Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > GPU: O que é?

GPU: O que é?

Categoria: Informática
Visitas: 4
GPU: O que é?

As placas de vídeo dos computadores possuem muitos componentes eletrônicos e circuitos em sua composição. Mas, o principal responsável pelas fantásticas imagens proporcionadas pelo hardware é um processador dedicado que faz a renderização dos gráficos e imagens em tempo real. Essa pequena peça eletrônica é chamada de Graphics Processing Unit, ou GPU.

Geralmente, a GPU de uma placa de vídeo fica “escondida” no centro dela, cercada pelos outros componentes da placa. Pelo tipo de função exercida por esses periféricos, o hardware costuma aquecer bastante. Devido a isso, os fabricantes costuma colocar junto com a placa de vídeo uma ventoinha e um dissipador de calor para reduzir a temperatura da peça.

Em alguns casos, computadores mais simples possuem uma GPU embutira na placa-mãe. Isso permite que o monitor seja plugado diretamente á máquina, evitando a necessidade de uma placa de vídeo à parte. Esse tipo de configuração costuma receber o nome de “GPU onboar”, pois o processador de vídeo faz parte da placa-mãe.

Mas, em casos que o computador precisa de uma potência maior em questões de processamento de vídeo, como é o caso de PCs para jogos, o mais comum é ver placas de vídeo a parte, “GPU offboard”.

Maiores fabricantes do mercado

Atualmente no mercado de placas de vídeo, os três maiores fabricantes de GPUs são a NVIDIA, ATI e a Intel. Porém, a Intel tem foco maior em placas mais simples destinadas a processamentos leves, pois são embutidas nas placas-mãe. Já a ATI e a NVIDIA visão o mercado de usuários interessados em gráficos potentes e GPUs poderosas.

Em muitos casos, não são as mesmas empresas que produzem as placas de vídeo e as GPUs, sendo o papel de terceiras fazer a montagem dos componentes e uni-los em um hardware só. Entre as maiores companhias desse ramo estão a Asus, XFX, EVGA, Zotac, MSI e Sapphire.

Além dos desktops, notebooks e netbooks, aparelhos portáteis como smatphones e até vídeo games possuem essa tecnologia presente em suas estruturas. A empresa NVIDIA é uma das pioneiras nesse setor, se sobressaindo perante as outras. Os consoles mais modernos como PlayStation 3, Xbox 360 e Nitendo Wii tem boa parte de seu sucesso graças as GPUs de qualidade que conquistam seus usuários.


Lucas Souza

Título: GPU: O que é?

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 4

634 

Comentários - GPU: O que é?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Estratégia do arco-íris

Ler próximo texto...

Tema: Serviços
Estratégia do arco-íris\"Rua
Pessoas comuns estão a descobrir novas estratégias que supostamente fazem dinheiro rápido. Mas, a verdade da questão é que, isso é quase impossível. Ao longo de sua jornada de negociação, vai experimentar algumas vitórias e derrotas. Então, vejamos uma das estratégias que irá produzir mais vitórias do que derrotas: a estratégia do arco-íris. Esta é uma estratégia muito poderosa que qualquer um pode utilizar, especialmente novatos lá fora. Se é novo no comércio de opções binárias e gostaria de ganhar dinheiro online, esta é a estratégia ideal para si.

A estratégia do arco-íris envolve um período de 6, 14 e 26 períodos, períodos de média móvel exponencial. Estes permitem filtrar os movimentos menores no mercado e dar-lhe uma visão clara da tendência.

O mercado está numa tendência alta quando o período de 6 EMA está no topo dos 14 períodos EMA e dos 26 períodos EMA. A tendência baixa ocorre quando as EMA cruzam-se. Agora, os 26 períodos EMA devem estar no topo da EMA de 14 períodos. Em tendências altas, os comerciantes devem concentrar-se principalmente em opções de compra.

Uma opção de compra pode ser acionada quando o preço para baixo remonta à EMA 14 e começa a mover-se para cima. Uma opção de venda pode ser acionada quando o preço refaz para cima, e os períodos EMA 14 começam a mover-se para baixo.

As vantagens desta estratégia é que muitos dos sinais são precisos e não requerem muita análise para fazer um bom negócio. Com a gestão de risco adequada, pode fazer desta a sua principal estratégia. Mas, antes de tomar essa decisão, saiba que existem algumas desvantagens. O preço às vezes pode ir além dos 14 períodos de EMA. Alguns comerciantes podem não saber como reagir a isso.

Além disso, mesmo se os mercados são tendências, ainda existe a possibilidade de dar sinais falsos, mas com a gestão de riscos aplicadas, esses sinais falsos não causam muito dano. Combinar esta estratégia com coisas como Fibonacci, linhas de tendência ou médias móveis podem ajudar a reduzir as chances de perdas.

Em geral, a estratégia do arco-íris é um grande indicador. Ele faz maravilhas nos mercados de tendências e é muito fácil de usar para os comerciantes de todos os níveis. No fim de contas, é apenas uma questão de fazer uma boa gestão de risco. É uma ótima estratégia para iniciantes começarem a usar e obterem vitórias, experiência e bastante dinheiro.

Pesquisar mais textos:

Jerónimo Diogo Magalhães

Título:Estratégia do arco-íris

Autor:Jerónimo Diogo Magalhães(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios