próximo mês.

E MAIS:
> Amparado pelos resultados, Dunga busca manter 100% após primeira polêmica
> Técnico do Chile estuda enfrentar o Brasil na altitude e fala de Valdivia
> CBF e Pelé na mira: Romário promete briga por leis em prol do futebol

O JOGO
Tirando pela entrada do goleiro Andrey, o técnico Alexandre Gallo manteve o mesmo time que começou o amistoso contra a Bolívia. E os dois primeiros minutos foram marcados por erros. Pelo lado brasileiro, Doria quase entregou o ouro para os americanos, mas a defesa se recuperou.

No lance seguinte, foi a vez do goleiro Cropper fazer uma lambança inacrediável. Só que ele não teve a mesma sorte do capitão brasileiro e Luan abriu o placar para a Seleção.
As jogadas ofensivas, sobretudo com Talisca, continuaram sendo o ponto alto do esquema armado por Gallo.

Ademilson também teve seu momento de brilho e colocou uma bola na trave. No entanto, contra um adversário um pouco mais qualificado e marcando as jogadas laterais, o Brasil oscilou. Vale ressaltar que a defesa teve muito trabalho e deixou espaços, que não foram aproveitados pelos americanos devido aos GOLS perdidos de forma displicente.

Na volta do intervalo, Gallo aproveitou para fazer três mudanças: Douglas Santos, Fred e Felipe Gedoz nas vagas de Alison, Ademilson e Wendell. O panorama, no entanto, não mudou. Os Estados Unidos não empataram novamente por erros infantis em finalizações. E como na etapa inicial, a sorte estava mesmo do lado da Seleção.

Isso porque o goleiro Andrey saiu jogando e quase perdeu a bola. Na jogada seguinte, Vinícius Araújo foi até a linha de fundo e cruzou para Douglas Coutinho fazer o segundo do Brasil. Com boa vantagem, os Estados Unidos desistiram da reação e a Seleção chegou ao terceiro com Vinícius Araújo.

No fim, a torcida presente no Estádio Nacional Mané Garrincha ficou feliz com o triunfo. E apesar de algumas falhas defensivas no amistoso desta segunda-feira, o saldo desta primeira etapa de preparação para a Olimpíada de 2016 foi amplamente positivo.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 3 X 0 ESTADOS UNIDOS
Local: Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data-Hora: 13/10/2014 - 19h (de Brasília)
Árbitro: Omar Andres Ponce Manzo (EQU)
Auxiliares: Juan Carlos Macias Franco (EQU) e Flavio Edison Nall Murillo (EQU)
Renda e público: Não divulgados
Cartões amarelos: Talisca (BRA); Soto e Joya (EUA)
GOLS: Luan - 2'/1ºT (1-0), Douglas Coutinho - 29'/2ºT (2-0) e Vinícius Araújo - 36'/2ºT (3-0)
BRASIL: Andrey, Fabinho, Wallace, Doria e Wendell (Douglas Santos - intervalo); Alison (Fred - intervalo), Matheus Biteco e Talisca (Danilo - 27'/2ºT); Luan (Douglas Coutinho - 21'/2ºT), Thalles (Vinicius Araújo - 16'/2ºT) e Ademilson (Felipe Gedoz - intervalo) - Técnico: Alexandre Gallo.

ESTADOS UNIDOS: Cropper; Sorto, Carter (Miazga - 15'/2ºT), Vickers, O'Neill e Ocegueda; Rubin, Joya (Hariston - 37'/2ºT), Hyndman (Flores - 15'/2ºT) e Serna; Rodriguez (Spancer - 25'/2ºT) e Morris - Técnico: Tab Ramos.


Celso Junior Juniorcis

Título: Sem Muito Esforço, Brasil Goleia Os Estados Unidos Em Brasília

Autor: Celso Junior Juniorcis (todos os textos)

Visitas: 10

407 

Comentários - Sem Muito Esforço, Brasil Goleia Os Estados Unidos Em Brasília

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Habitação – Evolução qualidade/Preço

Ler próximo texto...

Tema: Alojamento
Habitação – Evolução qualidade/Preço\"Rua
Hoje vivemos dias muito complicados do ponto de vista económico, uma vez que a nossa sociedade moderna consumista tem acarretado para as famílias a triste ideia de que temos que possuir tudo o que existe para ser possuído.

Relativamente ao assunto especifico da habitação, com o passar dos tempos, as pessoas têm adquirido as suas casas em função do que há no mercado, e este mercado tem evoluído de uma forma perigosa em termos de custos; o que quero dizer com isto, é que há vinte anos atrás, encontrávamos apartamentos no mercado, e tenho por base um apartamento T3 que tinha 3 quartos conforme a tipologia descrita, naquele tempo uma cada de banho, uma sala de estar/jantar conjunta e talvez uma varanda, hoje o mesmo apartamento terá os três quartos, a sala, duas casas de banho das quais uma poderá estar num dos quartos a que passou a chamar-se suite, este apartamento hoje, tem forçosamente que ter pré instalação para aquecimento central, lareira com recuperador de calor, e muito provavelmente aspiração central, ou pelo menos a pré instalação… Assim, quem compra um apartamento hoje, apesar das dimensões de cada divisão estarem diminuídas, o preço foi muito incrementado pelos extras, e depois há ainda que adquirir uma caldeira para fazer funcionar a tal pré-instalação de aquecimento central, os radiadores porque sem eles o dito não funciona, naturalmente o trabalho do técnico… há ainda que adquirir em muitos casos o aspirador propriamente dito para fazer funcionar a aspiração central, e algumas coisas mais, acessórios dos quais, antes não tínhamos necessidade.

Não quero dizer com isto, que estes equipamentos não são úteis, são, mas e aquelas pessoas que compraram os seus apartamentos há uns tempos, cujos espaços não dispunham destas “modernices” como viveram? Como vivem hoje? Provavelmente aqueles que tiveram disponibilidade económica para isso, colocaram nas suas habitações, aquilo que julgaram necessário, não colocaram aquilo que não lhes é útil de todo, por outro lado aqueles que não tiveram disponibilidade económica vivem sem os equipamentos em questão, ou colocam um equipamento à dimensão das suas possibilidades. O real problema é que os referidos equipamentos valorizaram muito mais as habitações em termos de preço de compra do que o valor real dos mesmos, e as pessoas, estão apagar vinte ou trinta anos, para não dizer mais, um bom valor acima do que pagariam sem estas coisas, além disso comprariam aquilo que quisessem e pudessem.

Para além do exposto, a qualidade de construção e acabamentos não melhorou, antes pelo contrário. Hoje o valor das casas está a decair rapidamente, e as pessoas em geral vivem em casas cujos valores atuais de mercado são muito inferiores ao que estarão a pagar durante muito tempo…

Naturalmente o mercado poderá mudar, mas não é esse o caminho que parece seguir.

Pesquisar mais textos:

Ana Sebastião

Título:Habitação – Evolução qualidade/Preço

Autor:Ana Sebastião(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    21-04-2014 às 17:09:01

    A compra seja de apartamento ou casa estão mais caras e nem sempre oferecem serviços como mostram na divulgação. Não é bom financiar, pois custará o dobro. Realmente, o melhor a fazer é buscar preços que têm condições de pagar ou aderir a um consórcio.

    ¬ Responder
  • Sofia Nunes 13-09-2012 às 17:07:44

    Na minha opinião e de acordo com o que tenho observado, a relação qualidade/preço das habitações está a melhorar. E isso não é necessariamente bom, uma vez que é resultado da crise económica. Como refere, o valor das casas está a descer, pelo que se pode comprar uma vivenda pelo preço que há uns anos era de um apartamento. O problema é que, apesar de as casas estarem mais baratas, os compradores não têm dinheiro.

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios