Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Como calibrar o seu monitor - Perfeito!

Como calibrar o seu monitor - Perfeito!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Informática
Como calibrar o seu monitor - Perfeito!

Para ver as imagens da forma como estavam destinadas a ser vistas, o monitor pode precisar ser calibrado. Se for um web designer, fotógrafo digital ou gráfico profissional, este assunto é especialmente importante. Provavelmente não quererá passar horas a escolher o esquema de cores subtil e perfeito só para ver uma imagem que o ilude confirmada na impressão de má qualidade que sairá da sua impressora. Assim, facilmente poderá resolver este problema de modo que o que vê no monitor seja, realmente, aquilo que vai surgir na impressão.

Antes de calibrar, verifique a resolução do ecrã. Escolha a maior resolução disponível, a menos que o texto fique muito pequeno. Se estiver a usar um monitor LCD, verifique o manual ou caixa para a resolução "nativa". Defina o seu computador de acordo com esta resolução.
Verifique agora se o seu monitor de computador está no modo cor mais alto ou no modo de 24 bits. Se o seu monitor for a cores de 16 bits, não haverá profundidade de cor suficiente para o processo de calibração.

No Windows, constate isso, clicando na área de trabalho com o botão direito e escolhendo 'Propriedades Gráficas'. Se o seu ambiente for Mac, vá até 'Preferências' e em seguida clique em 'Displays' e depois escolha 'Cores: Milhões'.

Deixe o monitor aquecer por pelo menos 15 minutos (preferencialmente 30) antes de iniciar a calibração. Isso irá garantir que o seu computador estará 100 por cento pronto no momento do ajuste.

Certifique-se de que não há reflexos ou brilhos intensos ou que a luz direta esteja a atingir o seu ecrã. O quarto não tem que ser escuro, mas a luz ambiente não deve interferir com a forma como vê o que está no monitor.

Imprima uma foto de teste numa impressora de qualidade profissional. Escolha uma foto com luz do dia com uma pessoa que tenha um tom natural de pele e imprima-a usando as configurações de alta qualidade e resolução para papel fotográfico brilhante. Deixe secar longe da luz direta do sol por algumas horas para que as cores possam ficar permanentemente definidas.

Calibre o monitor do computador ajustando o seu contraste e controlos de brilho. Eles estão localizados na parte frontal do seu monitor ou num menu que aparecerá no monitor. Procure um ecrã de teste de calibração on-line através da realização de uma pesquisa.

A ferramenta de calibração básica gratuita pode ser encontrada também recorrendo à Internet. Abra o arquivo da imagem que acabou de imprimir. Agora, coloque a foto impressa ao lado da imagem original que surge no ecrã e compare.

Ajuste o brilho, contraste e níveis de cor (vermelho, verde, azul) do seu monitor até que a imagem no ecrã se assemelhe à foto impressa, tanto quanto possível. Isso leva tempo e um bom olho para a perceção da cor. Continue para a etapa seguinte, se quiser usar software para calibrar o monitor.

Use software básico como o Adobe Gamma (se você tiver o Adobe Photoshop 7 ou inferior instalado), QuickGamma (que é gratuito), Apple ColorSync, ou Monica para Linux para calibrar o monitor.

Para aceder ao Adobe Gamma, clique em "Iniciar", "Configurações" e "Painel de Controlo". Para todo o 'software' mencionado acima, siga as instruções passo-a-passo para realizar a calibração. Estes procedimentos irão fornecer uma calibração básica para os usuários casuais de Photoshop que não imprimem muitas fotografias.

Compre software especializado usado em conjunto com um colorímetro (um dispositivo que lê os valores de cores reais produzidos pelo monitor) se a precisão da cor for fundamental para a sua profissão.

Concluindo, calibre o monitor a cada 2 a 4 semanas para conseguir manter uma acuidade visual ideal.


Ruben Duarte

Título: Como calibrar o seu monitor - Perfeito!

Autor: Ruben Duarte (todos os textos)

Visitas: 0

805 

Comentários - Como calibrar o seu monitor - Perfeito!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios