Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Monte o seu kit básico de primeiros socorros

Monte o seu kit básico de primeiros socorros

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 16
Comentários: 7
Monte o seu kit básico de primeiros socorros

Por primeiros socorros, entende-se uma sucessão de procedimentos simples que visam preservar vidas em situações de emergência, realizados por pessoas comuns (que não precisam de ser especialistas, mas que têm de possuir conhecimentos elementares nessa matéria) até à chegada dos bombeiros ou paramédicos. Muitas são as circunstâncias passíveis de confirmar a necessidade de um pequeno curso de primeiros socorros e de material apropriado: acidentes de viação, atropelamentos, incêndios, catástrofes naturais, afogamentos, escaramuças, acidentes de trabalho, tiroteios, … Perante qualquer um destes acontecimentos, é possível depararmo-nos com pessoas a sofrer um ataque cardíaco ou epilético, convulsões, ferimentos, entorses, etecetera.

Um kit de primeiros socorros pode constituir uma valiosa ajuda para qualquer emergência, desde, é claro, que se saiba manusear o que ele contém. Não obstante, chamar apoio especializado, dando informações diretas e precisas sobre as condições do(s) afetado(s) e as coordenadas exatas do local é essencial.

Qualquer caixa de plástico fechada, de modo a resguardar o conteúdo da luz e da humidade, pode ser utilizada para colocar os utensílios de primeiros socorros, que convém ter sempre à mão em casa, no carro, no barco, no campismo e onde quer que nos encontremos. Atenção: as crianças não devem ter acesso a esta caixa!

Num kit de primeiros socorros é bom que constem: tesoura, pinça, termómetro, gaze esterilizada em embalagens individuais, adesivos de diversas larguras, ligaduras várias, antissépticos (água oxigenada, tintura de iodo, mercúrio,…), soro fisiológico para os olhos, vaselina esterilizada, luvas de látex, repelente de insetos, cotonetes, saco de água quente e placas de gelo, assim como números de telefone indispensáveis para ajuda em vicissitudes de emergência (dos bombeiros, do INEM, do médico assistente, do Centro Anti-Venenos, de um parente ou amigo mais próximo, de linhas SOS, etc.). Estes contactos telefónicos devem estar também em casa, em sítio de fácil visibilidade e acesso a todos.

Entretanto, recomenda-se que todos os produtos sejam mantidos nas suas embalagens originais, à semelhança dos respetivos rótulos. Por uma questão de segurança, os prazos de validade têm de ser rigorosamente respeitados e, no caso de medicamentos prescritos pelo médico, a posologia acatada, estando alerta para os hipotéticos efeitos secundários (nos de venda livre, há que seguir as indicações do folheto).

Quando persistam quaisquer dúvidas, é de toda a pertinência consultar profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, farmacêuticos). Os kits de primeiros socorros devem ser guardados em pontos estratégicos, em malas ou caixas que protejam o interior de pós, humidades e calor, de forma a manter intactas as características dos produtos. Não fará muito sentido, por exemplo, ter de esvaziar a bagageira do automóvel, atolada de malas para as férias, para poder socorrer alguém em aflição!

De ressalvar a importância de se ter uma instrução básica em primeiros socorros para se usufruir de todas as potencialidades decorrentes de se ter um kit bem organizado e, acima de tudo, prestar um auxílio correto e eficaz num evento de urgência. Havia de ser bonito deitar álcool numa ferida aberta ou numa infeção… A vítima ficaria, certamente, com a garganta desobstruída de tanto gritar com dores!


Maria Bijóias

Título: Monte o seu kit básico de primeiros socorros

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 16

802 

Imagem por: robertgaal

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 7 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    17-07-2014 às 20:04:24

    Itens essenciais para se ter em casa, no carro, trabalho, enfim, em todo lugar. Muito boa as dicas para montar o seu próprio kit de primeiros socorros. Adorei!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAcsb

    29-04-2013 às 14:09:22

    Regular poderia conter mais informações mas no geral esta bom

    ¬ Responder
  • elisbelleelisbelle

    11-02-2012 às 12:06:36

    ola td bem?
    gostaria de saber se como que eu faço para montar um kit de primeiros socorros para professor de educação fisica...
    o devo colocar

    ¬ Responder
  • arlete porto da silvaarlete porto da silva

    23-02-2011 às 20:17:29

    os direitos da crianca em primeiro socorros em caso de catastorfes.

    ¬ Responder
  • jorge ribeirojorge ribeiro

    06-09-2010 às 15:58:34

    gostaria que fosse informado os materiais e medicamentos para termos um kit de segurança para uma empresa de 100 funcionarios
    devidamente autorizado o minimo pelo ministerio do trabalho.

    ¬ Responder
  • joakimjoakim

    17-11-2009 às 17:04:13

    n era o q eu esperava, eu queria saber o q deve conter em um kit de primeiros socorros!!!ve se melhora da próxima vez q for escrever algo!!!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAna Clara Cunha de Melo

    01-10-2009 às 17:50:21

    oi td bem com vcs pessoal so queria deixa uma mensagem ai nesse texto n tem o q deve conter no kit de primeiros socorros!!!mais e muito bom eu adorei!!!

    ¬ Responder

Comentários - Monte o seu kit básico de primeiros socorros

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: robertgaal

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios