Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Decoração > Decoração – O Que Não Deve Fazer!

Decoração – O Que Não Deve Fazer!

Categoria: Decoração
Comentários: 16
Decoração – O Que Não Deve Fazer!

Já aqui se falou muitas vezes sobre os gostos de cada um. O que é feio para uns, para outros pode ser o ex-líbris da beleza. Se todos gostássemos do mesmo, a vida era aborrecida e não existiam temas a ser discutidos e conversados. As diferenças entre os nossos gostos são saudáveis e nada como todos diferentes, todos iguais.

Na decoração da casa de cada um, o mote é exactamente o mesmo. Cada um decora a sua casa da maneira que quer e quando consideramos a nossa casa como o nosso castelo, o fundamental é que a nossa sala seja decorada ao nosso jeito e que o quarto seja a nossa cara. Se muitas vezes não podemos escolher a nossa casa preferida por motivos financeiros, a decoração do seu interior pode ser já bem diferente.

Desde o estilo clássico ao moderno, as linhas dos nossos móveis podem ser redondas, grossas e robustas, mas também lisas, esguias e rectas, bem ao estilo contemporâneo, a decoração da nossa casa pode ser das mais diferentes formas.

Há quem escolha uma decoração colorida bem ao estilo Mexicano, em tons de preto e branco num estilo minimalista ou quente como as decorações Indianas. A moda da decoração étnica feio para ficar muitos anos, mas o estilo clássico continua a fazer muitos amantes. Independentemente do estilo que deseja obter na sua casa, existem alguns erros que se cometem com alguma frequência que são facilmente evitáveis.

Encher todos os recantos da assoalhada que está a decorar. Menos é mais, e não julgue que colocar quadros, molduras, pratos ou plantas penduradas em todas as paredes é sinal de bom gosto. Opte por estilo simples nas paredes para que a sala não fique se espaço para respirar.

Também do chão podemos falar. Tapetes de estilos diferentes na mesma assoalhada nunca devem ser vislumbrados. Se opta por um tapete de Arraiolos, nunca o misture dentro da mesma sala com um tapete moderno.

Nos móveis, pode misturar os dois estilos, mas não se esqueça que uma delas tem de predominar. Por exemplo, pode optar por uma sala de estilo moderno, mas acrescentar uma escrivaninha antiga.

Plantas nas assoalhadas são sempre uma boa ideia, mas os vasos tem de estar em harmonia e não se esqueça de que estamos a falar de uma assoalhada e não de um jardim. Não vá em exageros.

Se quer colocar papel de parede, tenha em atenção os padrões dos acolchoados ou sofá e dos cortinados. Grandes misturas numa só sala, enchem um espaço generoso que pode transformar-se de repente num espaço muito pequeno.


Carla Horta

Título: Decoração – O Que Não Deve Fazer!

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

709 

Imagem por: back_garage

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 16 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    30-09-2014 às 23:03:30

    Mesmo que tenhamos gostos e preferências distintas, é sempre bom contar com quem entende do assunto, com um profissional. Gostei muito dessas dicas do que não fazer na decoração e bem relevante para os dias atuais.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    26-04-2014 às 19:26:54

    É bom sabermos como deixar um ambiente mais decorado a fim de trazer harmonia e uma sensação agradável a todos. Essas dicas de o que não fazer são muito boas.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    06-10-2012 às 17:03:45

    Várias paredes coloridas em um mesmo ambiente,muitos objetos coloridos ou sofás com estampas grandes.Nada disso pode ser feito dentro de uma decoração.Claro que tem muita coisa que não pode ser feita,porém mesmo assim as pessoas continuam fazendo.

    ¬ Responder
  • Maria GabrielaMaria Gabriela

    04-10-2012 às 14:44:05

    A decoração é algo bastante complexo, mas efetivamente o mais importante é cada um sentir-se bem no seu espaço, porque não podemos ser todos iguais, o que para uns é lindo para outros é horrível. E o que interessa ter uma decoração maravilhosa e depois não nos sentirmos confortáveis. A nossa casa é o sitio onde supostamente podemos descansar depois de um dia de trabalho, por isso é importante que acima de tudo, esteja confortável.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    03-10-2012 às 10:03:38

    A decoração reflete muito daquilo que somos e a nossa personalidade.Assim se a leitora pretende decorar algum espaço na sua casa não se importe de revelar seus gostos por mais excêntricos que eles sejam.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    02-10-2012 às 06:29:46

    Tudo em excesso é prejudicial e isso se aplica quando o assunto é decoração.Consulte um profissional de decoração e ele com certeza planejará uma decoração equilibrada, que une a beleza e a harmonia entre as cores e os diversos objetos utilizados na decoração.Tem pessoas que acham que lotando o ambiente de objetos de decoração, estarão fazendo a coisa certa, mas isso está longe da verdade, uma decoração bem feita é equilibrada em todos os sentidos.

    ¬ Responder
  • Ruben GonçalvesRuben Gonçalves

    30-09-2012 às 23:00:39

    Efetivamente uma decoração simples pode ser a escolha mais acertada, é mais económico e permite uma maior noção de espaço. Pensar bem no que vamos fazer exatamente no local que estamos a decorar é sem dúvida a maior ajuda para não cometer erros.

    ¬ Responder
  • Cristina SousaCristina Sousa

    27-09-2012 às 12:19:00

    Não se deve decorar por impulso. Antes de iniciar deve-se fazer um estudo da finalidade e funcionalidade do espaço. Na seleção dos móveis, cortinados, tapetes e demais acessórios, é importante haver a conjugação com a cor das paredes.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    27-09-2012 às 00:03:16

    Parabéns pelo artigo Carla Horta,muitas vezes as pessoas começam a encher o ambiente e acham que se deixar a sala ou o quarto abarrotados de coisas, a decoração vai ficar perfeita.Menos é mais como você mesma bem disse,a melhor decoração é aquela que embeleza o ambiente mas sem exageros, misturar peças que não combinam com certeza vai trazer o resultado inverso do que se planejou, por isso é bom contratar um especialista em decoração

    ¬ Responder
  • Lucas SouzaLucas Souza

    24-09-2012 às 15:41:09

    Muito interessante o seu texto Carla Horta, realmente essas dicas podem ajudar muitas pessoas na hora de escolher as decorações para sua casa ou apartamento. Até mesmo em outros ambientes, como festas, confraternizações com a família, enfim, diversas são as maneiras de aplicar as informações que você disseminou aqui pelo ruadireita. Agora estou mais por dentro de como tornar a decoração de um ambiente mais harmoniosa e não exagerar. Muito obrigado e continue sempre assim!

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    24-09-2012 às 14:07:08

    Essas dicas de decoração sempre foi minha curiosidade. Adoro decorações de ambientes, de festas, casamentos, formaturas, enfim, tudo que estiver relacionado com decoração fico ansiosa para saber e saber mais informações. Acredito que o que você colocou em seu texto são os mais recomendados, pois mostram o que não se deve fazer e isso também é importante saber. Ter essas informações nos ajudarão a melhorar nossas escolhas e nos dará compreensão mais abrangente. Muito bom!

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    24-09-2012 às 13:03:34

    Olá autora, Carla Horta, tudo bem? Parabéns pelo seu texto, está bem completo e é de fácil entendimento para todas as pessoas que desejam encontrar boas dicas. Gostei de todas as informações que encontrei aqui e agora sei algumas coisas que não podem ser empregadas na decoração, para não deixar o ambiente feio. Com boas dicas assim, fica mais fácil escolher os itens certos para não errar na decoração. Obrigada pelas informações, boa escrita, ateh.

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    24-09-2012 às 00:13:30

    o que eu nuca vou fazer é colocar papel de parede nas quatro paredes da divisão, uma moda muito em voga à quarenta anos atrás. acho que tudo deve ser de forma medida. pintar as paredes das quatro diversões é algo que também não me agrada, pior se for cores escuras. uma decoração com muitos objectos também se torna excessivo para a nossa vista, pois temos muitos pontos onde focar-nos. parabéns pelo tema.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    22-09-2012 às 18:16:42

    Com a decoração, tal como com o vestuário, é muito fácil cairmos no erro. Muitas vezes exageramos, misturando cores e padrões que não deveriam ser misturados, e outras, pelo contrário, deixamos tudo demasiado simples, o que pode transformar estar em casa numa verdadeira monotonia. Gostei das suas dicas, uma vez que primam pela exatidão e são óptimas para quem tem dúvidas acerca das regras básicas de decoração. Desde que seguidas, o sucesso será garantido!

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    22-09-2012 às 18:08:35

    Dicas do que não fazer em matéria de decoração são sempre bem vindas.Muitas pessoas não sabem como decorar e se sentem perdidas quando tem que decorar um ambiente qualquer e então começam a surgir os erros.Por isso é bom ler esse tipo de texto que deixa bem claro o que pode e o que não pode fazer.

    ¬ Responder
  • André BelacorçaAndré Belacorça

    21-09-2012 às 21:56:07

    Penso que não deve misturar muito decoração no mesmo sítio, tudo ao monte, muitas cores conjugadas, são detalhes muito desfavorecidos numa casa, na minha opinião claro, são muito variadas as opiniões das pessoas.

    ¬ Responder

Comentários - Decoração – O Que Não Deve Fazer!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A história da fotografia

Ler próximo texto...

Tema: Fotografia
A história da fotografia\"Rua
A história e princípios básicos da fotografia e da câmara fotográfica remontam à Grécia Antiga, quando Aristóteles verificou que os raios de luz solar e com o uso de substâncias químicas, ao atravessarem um pequeno orifício, projetavam na parede de um quarto escuro a imagem do exterior. Este método recebeu o nome de câmara escura.

A primeira fotografia reconhecida foi uma imagem produzida em 1826 por Niepce. Esta fotografia foi feita com uma câmara e assente numa placa de estanho coberta com um derivado de petróleo, tendo estado exposta à luz solar por oito horas, esta encontra-se ainda hoje preservada.

Niepce e Louis –Jacques Mandé Daguerre inciaram em 1829 as suas pesquisas, sendo que dez anos depois foi oficializado o processo fotográfico o nome de daguerreótipo. Este processo consistia na utilização de duas placas, uma dourada e outra prateada, que uma vez expostas a vapores de iodo, formando uma pelicula de iodeto de prata sobre a mesma, ai era a luz que entrava na camara escura e o calor gerado pela luz que gravava a imagem/fotografia na placa, sendo usado vapor de mercúrio para fazer a revelação da imagem. Foi graças á investigação realizada por Friedrich Voigtlander e John F. Goddard em 1840, que os tempos de exposição e revelação foram encurtados.




Podemos dizer que o grande passo (não descurando muitas outras mentes brilhantes) foi dado por Richard Leach Maddox, que em 1871 fabricou as primeiras placas secas com gelatina, substituindo o colódio. Três anos depois, as emulsões começaram a ser lavadas com água corrente para eliminar resíduos.

A fotografia digital


Com o boom das novas tecnologias e com a capacidade de converter quase tudo que era analógico em digital, sendo a fotografia uma dessas mesmas áreas, podemos ver no início dos anos 90, um rápido crescimento de um novo mercado, a fotografia digital. Esta é o ideal para as mais diversas áreas do nosso dia a dia, seja a nível profissional ou pessoal.

As máquinas tornaram-se mais pequenas, mais leves e mais práticas, ideais para quem não teve formação na área e que não tem tempo para realizar a revelação de um rolo fotográfico, sem necessidade de impressão. Os melhores momentos da nossa vida podem agora ser partilhados rapidamente com os nossos amigos e familiares rapidamente usando a internet e sites sociais como o Facebook e o Twitter .

A primeira câmara digital começou a ser comercializada em 1990, pela Kodak. Num instante dominou o mercado e hoje tornou-se produto de consumo, substituindo quase por completo as tradicionais máquinas fotográficas.

Sendo que presentemente com o aparecimento do FullHD, já consegue comprar uma máquina com sensores digitais que lhe permitem, além de fazer fotografia, fazer vídeo em Alta-Definição, criando assim não só fotografias quase que perfeitas em quase todas as condições de luz bem como vídeo com uma qualidade até agora impossível no mercado do vídeo amador.

Tirar fotografias já é acessível a todos e como já não existe o limite que era imposto pelos rolos, “dispara-se” por tudo e por nada. Ter uma máquina fotográfica não é mais um luxo, até já existem máquinas disponíveis para as crianças. Muitas vezes uma fotografia vale mais que mil palavras e afinal marca um momento para mais tarde recordar.

Pesquisar mais textos:

Bruno Jorge

Título:A história da fotografia

Autor:Bruno Jorge(todos os textos)

Imagem por: back_garage

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    05-05-2014 às 03:48:18

    Como é bom viver o hoje e saber da história da fotografia. Isso nos dá a ideia de como tudo evoluiu e como o mundo está melhor a cada dia produzindo fotos mais bonitas e com qualidade!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios