Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Salinas de Portugal

Salinas de Portugal

Categoria: Viagens
Visitas: 82
Comentários: 2
Salinas de Portugal

Existe uma serie de salinas em Portugal que produzem sal. O nosso país sempre foi um bom produtor deste tempero, chegando a exportar. No entanto, nos dias de hoje devido a condição socio-economia que o país atravessa, encontra-se estagnada.

O sal é um tempero que usamos regularmente em diversas refeições e doces. No entanto aconselha-se o reduzido consumo, devido a causar tensão alta e outros problemas.
As salinas estão espalhadas ao longo do território nacional, como as famosas salinas de Rio Maior, as salinas de Alcochete, da Figueira da Foz, do Tejo, de Aveiro, Sado e muitas mais.

Prevê-se que o aparecimento pela primeira vez de salinas em Portugal tenha sido no ano 959, em Aveiro, mantendo-se até aos dias de hoje. Poderá se observar os mantos cristalinos de sal marinho e os marnotos a juntar o sal com a rigorosa calma e com aquelas pás de madeira nos meses de julho, agosto e setembro.

As salinas de Rio Maior são das mais antigas e bonitas de se ver. Foram datadas num painel de madeira e gravado com a data de 1177. Nos dias que decorrem não existe mar nenhum em Rio Maior, sendo o mais próximo a trinta quilómetros, levando muitas pessoas a interrogar-se de como apareceu o sal nessa cidade. Pois é, Rio Maior é a única cidade em Portugal que tem salinas no seu interior e que produzem mesmo sem mar perto, considerada como Património Nacional.

Na verdade, noutros tempos realmente passava o mar, onde hoje são salinas. Existe ainda um poço perto das salinas, com nove metros de profundidade que liga á corrente de água doce, tornando-se logo salgada. Segundo os exames feitos a esta água, foi determinado que se tratava de sal puro, com noventa e oito por cento de cloreto de sódio, ou seja, chega a ser seis vezes mais salgada que o mar. Estima-se que a água do poço se tenha formado a cerca de milhões de anos.

Observando as salinas de Rio Maior e as salinas de Aveiro, pode parecer rigorosamente iguais, mas o sabor numa boa refeição no ato de temperar, consegue degustar a diferença entre o sal marinho e o sal de cloreto de sódio. Apesar de ambos serem sal, de aspeto semelhante e servir para temperar, o sal marinho torna-se muito saboroso.


Sandra Mendes

Título: Salinas de Portugal

Autor: Sandra Mendes (todos os textos)

Visitas: 82

682 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    20-04-2014 às 17:30:21

    A Rua Direita incentiva a todos a desfrutarem desse lugar. É encantador!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 22:08:14

    engraçado o seu texto, pois a casa dos meus pais fica alguns metros das salinas de Rio Maior. são magníficas. também já tive perto das salina de Aveiro, e também gostei. contudo, tenho uma ligação mais sentimental com as salinas de Rio Maior. um tio meu têm lá um talha e de imenso jeito para a família. é uma zona muito bonita com a serra de aire e candeeiros ao lado.

    ¬ Responder

Comentários - Salinas de Portugal

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso

Ler próximo texto...

Tema: Publicidade
Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso\"Rua
Para todos os tipos de negócios, produtos ou serviços, se pretende obter resultados é fundamental divulgar. Não adianta ficar preso a ideia de que o seu trabalho é bom se ninguém sabe que ele existe. Seria como ter uma biblioteca contendo todo o tipo de informação sobre os mais variados temas no fundo do mar, ou no meio de uma floresta desconhecida. Afinal, o que faria com tanta informação se não tem acesso a ela?

Vamos entender o seguinte; quanto maior o número de pessoas receberem diariamente informação sobre o negócio em questão, maior a possibilidade de retorno, mesmo que seja de 1% ou menos. O mais importante é se fazer presente e não perder o foco, o que significa que, mesmo o retorno parecendo ser relativamente pequeno, sem nenhuma divulgação, seria um fracasso.

Dicas para fazer divulgação:

Primeiro é preciso determinar quais os veículos irá utilizar como ferramenta de marketing, depois, quanto tempo irá empregar nessa tarefa e criar um script (texto) de abordagem e apresentação que seja atraente, porém não muito extenso.

Com a oportunidade que a internet nos dá atualmente, é o meio de divulgação mais rápido, barato e prático que se pode ter, porém, não se empolgue muito. É preciso seguir alguns passos para que de fato dê certo. Usar a internet como mecanismo para divulgar, não é ficar atirando para todos os lados sem seguir uma estratégia que funcione como porta de atração.

Então, comece criando um site ou blog e contrate um serviço de hospedagem, os sites grátis têm extensão do fornecedor, o que pode tirar a característica de algo profissional, mas lembre-se de registrar um domínio, há muitos serviços de hospedagem com preço baixo.

Faça inscrição nas principais redes sociais e atualize todos os dias, é uma ótima ferramenta.
~
Crie anúncios e insira nos sites de classificados, como por exemplo, aqui no Rua Direita, que é grátis e tem grande número de visitações diárias.
Prepare uma campanha de incentivo usando o YouTube, com um vídeo explicativo de no máximo 2 minutos. O mais importante aqui é despertar o interesse para que visitem o site.

Faça uma lista de todos os seus contatos e envie informativo por e-mail, mas cuidado para não praticar spam, ou seja; enviar para quem não conhece ou não lhe autorizou. Telefone para os amigos e familiares e conte as novidades sobre o trabalho com simpatia e entusiasmo. Peça a eles indicação para que possa também falar com os contatos deles e o principal; acredite no sucesso, se empenhe com seriedade e determinação.

Pesquisar mais textos:

*lss Cabelos *

Título:Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso

Autor:*lss Cabelos *(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios