Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Energias Renováveis > O potencial energético da biomassa no Brasil

O potencial energético da biomassa no Brasil

Visitas: 16
O potencial energético da biomassa no Brasil

Com dimensões continentais o Brasil tem capacidade para produzir energia de inúmeras maneiras, mas mesmo assim o país tem potencial limitado para gerar eletricidade e para alimentar suas indústrias e veículos. A dependência de combustíveis fósseis, escassos e nocivos ao ambiente só pôde ser superada graças aos recursos da biomassa, que compreendem todos os combustíveis com origem em compostos orgânicos provenientes de animais ou vegetais.

O êxito do Brasil na utilização dos recursos da biomassa só poderia ter ocorrido graças aos programas governamentais, que desde a década de 1930 incentivaram a utilização do etanol como aditivo na gasolina. Antes mesmo da criação da Petrobrás. Hoje o etanol é um dos componentes de maior importância na matriz energética brasileira e o maior exemplo da utilização da biomassa no Brasil. Proveniente da destilação de diversas matérias-primas, o etanol representa um dos produtos mais utilizados no cotidiano das pessoas. Uma considerável parcela do combustível que abastece os veículos no Brasil vem dessa fonte de biomassa.

Atualmente o país é um dos que mais se aproveita de sua biomassa para geração de energia. O clima favorável, a grande quantidade de terras agricultáveis e o grande potencial da cana-de-açúcar em gerar etanol a partir de sua destilação garantiram a viabilidade de um dos maiores programas de geração de energia biomassa do mundo. Oscilações no preço do petróleo e a tecnologia Flex, de origem nacional, deram ainda mais longevidade à matriz de biomassa.

O potencial gerado por fontes biomassa pode ser obtido de inúmeras fontes. É o caso do próprio bagaço da cana-de-açúcar, a segunda fonte mais utilizada na geração de energia biomassa no Brasil. Graças à grande quantidade de usinas de etanol existentes no país, o bagaço resultado da produção agrícola é abundante e de fácil manejo. O material é aproveitado nas próprias usinas, que utilizam a sua queima para gerar energia.

A grande disponibilidade de solo para o plantio e para a criação de animais faz da biomassa no Brasil uma limpa e barata alternativa em relação aos combustíveis fósseis. Mesmo o excremento e outros materiais que antes eram considerados apenas como resíduos ou rejeitos de produção podem ter outro destino. Insumos menos convencionais também podem ser utilizados na geração de energia biomassa. É o caso da indústria de móveis que a partir da queima das aparas de madeira, serragem, palha ou outros compostos orgânicos pode obter sua própria energia elétrica.


Rua Direita

Título: O potencial energético da biomassa no Brasil

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 16

711 

Comentários - O potencial energético da biomassa no Brasil

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios