Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Mundo campestre é nossa sobrevivência

Mundo campestre é nossa sobrevivência

Categoria: Outros
Mundo campestre é nossa sobrevivência

Saiba que duas coisas que devem caminhar juntas, é a Indústria e o trabalho no campo. Embora a indústria possa parecer um setor mais dinâmico, a agricultura é mais. Saiba que a agricultura é que vêm os produtos do campo, tais como o arroz, o feijão, milho, trigo algodão, a cana de açúcar etc. Além disso, nas chácaras e nos sítios, são cultivados legumes, hortaliças, flores e frutos... Ainda é no campo que os criadores trabalham para que não falte o leite, os ovos, a carne que vem do boi, do porco e das aves.

Tanto a Indústria e a Agricultura são ambas importantes, e devem caminhar juntas. As duas possuem o seu devido valor e todo o trabalho é honesto. Todo trabalho é digno, e há necessidade de variedade de profissões e meios de ambiente propícios ao desempenho de cada tarefa. O trabalhador da terra é indispensável para produzir nossa alimentação que vem da terra. Na cidade o homem precisa das fábricas para trabalhar e tirar o seu sustento. Ao mesmo tempo a maquinário que tem nas fábricas servem ao homem do campo. Então o trabalho do campo traz muitas riquezas e põe a mais moderna indústria para funcionar. E ao mesmo tempo a indústria faz a agricultura crescer ainda mais. São os tratores e as máquinas agrícolas que facilitam o trabalho no campo, e permitindo assim o aumento da produção e melhores condições de vida do homem do campo.

Os caminhões feitos pela indústria transportam gêneros alimentícios produzidos no campo, para serem processados industrialmente. Quando viajamos, vemos caminhões levando gado, bujões de gás, e de leite, cana de açúcar, fardos de algodão tudo vindo do campo vamos perceber como é importante para o nosso desenvolvimento que os dois setores progridam em harmonia, fazendo com que as riquezas geradas pelo trabalho do homem, seja no campo, sejam na cidade, revertam em benefício para nós. Então tudo o que nos cerca forma o nosso próprio ambiente. Mas os ambientes não são também iguais.Um é o rio que pode passar perto de sua casa. Ou a montanha pode ser vista em outra localidade.Também os vegetais, os animais, as plantações têm ambiente próprio para viver e desenvolver. O campo com aquele cheiro de mato, ao acordar é muito gostoso, olhar e ver a paz que emana do campo com sua tranqüilidade. É através do mundo campestre que vem a nossa sobrevivência. Para as indústrias. Se olharmos ao nosso redor e pensarmos um pouco.

Waldiney Melo

Título: Mundo campestre é nossa sobrevivência

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 0

657 

Comentários - Mundo campestre é nossa sobrevivência

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios