Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Que tal tomar um Vinho Branco?

Que tal tomar um Vinho Branco?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 2
Que tal tomar um Vinho Branco?

Hum...como é bom tomar um vinho branco! Você sabia que há muitos benefícios encontrados em sua composição? Benefícios à saúde que você nem imagina, que poderiam levar você a tomar pelo menos(e com moderação) todos os dias um pouquinho.

Existem aqueles que adoram um vinho tinto, sabe aqueles vermelhinhos. Pois é, possuem também excelentes vantagens, mas hoje quero apresentar-lhes os melhores benefícios à saúde com os vinhos brancos. Mas antes, veja um pouco sobre a história deles.

Muito ligada à história do Homem

Os vinhos estão praticamente na mesma medida de tempo que os homens. Estão intimamente ligados devido ao seu surgimento que é praticamente há mais de 6.000 anos. Segundo a bíblia, os primeiros vinhedos foram surgidos com a plantação de Noé, onde há o primeiro relato que foi ele quem as cultivou os vinhos que apareceram depois no mundo. Historicamente, eles foram descobertos antes da escrita, possivelmente nesta época.

Benefícios do Vinho Branco

Originada das uvas verdes, elas envolvem a vida gerando um sabor delicioso ao paladar. Alegram momentos especiais de milhões de pessoas, trazem muitos benefícios à saúde diante de muitos aspetos. Sua descoberta, de gerarem grandes benefícios, foram surgidos na década de 90, onde os franceses apresentaram menores riscos de mortes que os americanos em seu consumo frequente. Por essa razão, estudiosos continuam a vasculhar e fazer pesquisas sobre seus benefícios às pessoas. Os vinhos brancos são excelentes para o verão, para tomá-lo na beira da piscina, com amigos, colegas, familiares, acompanhados de peixes do mar, com gelo, bem geladinho, em restaurantes, em sua casa, enfim, em qualquer lugar e em qualquer momento.
Veja seus benefícios e tome vinho branco, mas lembre-se de forma equilibrada.

1 - São mais baratos que os vinhos tintos;
2 – Muito mais refrescantes, feitos para tomar em dias quentes, em dias de verão;
3 – Diuréticos, pois sua composição é mais leve;
4 – Protetoras de doenças reumáticas, são mais eficientes;
5 – Diversidade de tipos, você as encontra seco, muito doces, pouco seco;
6 – Servem como aperitivos, por serem adocicados;
7 – Quer controlar a hipertensão? Eles ajudam no combate;
8 – Que tal aumentar o QI? Então, tome vinho;
9 – Risco menor à doenças cardíacas;
10 – Melhoram o desempenho do cérebro.

E aí, que tal um Vinho Branco?


Adriana Santos

Título: Que tal tomar um Vinho Branco?

Autor: Adriana Santos (todos os textos)

Visitas: 2

804 

Comentários - Que tal tomar um Vinho Branco?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios