Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Brinquedos > Optar por brinquedos seguros

Optar por brinquedos seguros

Categoria: Brinquedos
Visitas: 6
Comentários: 2
Optar por brinquedos seguros

Um brinquedo proporciona à criança momentos de grande prazer mas é necessário ter em atenção a sua segurança. Esta é fundamental em qualquer circunstância mas quando se tratam de brinquedos.

Cabe aos pais e educadores zelar para que as brincadeiras se dêem num ambiente seguro. Algo que pode reduzir os riscos de acidente é também é um bom momento de relacionamento.

Por isso mesmo, a escolha de um brinquedo deverá ser feita com muito rigor, pois só assim se poderá evitar a ocorrência de muitos acidentes.

Não compre brinquedos que não tenham a marca “CE”. Esta é obrigatória e deverá ser colocada pelo fabricante sobre o brinquedo ou embalagem de modo bem visível.

Uma das primeiras coisas a fazer quando se compra um brinquedo é assegurar que este é adequado à criança. Os brinquedos possuem uma classificação de acordo com a idade, que deverá ser levada em conta. Todavia, como se trata apenas de uma recomendação, não se esqueça de verificar o brinquedo. Leia os avisos, verifique se tem arestas que possam, ou peças pequenas que possam ser engolidas. Analise o material de que o brinquedo é feito, se é ou não resistente e se possui elementos que possam ser retirados com facilidade.

Como o bebé deseja agarrar, chupar e morder tudo o que apanha, os brinquedos para estes devem ser ainda escolhidos com mais rigor: devem ser laváveis e não podem ter pontas afiadas nem arestas. Também não podem ser muito pequenos.

Se possível, no momento de escolha de um brinquedo que vai oferecer, tenha em atenção se há outras crianças mais pequenas na família. É também muito importante que a criança se habitue a arrumar os seus brinquedos depois de ter terminado a brincadeira. Muitos acidentes domésticos acontecem por desarrumação.

No caso de um brinquedo que magoe uma criança, por falta de segurança, os pais poderão apresentar queixa do sucedido na Inspecção-Geral das Actividades Económicas, bastando levar o brinquedo que provocou o acidente e todas as provas que conseguir reunir.

Se não resistir à compra de um peluche, não os escolha com o pêlo muito longo e verifique sempre se este se solta com facilidade, para evitar que seja ingerido.



Catarina Bandeira

Título: Optar por brinquedos seguros

Autor: Catarina Bandeira (todos os textos)

Visitas: 6

779 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    25-04-2014 às 18:25:51

    Recomenda-se sempre optar por brinquedos seguros, eles são os melhores mesmo. Obrigada pelas observações tão úteis e fundamentais.

    ¬ Responder
  • umdolitoys

    23-01-2013 às 05:51:35

    Muito interessante!!!

    Espero que gostem!

    Obrigado!

    ¬ Responder

Comentários - Optar por brinquedos seguros

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios