Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Energias Renováveis > O potencial energético da biomassa no Brasil

O potencial energético da biomassa no Brasil

Visitas: 16
O potencial energético da biomassa no Brasil

Com dimensões continentais o Brasil tem capacidade para produzir energia de inúmeras maneiras, mas mesmo assim o país tem potencial limitado para gerar eletricidade e para alimentar suas indústrias e veículos. A dependência de combustíveis fósseis, escassos e nocivos ao ambiente só pôde ser superada graças aos recursos da biomassa, que compreendem todos os combustíveis com origem em compostos orgânicos provenientes de animais ou vegetais.

O êxito do Brasil na utilização dos recursos da biomassa só poderia ter ocorrido graças aos programas governamentais, que desde a década de 1930 incentivaram a utilização do etanol como aditivo na gasolina. Antes mesmo da criação da Petrobrás. Hoje o etanol é um dos componentes de maior importância na matriz energética brasileira e o maior exemplo da utilização da biomassa no Brasil. Proveniente da destilação de diversas matérias-primas, o etanol representa um dos produtos mais utilizados no cotidiano das pessoas. Uma considerável parcela do combustível que abastece os veículos no Brasil vem dessa fonte de biomassa.

Atualmente o país é um dos que mais se aproveita de sua biomassa para geração de energia. O clima favorável, a grande quantidade de terras agricultáveis e o grande potencial da cana-de-açúcar em gerar etanol a partir de sua destilação garantiram a viabilidade de um dos maiores programas de geração de energia biomassa do mundo. Oscilações no preço do petróleo e a tecnologia Flex, de origem nacional, deram ainda mais longevidade à matriz de biomassa.

O potencial gerado por fontes biomassa pode ser obtido de inúmeras fontes. É o caso do próprio bagaço da cana-de-açúcar, a segunda fonte mais utilizada na geração de energia biomassa no Brasil. Graças à grande quantidade de usinas de etanol existentes no país, o bagaço resultado da produção agrícola é abundante e de fácil manejo. O material é aproveitado nas próprias usinas, que utilizam a sua queima para gerar energia.

A grande disponibilidade de solo para o plantio e para a criação de animais faz da biomassa no Brasil uma limpa e barata alternativa em relação aos combustíveis fósseis. Mesmo o excremento e outros materiais que antes eram considerados apenas como resíduos ou rejeitos de produção podem ter outro destino. Insumos menos convencionais também podem ser utilizados na geração de energia biomassa. É o caso da indústria de móveis que a partir da queima das aparas de madeira, serragem, palha ou outros compostos orgânicos pode obter sua própria energia elétrica.


Rua Direita

Título: O potencial energético da biomassa no Brasil

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 16

711 

Comentários - O potencial energético da biomassa no Brasil

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios