Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Cuide do seu bébe

Cuide do seu bébe

Categoria: Saúde
Cuide do seu bébe

Estudos científicos afirmam que o medo de deitar os bebés de costas por causa da possível sufocação, na eventualidade de bolçarem, não tem sentido. Dizem os especialistas que, em situações normais, o corpo humano está preparado para se defender de tais ocorrências. Este temor levou a que muitos cuidadores deitassem os recém-nascidos de barriga para baixo, posição que actualmente se sabe ser bastante perigosa. Os bebés devem ser deitados de barriga para cima até aos seis meses, altura em que eles já escolhem a postura que se lhes afigurar mais confortável.

A morte súbita não decorre, nem única nem exclusivamente, de “abafar” demasiado os bebés. Continua a haver morte de crianças saudáveis por motivos alheios a qualquer explicação, mas os registos apontam maior prevalência em casos de pais fumadores, em famílias monoparentais e quando o bebé é deitado de barriga para baixo.

O choro dos bebés nem sempre é sinónimo de desgraça. As lágrimas não comunicam apenas fome ou fralda molhada, mas também tensão e outras sensações, consequência de estímulos, a que eles são muito sensíveis. Na verdade, os bebés têm choros diferentes, de acordo com o fundamento que lhe dá origem.

No que se refere à limpeza da pele do bebé, não há que entrar em exageros, pelo que um banho seguido de uma loção hidratante é suficiente. Usar desmedidamente toalhetes de cada vez que se tira a fralda é um contra-senso, dado que, além da sujidade, podem remover, igualmente, a camada superficial da pele. Se a fralda estiver apenas molhada e não se constatar irritação deve prescindir-se de cremes e pastas, para evitar o favorecimento de uma sensibilização excessiva. No que concerne ao famoso pó de talco, entrou em desuso, pois as suas partículas são passíveis de ser inaladas pelo bebé.

Retirar a fralda antes dos dois anos é precoce. O controlo do esfíncter antes desta idade é susceptível de trazer problemas.

A tosse é um sintoma que, geralmente, se tenta combater. Isto está errado. Tossir é um meio de o organismo eliminar secreções e melhorar a respiração. Sobretudo nos primeiros anos de vida, os inibidores são totalmente desaconselhados. Não obstante, perante circunstâncias específicas, a medicação química, de que hoje se abusa, pode ser substituída por remédios caseiros, como o xarope de cenoura e os preparados com mel.

O excesso de brinquedos é pernicioso. De facto, as crianças precisam de estimular a imaginação e, para tal, não podem ter muitos brinquedos, a fim de explorarem ao máximo os que têm, descobrindo-lhes novas funcionalidades. Aconselha-se aos pais que guardem os presentes e que os vão distribuindo pouco a pouco.

Visto que está provado que a socialização só se inicia aos três anos, os pediatras recomendam, sempre que possível, os cuidados dos avós até essa idade, salientando os ganhos de afecto como principal razão.



Maria Bijóias

Título: Cuide do seu bébe

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

659 

Comentários - Cuide do seu bébe

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mito da Entrevista de Emprego

Ler próximo texto...

Tema: Empresariais
O Mito da Entrevista de Emprego\"Rua
Aguardando há meses pela oportunidade de um novo emprego e após ser aprovado em várias etapas do processo de seleção eis que surge um empecilho: a entrevista de emprego.

Diversas dúvidas passam pela cabeça do candidato como o que vestir, como sentar-se, qual o tom de voz adequado, o que o entrevistador espera como resposta e como impressioná-lo provando ser a pessoa certa para a vaga a ser ocupada.

A verdade é que não há regra que garanta o sucesso em uma entrevista, porém, algumas atitudes e cuidados precisam ser tomados. Abaixo seguem 10 dicas que auxiliarão o candidato enfrentar essa fase do processo de seletivo de forma mais segura, não importando a área ou cargo pretendido.

1. Seja pontual. A pontualidade é uma forma de demonstrar respeito, consideração e compromisso com a empresa, porém, ser pontual não significa ser precipitado, chegando com muito tempo de antecedência. Para isso programe-se: quanto tempo você levará para chegar até o local combinado para a entrevista? E se houver algum tipo de atraso? Programe-se para que os prazos possam ser cumpridos. Se o atraso for inevitável entre em contato com a empresa e explique o motivo para o mesmo solicitando a possibilidade de remarcar o compromisso.

2. Vista-se de maneira condizente ao cargo que irá ocupar. Mesmo parecendo ser uma superficialidade, a forma como o candidato se veste pode influenciar a decisão do entrevistador, portanto, causar uma boa impressão é essencial. Para isso pesquise o perfil da empresa, se possível observe a forma como os funcionários se vestem e use na entrevista algo um pouco mais formal do que usaria todos os dias para ir ao trabalho.

3. Zele por uma boa aparência. Como descrito acima causar uma boa impressão é essencial, dessa forma, a higiene pessoal é indispensável. Vale ressaltar que perfumes e maquiagem exagerados são pontos negativos em uma entrevista.

4. Tenha em mente suas principais realizações profissionais e as evidencie. Quais os principais desafios que essas lhe trouxeram e o que aprendeu em cada uma delas. Se é seu primeiro emprego vale ressaltar suas experiências escolares e acadêmicas como trabalhos em grupos, projetos realizados, programas de estágio e trainee.

5. Tenha atitudes positivas. Um método de entrevista consiste em perguntas aparentemente absurdas que não possuem, necessariamente, respostas prontas. O que ele deseja na verdade é avaliar seu raciocínio lógico, portanto, seja criativo, argumente e crie estratégias para sair dessa saia justa.

6. Seja genuíno e autentico. Mesmo estando sob pressão seja você na entrevista. Não minta nem use máscaras. O recrutador provavelmente perceberá que você não está sendo sincero.

7. Tenha argumentos. “Por que você quer trabalhar aqui?” ou “Quais serão suas contribuições para essa empresa?” são perguntas básicas em uma entrevista de empregos. Portanto, tenha bons argumentos para esses questionamentos.

8. Mostre-se interessado. Faça perguntas plausíveis ao entrevistador.

9. Seja gentil e educado a todo o momento. Muitas empresas costumam analisar o candidato no momento em que esse inicia o processo seletivo.

10. Mostre-se confiante. Se você fará a entrevista de emprego é porque já passou por outras fases do processo seletivo, ou seja, tem muitos pontos a seu favor. Acredite no seu potencial .

Outros textos do autor:
O Mito da Entrevista de Emprego

Pesquisar mais textos:

Mabelly Venson

Título:O Mito da Entrevista de Emprego

Autor:Mabelly Venson(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios