Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Windows ou Apple?

Windows ou Apple?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Informática
Visitas: 2
Comentários: 2
Windows ou Apple?

Bem, esta é uma dúvida que nos últimos anos tem andado na mente de muitas pessoas que fazem dos computadores, portáteis, tablet’s e telemóveis as suas ferramentas de trabalho do dia a dia. É uma pergunta pertinente pois num mundo em que o papel está sendo lentamente posto de parte, porque não permite a passagem, quase que instantânea de informação, que necessitamos no nosso dia a dia, no trabalho e nas nossas interações sociais.

Os fabricantes de software e de componentes durante muitos anos basearam-se na rapidez de processamento como forma de semearem a vontade de compra no consumidor, presentemente, a questão do hardware vai tomando um lugar menos importante, para a maioria dos utilizadores, o que interessa agora é a facilidade em movimentar-se dentro do OS e UI dos programas. A informática é agora algo fácil e intuitiva de se usar.




Há quem diga que o Windows da Microsoft é mais fácil de usar e que toda a gente saber usa-lo, há quem defenda, por outro lado a Apple com unhas e dentes, e facto é que os produtos da Apple falam por si. Pode-se defender um e o outro durante horas e não chegar a nenhuma conclusão, mas as diferenças são grandes. Vamos aqui expor algumas dessas diferenças numa tentativa de dar a conhecer os prós e contras entre estes dois sistemas.

Microsoft Windows


Surgiu 1975, empresa criada por Bill Gates e Paul Allen, Inicialmente tendo como base a linha de comandos MS-DOS, que era uma parte integrante do sistema operativo, no entanto, com o avançar dos anos e da tecnologia, em termos de hardware, o Windows foi-se tornando a cada nova versão mais “user friendly” (fácil de usar para o utilizador). O mundo tornou-se ligado pela internet e o Windows começou a construir um monopólio em termos de software, estava em todo o lado. Foi nos anos 90, que a Microsoft, à boa maneira americana, começou a centrar-se não na parte das empresas, nicho que já dominava, mas começou a usar a família como método ou técnica de venda.

Começaram assim a surgir por parte da Microsoft, novas formas de usar o seu OS (sistema operativo) e as aplicações que mais se usam, como o Microsoft Office, estes passaram a receber mais atenção em termos de simplicidade de utilização e na representação visual das UI (Interface de utilizador).

Presentemente, o grande problema dos sistemas com Windows é uma incompatibilidade para com outros sistemas, referindo a troca de ficheiros entre Windows e terceiros, isto e o facto de por vezes encontrar-se demasiados bugs (erros) que podem levar a que se perca muitas vezes trabalho importante em que nos encontramos a trabalhar.

Uma das coisas boas que os sistemas com Windows possuem é a capacidade de melhor o hardware e atualiza-lo, tal como podemos fazer com o software, assim caso um componente se estrague e a garantia do equipamento já tenha acabado, podemos comprar uma peça melhor de substituição.

Apple Os


A primeira palavra que vem à mente é “Lindo”. É sem duvida um regalo para os sentidos, quer seja em termos visuais como de toque.

Steve Jobs arriscou e muito bem. O OS é extremamente simples em termos de utilização (passo que a Google está a levar a novas alturas como o seu ChromeOS, que vai para além da simplicidade com a utilização de um OS assente na Internet e não nos dispositivos), sendo que é muito mais intuitivo e simples que o da Microsoft.




A estabilidade das plataformas (computadores, portáteis, tablet’s, telemóveis e leitores de mp3 e mp4) é muito superior aos sistemas para Windows, pois o hardware é desenvolvido em função do software, um casamento e conceito perfeito no que diz respeito à estabilidade e velocidade. Os materiais usados pela Apple são também um plus, sendo muito agradáveis ao toque e com um design muito próprios, separando-a dos outros fabricantes.

Existem outros beneficios para quem possui equipamentos Apple, como a iCloud(conceito que lhe permite aceder aos seus dados independentemente do dispositivo que esteja a usar) e a AppleTV que lhe permite fazer stream de vídeos, filmes e outros conteúdos do computador para a sua televisão sem fios.

Existe porém ainda uma barreira, que está também presente nos sistemas Windows, a compatibilidade de ficheiros com outros sistemas que não sejam Apple. Podemos falar também de um outro grande impedimento na obtenção de produtos Apple, os preços. Estes conseguem ser o dobro de qualquer outro dispositivo que utilize Windows ou o ChromeOS, fazendo com que apenas alguns, possam adquirir produtos desta marca.

Em suma, por mais que se opine entre um e outro, a escolha é algo muito relativo. Depende do uso que vai dar aos dispositivo e ao seu grau de exigência, para com os sistemas que utiliza no dia a dia. Pondere também acerca do tempo de vida dos dispositivos em que pretende investir, a Apple neste caso é melhor que os restantes. :D


Rua Direita

Título: Windows ou Apple?

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 2

771 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Max

    25-12-2012 às 03:45:26

    A Apple fez muito mais do que o windows. Smartphones, Blckberries, Notebooks, Tablets... Sem a Apple, o nosso mundo seria bem diferente

    ¬ Responder
  • Fernando

    02-11-2012 às 13:35:56

    Estou em via de adquirir um novo notebook e gostaria de ouvir uma opinião sobre qual sistema devo comprar. Sempre trabalhei com Windows, mas por outro lado, sempre me interessei pelo sistema da Apple. Entretanto, tenho receio em comprar o segundo porque acho que perderei muito tempo apredendo como usá-lo em sua plenitude, assim como, que terei muitos problemas de compatibilidade com meus atuais arquivos construídos em plataforma Windows. E tempo é coisa que, definitivamente, não tenho. Confesso que não sei o quanto seria realmente difícil essa mudança. Não sou muito tecnológico, mas também estou muito longe de não saber nada de informática. Minha dúvida é se continuo no Windows ou migro pra Apple? Obrigado desde já.

    ¬ Responder

Comentários - Windows ou Apple?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios