Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Máquinas > Criatividade mantém-se humana

Criatividade mantém-se humana

Categoria: Máquinas
Criatividade mantém-se humana

Sentimento trava evolução da máquina

O Erro de Descartes foi defender o “penso, logo existo”. Como o provou António Damásio, neurologista e autor do livro indicado a sublinhado, a origem do pensamento e da criatividade, suporte das acções técnicas e da resolução de problemas (as mais-valias dos recursos humanos de qualquer empresa), reside no uso dos sentidos e do seu estímulo constante.

A máxima legítima seria então “sinto, logo existo, logo penso” ou “sinto, logo penso”.

É, sobretudo, por esta incapacidade de sentir, que a máquina não pode substituir a acção humana no tecido empresarial.

Falta-lhe a criatividade, o valor da cooperação e do empenho na execução de tarefas e o espírito de entrega na construção de um ambiente positivo e de uma imagem empresarial activa e construtiva, que finca a sua postura no mercado.

Os recursos humanos motivados são os braços e as pernas do corpo da empresa.

Dessa forma, constituem o seu motor de avanço no mercado com força e inteligência suficientes para transformar as dificuldades em lições de aprendizagem vantajosas, em particular, na prestação de um serviço personalizado que marque a diferença entre tantos outros similares e a distinga positivamente da concorrência.


Rua Direita

Título: Criatividade mantém-se humana

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

605 

Imagem por: furibond

Comentários - Criatividade mantém-se humana

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: furibond

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios