Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Brinquedos > Brinquedos educativos para as crianças do pré-escolar

Brinquedos educativos para as crianças do pré-escolar

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Brinquedos
Visitas: 12
Comentários: 2
Brinquedos educativos para as crianças do pré-escolar

As crianças do pré-escolar são as crianças com idades entre os 3 e os 5 anos. Nestas idades, os brinquedos que as crianças mais recebem são bonecas e carrinhos, e por isso cabe sobretudo aos pais tentar inverter um pouco esta tendência e começar a oferecer-lhes brinquedos educativos. Os brinquedos educativos dão às crianças a oportunidade de brincar e aprender ao mesmo tempo, e assim sendo apresentam-se como uma mais-valia porque irão estimular mentalmente a criança.

Por outro lado, uma criança que durante a idade pré-escolar brinca muito com brinquedos educativos irá estar melhor preparada quando chegar a altura de ir para a 1ª classe, aprender a ler e a escrever.

Deixo aqui alguns exemplos de jogos educativos para as crianças do pré-escolar:

- Encontrar cartas iguais – Trata-se de um jogo em que as cartas estão todas viradas para baixo e em que se pede que à criança que encontre duas cartas iguais seguidas. Ela vai virando as cartas duas a duas e terá que memorizar o local das cartas para quando aparecer uma carta que ela já viu saber onde está o par correspondente. Escolha temas adequados à idade, tais como animais, bonecos, carros, etc. Este tipo de jogo ajuda a desenvolver as capacidades de observação e memória.

- Guitarra de tamanho médio – ao escolher brinquedos educativos não deve descurar a educação musical. A guitarra é um instrumento muito popular entre as crianças, e se escolher o tamanho certo os seus filhos certamente irão adorar.

- Observar e soletrar – Muitas crianças já começam a aprender o alfabeto em idade pré-escolar, e por isso os jogos de observar e soletrar palavras ajudam ainda mais a desenvolver as suas capacidades de aprendizagem.

- Ábaco – A aritmética também não deve ser esquecida, e um ábaco é o brinquedo ideal para as crianças aprenderem a somar e subtrair.

Estas são apenas algumas ideias, e é importante que as crianças sejam estimuladas desde cedo, porque dessa forma quando chegarem ao 1º ciclo estarão mais confiantes e mais à vontade com as matérias que irão ser apresentadas, e assim irão conseguir melhores resultados com muito menos esforço.



Carlos Vieira

Título: Brinquedos educativos para as crianças do pré-escolar

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 12

781 

Imagem por: tomeppy

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    25-04-2014 às 18:21:25

    Para cada idade há um brinquedo diferenciado, muito bom! A Rua Direita agradece e recomenda utilizar de acordo com a faixa etária mesmo e esses citados para pré-escolar são fundamentais!

    ¬ Responder
  • BICHO CABEÇABICHO CABEÇA

    29-02-2012 às 08:17:12

    Olá, gostaríamos de divulgar nosso produto. Acesse o site www.bichocabeca.com.br e confira nossas marionetes artesanais. Condições especiais para lojistas!

    Att. Maria Amorin - 51 9725.3441
    [email protected]

    ¬ Responder

Comentários - Brinquedos educativos para as crianças do pré-escolar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Imagem por: tomeppy

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios