Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O papel das abelhas

O papel das abelhas

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 6
Comentários: 1
O papel das abelhas

As abelhas estão atualmente, em declínio em todo o mundo. Contudo, têm um papel crucial na preservação do ecossistema.

A abelha europeia( Apis mellifera) é considerada um dos insetos mais valiosos do mundo, por produzirem mel e cera, que podem ser recolhidos e polinizados,de uma forma extensiva, num grande número de plantas e culturas.

As larvas das abelhas eclodem dos ovos postos pela abelha rainha, ou mestra, da colónia, para as paredes dos alvéolos da colmeia.

Estes insetos alimentam-se de geleia real, que é uma substância segregada pelas abelhas obreiras, tornando-se larvas adolescentes , e depois zangôes ou rainhas.
O seu papel é ajudar na construção das colmeias e são ainda respnsáveis pela procura do néctar e do pólen e, pela proteção das outras abelhas.

A rainha é a maior abelha de todas e tem o papel principal de gerir a colónia. Além disso, ingere mais geleia real do que as outras, afim de desenvolver os ovários para receber os ovos.

O seu mais precioso papel é na verdade, o mel que produzem, do néctar que recolhem das flores, sendo constituído por 80% de água e 320% de açúcar.

O mel, depois de recolhido, é guardado num saco e levado para a colmeia, onde é processado pelas obreiras, que usam enzimas para transformar o mel puro.

Depois é guardados nos favos da colmeia e tapado com uma camada de cera.

As abelhas usam notáveis sistemas de comunicação, ou seja, um conjunto de danças que servem para indicar a localização de uma fonte de néctar. A mais frequente é a chamada dança em oito, que a abelha que encontrou o néctar descreve.

O problema ´das abelhas é que as suas colónias estão em rápido declínio e com muitas quebras, cerca de 70%,em áreas dos EUA e Canadá.

O seu colapso está associado à produção reduzida de proteínas, causado por condições climáticas adversas, perda de habitat e uso de pesticidas e vírus.

O homem cria abelhas já desde os antigos egípcios, sendo consideradas preciosas devido ao mel cera de abelha e geleia real , que se destinam á alimentação e fabrico de cosméticos, suplementos e vitaminas.

O problema atual, é sem dúvida o seu franco declínio, tão importante para o ecossistema.


Teresa Maria Batista Gil

Título: O papel das abelhas

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 6

651 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTeresa Maria Batista Gil

    03-08-2012 às 15:25:36

    As abelhas prestam um serviço muito útil no ecossistema. Por isso o homem as cria desde os povos mais antigos, como os egípcios. Mas, infelizmente a apicultura está em grande declínio.Atualmente as abelhas estão em franco declínio em todo o mundo, em virtude do distúrbio que se chama coplapso das colónias. As quebras são de 70% em determinadas áreas, devido á perda de habitat.A redução drástica das abelhas deve-se à reduzida produção de proteínas, causada pelas condições climáticas de adversidade, pesticidas e muitos vírus. Estes são prejudiciais e destróiem as abelhas , levando-as á morte.As abelhas têm uma anatomia que lhes permite desempenhar as suas funções, como asas para agilizar o voo, antenas, bolsa de pólen, para o transportar e escova para o pólen situada nas patas.Sabia que a boca das abelhas tem duas partes, uma para morder e outra para sugar?.E ainda que o papo tem um saco estomacal secundário, onde fica guardado o néctar?.As larvas são alimentadas com geleias real, que é segregada pelas obreiras. E,as da abelha rainha comem sempre geleia real, para desenvolver os ovários, afim de procriarem.As colmeias são feitas de favos, ou seja, duas camadas de células com seis lados. A cera é feita pelas obreiras e, depois de ficar em favos, guarda néctar, mel e larvas.As abelhas são muitas vezes vítimas de um ácaro para sitário, chamado Varroa, destrutor, que enfraquece a colónia e a deixa vulnerável a outras doenças.Os seus ovos dão origem ás larvas em três dias.O mel que provêm das abelhas é um alimento precioso para o homem porque é muito rico em vitaminas e minerais, bastante úteis na saúde. E um auxiliar óptimo para gripes, catarro e bronquite.O mel pode ser aplicado em máscaras para amaciar a pele e em cosméticos caseiros e industriais. É também um calmante peitoral, e muito apreciado por quase toda a gente. Até as crianças gostam de o incluir no leite, ficando com um sabor mais agradável. Na realidade o mel e a geleia real funcionam até como tónicos e elixires de beleza.

    ¬ Responder

Comentários - O papel das abelhas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios