Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > Carro preferido das Mulheres Citroën C3

Carro preferido das Mulheres Citroën C3

Categoria: Automóveis
Visitas: 8
Comentários: 6
Carro preferido das Mulheres Citroën C3

O Citroën é o carro mais vendido para o público feminino no Brasil, segundo pesquisa do site junto às montadoras. Nela, 63% das unidades do compacto são vendidas a mulheres, que vêem no seu espaço, conforto e itens internos, os pontos mais fortes do modelo. Neste ranking o segundo colocado é o Fiat Ideal, que tem quase 65% de consumidoras. O Honda Fiat é famoso pela marca Japonesa, surge em terceiro lugar, com 55% das vendas dirigidas para um publico feminino que vê sua versatilidade interna e as dimensões compactas como destaques.

O estudo webmotores prova que as mulheres têm recebido atenção especial por parte das montadoras, já que desfrutam de grande poder de decisão na hora de comprar um automóvel. A pesquisa apoiou-se na divulgação de dados de vendas e modelos mais comprados pelo publico feminino. Segundo os dados apresentados mostram que a mulher tem subido rapidamente na escala de importância no mercado consumidor de automóveis. Alguns modelos são praticamente projetados tendo em vista as necessidades delas, que procuram um veiculo com bom espaço, vários porta objetos, combinações de cores e opcionais. A mulher comprar o automóvel de dentro para fora ao passo que o homem busca um veiculo de fora para dentro. O levantamento baseou-se nos aspectos citados pelas consumidoras e especialmente pela visibilidade, facilidade de condução, espaço interno, segurança e design, cores e acabamentos, e a presença de portas objetos e combinações de pacotes de opcionais também apareceram como importantes na hora de escolher um carro.

Os campeões de mercados são: Citroën C3(63%) os pontos destacados são o visual diferenciado, a facilidade de condução e o (pequeno) tamanho.

Já o Fiat idéia 60% É um carro que seu retrovisor interno embutido espiar as crianças no banco traseiro. Trás também uma serie de porta objetos e múltiplas e configurações para o espaço interno.

O ronda Fiat (55%) ganhou espaço entre as mulheres pelo modularidade de seu interior, com o sistema que permite carregar objetos longos e altos no interior, e pela facilidade de condução.

Nissan Tiida (50%) o automóvel importado do México, oferece um bom numero de porta objetos e tem um acabamento digno de um carro mais carro.

Fiat punto (45%) A marca incorporou na abertura interna do tanque de combustíveis. Nada tão inovador, e mais relevante, os detalhes apontados pelas mulheres foi o seu design.
Nissan X (35%) - É um utilitário esporte que é o preferido das mulheres pelo espaço interno.

Citroën C4 Pallas (35%) – É de fabricação Francesa e são adquiridos por mulheres pelo conforto e design e a facilidade de dirigir.

Volvo V50 (32,9%)- É do agrado das mulheres pelo conforto do porta-malas e pelo conforto do banco traseiro, outro item do agrado delas é a segurança presente nos automóveis da empresa Sueca.

Volvo XC90(31,1%)- É outro carro que esta na lista dos preferidos pela mulher, e é um dos principais concorrentes da BMW X5.

Honda Civic (30%)- É o carro mais vendido para o público feminino, elas apontam o design, o conforto e a facilidade de dirigir. E tudo isso comprova que as mulheres estão cada vez mais apaixonadas por automóvel.



Waldiney Melo

Título: Carro preferido das Mulheres Citroën C3

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 8

809 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • SophiaSophia

    22-04-2014 às 16:39:30

    Realmente, o Citroen C3 é o preferido mesmo. A Rua Direita adorou seu texto.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAchando absurdos na internet

    19-03-2013 às 14:05:30

    Aprenda a escrever antes sair postando matérias...Rigor, zero. Como espera criar confiança?

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    17-09-2012 às 16:14:07

    É interessante ver que, no que toca à escolha ou à mera preferência de um automóvel, homens e mulheres diferem consideravelmente (como em tantas outras matérias). De facto, a maioria das mulheres parece preferir carros de design mais suave e mais compacto como o Citroen C3 ou recentemente o Fiat 500, enquanto os homens escolhem principalmente pela potência e preferem carros mais desportivos. Claro que me refiro apenas à maioria, existindo carros que agradem ambos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMarcelo

    14-04-2012 às 13:32:31

    Tenho um amigo Marco Antonio, tremendo de um baitola, será que é por isso que ele comprou um C3 ?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCerjynho

    29-12-2011 às 16:18:18

    Nossa quem escreveu isso manja muito de carro. Fiat Ideal, Ronda Fiat, Fiat Ideia...
    Ou se concentrou muito pra colocar o trema no Citroën e esqueceu do resto, ou não manja muito de carro mesmo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria Cecília

    25-04-2011 às 00:30:58

    Estou fazendo um trabalho de pesquisa de mkt sobre os atributos que as mulheres valorizam na hora de comprar um carro. Achei a materia muito relevante, mas não posso deixar de sinalizar os dois erros na seguinte frase: "
    O ronda Fiat (55%) ganhou espaço entre as mulheres pelo modularidade de seu interior..." vale a pena a correção

    ¬ Responder

Comentários - Carro preferido das Mulheres Citroën C3

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um caminho para curar o transtorno alimentar

Ler próximo texto...

Tema: Saúde
Um caminho para curar o transtorno alimentar\"Rua
De acordo com um relatório divulgado em novembro de 2014 pelo Comitê Permanente sobre o Status da Mulher, entre 600 mil a um milhão de canadenses cumprem os critérios diagnósticos para um transtorno alimentar em um dado momento. Problemas de saúde mental com ramificações físicas graves, anorexia e bulimia são difíceis de tratar.

Os programas públicos de internação frequentemente não admitem pacientes até que estejam em condição de risco de vida, e muitos respondem mal à abordagem em grupo. As clínicas privadas costumam ter listas de espera épicas e custos altos: um quarto custa de US$ 305 a US$ 360 por dia.


Corinne lutou juntamente com seus pais contra a bulimia e anorexia por mais de cinco anos. Duffy e Terry, pais de Corinne, encontraram uma clínica na Virgínia. Hoje, aos 24 anos, ela é saudável e está cursando mestrado em Colorado. Ela e seus pais acreditam que a abordagem holística, o foco individualizado e a estrutura imersiva de seu tratamento foram fundamentais para sua recuperação.

Eles sabem que tinham acesso a recursos exclusivos. "Tivemos sorte", diz Duffy. "Podíamos pagar por tudo." Mas muitos não podem.
A luta desta família levou-os a refletir sobre o problema nos Estados Unidos. Em 2013, eles fundaram a Water Stone Clinic, um centro privado de transtornos alimentares em Toronto. Eles fazem yoga, terapia de arte e participam na preparação de refeições, construindo habilidades na vida real com uma equipe de apoio empática. Os programas funcionam nos dias da semana das 8h às 14h, e até agora, não tem lista de espera. Porém essa abordagem é onerosa: aproximadamente US$ 650 por dia.

A família criou a Fundação Water Stone - uma instituição de caridade que fornece ajuda a pacientes que não podem pagar o tratamento. Os candidatos são avaliados por dois comitês que tomam uma decisão baseada na necessidade clínica e financeira. David Choo Chong foi o primeiro a se beneficiar da fundação. Ele havia tentado muitos programas, mas nenhum foi bem sucedido. A fundação pagou metade do tratamento. Dois anos depois, Choo Chong, feliz e estável diz "Water Stone me ajudou a encontrar quem eu sou".

Pesquisar mais textos:

Roberta Darc

Título:Um caminho para curar o transtorno alimentar

Autor:Roberta Darc(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios