Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Máquinas > O futuro está nas máquinas?!

O futuro está nas máquinas?!

Categoria: Máquinas
O futuro está nas máquinas?!

Mas já são horas de acordar? É o despertador que nos chama para o duche, que graças ao sistema de distribuição de águas e de gás e ao esquentador, nos aquece o corpo.

À hora do pequeno almoço vivemos das máquinas que amassaram o pão, fizeram o café (desde a sua produção até à chávena), trataram o leite e das que colheram, seleccionaram e empacotaram os nossos cereais.

Quando escolhemos a vestimenta que protege do frio ou encanta a vista, optamos por um determinado sistema de máquinas que elaborou, confeccionou e distribuiu a roupagem de todo o corpo social humano.

Um momento depois, o relógio indica que é tempo de nos pormos à estrada. Ela própria construída por vários sistemas de maquinaria, permitindo o uso mais rápido de viaturas, também estas geradas por mecanismos de equiparada complexidade. A evolução dos elementos que constituem esses sistemas reflecte directamente a sua crescente qualidade, performance e segurança.

Impensável é a vida actual sem a intervenção das máquinas. Elas ocupam em todas as esferas humanas, um lugar de ajuda complementar na realização de todas as tarefas ou actividades diárias. Basta olhar para os equipamentos que se apresentam no local de trabalho, no lar e no espaço de lazer, cada um com características adequadas às funções ou aos objectivos a que são destinados.

Na Amazónia, nos Himalais, ou algures por aí, há tribos humanas que sobrevivem sem o apoio das máquinas. Mas mesmo assim, para poderem realizar determinadas tarefas, necessitam dos utensílios que consituem a essência-base da sua construção.

Ainda permanece por todo o planeta, um tipo universal de máquina - uma das mais perfeitas - o corpo humano. À semelhança de outra congénere é constituído por um conjunto de mecanismos que desempenham funções específicas. O seu resultado interage em cadeia com outros, de forma a concretizarem um objectivo comum. Qualquer alteração numa das peças do sistema periga a sua coordenação eficiente e o produto final.

Soa por aí, que as máquinas do futuro terão a capacidade de detectar as suas falhas ou desvios e de corrigi-los quase automaticamente. Há cientistas que até prevêem que elas possam substituir as suas peças gastas ou danificadas. Quem sabe se estes avanços nos podem dar uma mãozinha para reduzir a dor e a degeneração dos nossos corpos? As investigações biónicas crêem que sim. Resta saber em que formato.



Carla Santos

Título: O futuro está nas máquinas?!

Autor: Carla Santos (todos os textos)

Visitas: 0

631 

Comentários - O futuro está nas máquinas?!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios