Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Instrumentos Musicais > Foi na Loja do Mestre André

Foi na Loja do Mestre André

Visitas: 48
Comentários: 1
Foi na Loja do Mestre André

Qual de nós já não cantou a música tão conhecida entre as crianças – “Foi na Loja do Mestre André”.” Para algum, esta cantiga remota à infância, para outros já mais experientes nas andanças da vida, a canção lembra os tempos em que se ensinavam brincadeiras aos filhos e aos netos.

As cantigas para crianças têm sempre um cariz de aprendizagem, isso é a verdade, e a Loja do Mestre André não é uma exceção! Mas o que ensina as crianças esta canção de autoria desconhecida, mas imortalizada por Carlos Alberto Moniz.

Não ensina que só o Mestre André vende instrumentos, nem o Dó Ré Mi. Ensina sim, os sons transmitidos pelos instrumentos.

Foi na Loja do Mestre André
Que eu comprei um pianinho
Plim, plim, plim, um pianinho
Ai olé, Ai olé, Foi na Loja do Mestre André...
Tum, tum, tum, um tamborzinho...
Tá, tá, tá uma corneta...
Tiro-liro-liro um pifarito...

As crianças são perfeitas esponjas de conhecimentos e cultura. Absorvem tudo o que vêm e ouvem, e da forma mais criativa, fazem a sua própria interpretação.

Existem ainda musicas e histórias que ensinam as crianças que o piano não faz só plim, plim, plim, ou que o pifaro é somente um nas dezenas de instrumentos de sopro que podemos encontrar.

Ajudar uma criança a identificar os instrumentos pelos sons é bastante importante, mas perde o interesse se a informação ficar por aí.

Existem no mercado livros que ensinam a origem dos instrumentos. Não basta o som dos mesmo, a história, o país onde foram criados é tão importante quanto o som que emitem. Muitas vezes a história até justifica a sonoridade.

Aprender que o violino de Stradivarius foi um aperfeiçoamento de outros instrumentos de cordas de um curioso Italiano que se chamava Antonius Stradivarius, ou que existia um instrumento antes do piano que era o cravo, mas que em Florença, em 1700, um homem chamado Bartolomeu decidiu aperfeiçoar e criar o que faz hoje o conhecido plim, plim, plim...

Se um livro não emite sons (na grande maioria das vezes), opte por um DVD. Existem vários no mercado, e em vez de optar pelos bonecos animados violentos e que ocupam os olhos curiosos das crianças, escolha sbre instrumentos.

Uma boa alternativa á levar os seus filhos a espaços destinados ao conhecimento da música. Aqui aprende-se de tudo. Desde o toque, ao som, às mil e uma histórias que existem para contar sobre quase todos os instrumentos musicais.

Permita que os seus filhos conheçam a música para além de pouca sonoridades. Quem sabe não tem nos seus filhos uns futuros músicos de renome.


Carla Horta

Título: Foi na Loja do Mestre André

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 48

793 

Imagem por: HippieDude

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • marina

    15-06-2013 às 14:35:28

    oi garela tudo bem

    ¬ Responder

Comentários - Foi na Loja do Mestre André

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: HippieDude

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios