Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Máquinas > Como poupar na electricidade

Como poupar na electricidade

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Máquinas
Como poupar na electricidade

Actualmente a elecrtricidade contribui muito para aumentar as despesas com a habitação E, como se trata de um bem essencial nada a pode substituir. Deste modo a solução passa por se reduzir ao máximo o seu consumo.

Uma dos meios que temos ao nosso alcance é substituir as máquinas de lavar roupa, secar ou da loiça por outras de consumo menor, que reduzem em trinta, cinquenta ou setenta e cinco e por cento a electricidade e água.

Estes são os aparelhos domésticos que consomem mais energia, bem como ferro de engomar e esquentador ou caldeira eléctrica.




Os aparelhos eléctricos antigos consomem muito mais energia e água porque não estão ainda preparados para o bem da ecologia e crise. Ao invés os novos já trazem esse elemento tão importante e distingem-se dos outros com a sigla A+++.

Como a diferença do consumo é bastante, há já quem substitua a sua velha máquina por uma nova, já adaptada à crise energética. Como durante o mês é necessário fazer muitas lavagens(cerca de 20 ou mais) certamente que se nota em muito os custos mais baixos.

Outro método é substituír o tarifário da luz por outro mais económico. Por exemplo a tarifa bio horário, em que se tem a possibilidade de lavar a roupa ou engomar por metade do preço, ou seja cinquenta por cento mais económico. Para isso é necessário escolher um horário , todos os dias a partir das dez horas da noite, ou todo o dia ao fim de semana. Não custa nada optar por colocar a trabalhar os aparelhos mais dispendiosos só nestas horas. O resultado traduz-se numa grande poupança ao fim do mês.

Para além de se adoptarem máquinas de consumo reduzido deve- se ainda minimizar o tempo que se gasta nos banhos ou duche diário, substituir as lâmpadas por outras de menor consumo, optar por um frigorífico mais pequeno e de consumo médio e não usar o micro-ondas ou só num problema de falta de tempo para cozinhar.

Todos estes cuidados são bastante úteis para reduzir as facturas da luz e ainda da água.

O ar condicionado e aquecedores eléctricos devem ser ligados só quando está muito frio ou calor intenso porque consomem muita luz.A escolha deve incidir sobre aqueles que gastam menos.

Há muita variedade de aquecedores eléctricos que podemos substituir nesta fase de maior crise.Estes nunca devem ser ligados durante a noite porque além de gastarem muito, podem ser perigosos. Em alternativa pode usar-se a lareira que é menos dispendiosa.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Como poupar na electricidade

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

616 

Comentários - Como poupar na electricidade

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios