Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Saiba como exibir o mapa da rede no Windows 7

Saiba como exibir o mapa da rede no Windows 7

Categoria: Informática
Visitas: 36
Saiba como exibir o mapa da rede no Windows 7

Em versões anteriores ao Windows Vista, mapear a rede para saber quantos e quais equipamentos estava conectado nela, seja doméstica ou empresarial, era um trabalho um pouco árduo. A partir do Vista, essa tarefa ficou muito mais simples de ser executada e sem a necessidade de um grande conhecimento em informática.

E o melhor de tudo, você não precisa de nenhum software específico para realizar essa tarefa, pois é tudo feito pelo próprio sistema operacional. Confira um breve tutorial de como proceder para mapear a sua rede com o Windows 7.

Diagrama de Conexão

Para iniciar os procedimentos, é preciso acessar a “Central de Rede e Compartilhamento”, o que é possível fazer de duas maneiras.

A primeira: Entre no menu “Iniciar”, acesse o “Painel de Controle” e depois vá para a opção “Central de Rede e Compartilhamento.

A segunda: clique com o botão direito do mouse sobre o ícone de conexão (geralmente ao lado do controlador de áudio ou o relógio, na barra de tarefas) e selecione a opção “Abrir a Central de Rede e Compartilhamento”.

Ambas as formas citadas acima irão levar para uma nova janela, onde você deve clicar na opção “Visualizar mapa completo”.

Após isso, o sistema lhe mostrará informações referentes ao diagrama de sua rede, os dispositivos conectados via cabo, roteadores, entre outros. Mas somente as máquinas conectadas por cabo irão aparecer no diagrama. Os computadores ou notebooks que estiverem conectados via Wi-Fi, serão exibidos no final da janela, abaixo da mensagem “Os Dispositivos a seguir não podem ser colocados no mapa”.

Se você precisar ou quiser saber mais detalhes sobre cada dispositivo, basta posicionar o mouse sobre ele e aguardar. Surgira uma tela com os endereços IPv4, IPv6 e o endereço físico da placa de rede (MAC).

Você também pode acessar algum compartilhamento público de alguma máquina (se houver) ou fazer acesso remoto (se estiver habilitado). Basta clicar com o botão direito em cima do micro desejado e optar pela opção que preferir.

Se essas funções não estiverem habilitadas, você pode tentar ativa-las abrindo as “Configurações de Compartilhamento Avançadas” das máquinas e conferir se as opções “Compartilhamento de pasta pública” e “Descoberta de Rede” estão habilitadas.

O acesso remoto deve ser habilitado no computador que será acessado, clicando com o botão direito do mouse sobre o ícone “Meu Computador” (ou “Computador”), opção “Configurações Avançadas do Sistema”, Aba “Remoto”, ativando a opção “Permitir conexões de Assistência Remota para este computador”.


Lucas Souza

Título: Saiba como exibir o mapa da rede no Windows 7

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 36

761 

Comentários - Saiba como exibir o mapa da rede no Windows 7

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios