Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Telemóveis > Um bom celular

Um bom celular

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Telemóveis
Comentários: 2
Um bom celular

Primeiro temos que definir o que é bom para cada pessoa.

Tem gente que gosta de celular que tem tudo: mp3, mp4, toques personalizados, acesso a internet, espaço para dois chips, máquina fotográfica, filmadora, enfim, um verdadeiro combo (do inglês combination).

Tem gente que acha que celular bom é aquele resistente a tombos e quedas, algo inevitável porque sempre o deixamos próximo de nossa mão, na bolsa ou junto ao corpo.

Também há pessoas que confundem o aparelho com sua bateria. Se não bem utilizada, a bateria vicia e torna a utilização plena do aparelho impossível. Para maior durabilidade da bateria o importante é ter uma coisa em mente: para carregá-la deve deixá-la totalmente descarregada. O processo de recarga não deve ser interrompido pois sua interrupção também vicia a bateria. Caso isso ocorra por acidente, após uma interrupção acidental (por manuseio ou oscilação de energia elétrica), não continue o processo, a deixe descarregar novamente, até carga zero. Interessante é ter sempre uma bateria sobressalente, devidamente carregada, principalmente se pretende viajar para local que não sabe se vai ter energia elétrica adequada para carregar a sua bateria (praia, camping, em prática de montanhismo...), pois em certas ocasiões, um celular pode salvar sua vida, caso precise de socorro.

Já que a tecnologia existe para melhorar o nosso dia a dia, um celular também tem que ser pequeno, bonito e por que não barato?

A concorrência das marcas e algumas fábricas instaladas em países com mão de obra barata, deixaram os aparelhos mais acessíveis. Até crianças a partir dos sete anos já tem o seu.

Existem pessoas que confundem também o aparelho com sua operadora. Muitas vezes se está em um local cuja antena ou repetidora não tem cobertura, fica-se sem sinal e culpa-se o celular (o aparelho).

O que ainda incomoda é o preço da tarifa, que até já foi mais cara, mas ainda continua num patamar considerado caro. Com a concorrência também entre as operadoras, é possível fazer pacotes e planos de acordo com o seu perfil de uso. No Brasil existem dois tipos de contas: pós-paga e pré-paga.

Mas o bom é que tem sempre um aparelho de telefonia móvel celular que cabe em seu bolso e uma operadora que ofereça um pacote dentro do seu perfil. O importante é não ficar incomunicável.


Rosana Pegoraro

Título: Um bom celular

Autor: Rosana Pegoraro (todos os textos)

Visitas: 0

637 

Imagem por: samantha celera

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    09-11-2014 às 03:11:09

    É verdade. O celular é algo bem particular. Cada pessoa tem uma preferencia. Gostei do seu texto.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    03-06-2014 às 23:17:54

    Isso é bem particular, pois cada pessoa tem uma necessidade, um gosto, e diante disso é que se deve procurar um bom celular. Tem gente que só quer falar e mandar sms, outros querem com uma câmera boa, e ainda outros querem internet funcionamento bem rápido. Enfim, as opções são diversas, basta escolher!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Um bom celular

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: samantha celera

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios