Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Cuidando de um bebê

Cuidando de um bebê

Categoria: Outros
Visitas: 2
Cuidando de um bebê

Para ser mãe, não basta ter filhos, mas sim renunciar sua própria vida. A mãe sempre esta muito ocupada, nunca tem tempo, sempre é ocupada tanto com sua rotina diária como está sempre de olho no bebê. Cuidar de um bebê não é tarefa fácil, todos os dias têm de se preocupar com sua alimentação, dormir, roupa, mudas, leite, banho. Sem contar com os outros aqui fazeres doméstico.

A alimentação de seu bebê é algo muito importante para sua vida, e ele começa o seu primeiro alimento com o leite materno, pois o leite materno dar resistência corporal, o que o torna mais saudável no futuro. De o leite materno até o leite secar, ele é o melhor para seu bebê. Existem alimentos que causam desconforto as crianças, como gases, indigestões, sendo assim a criança sofrem com dores que não sabem dizer, e sua única arma é o choro que a mãe passa a conhecer como socorro! Eu não estou bem. É sempre bom lembrar que quando o bebê passa a usar mamadeira, é necessária uma boa higienização, como lavar bem, e ferver a água por 20 minutos, para ser esterilizados, e eliminar toda e qualquer bactéria que desenvolve devido à fermentação do leite. Se você quiser, pode comprar o esterilizador a vapor ou o frio que já existe no mercado.

Saiba que todo bebê dorme muito, principalmente nos primeiros meses de vida, e por isso é necessário um bom colchão, e lençóis apropriado para bebê e cobertores caso precise, mas saiba, que não é necessário empacotar o bebê desnecessariamente, para que ele não tenha calor. Lembre-se que o bebê não vai reclamar sobre isso. Por tanto, toda mãe tem sua sensibilidade, e sabe o que é necessário para o bebê ter seu sono tranqüilo. Lembre-se sempre que o cortinado é necessário para afastar os mosquitos e mosca.

É necessário saber escolher as roupas do seu bebê, e lembre-se que as roupas de verão têm que ser de algodão fresco. Ao sair para passeios deve sempre se lembrar de proteger a cabecinha dele, para não ficar exposto direto ao sol, e cobrir as orelhas do vento. Veja o quanto um bebê requer cuidados, pois até mesmo com as fraldas é necessário ter cuidado, existe mães que acha mais conveniente o bebê usar fralda descartável o tempo todo, e isso é onde muitas mães se engana, pois a fralda descartável foi feito apenas para facilitar a mãe e o bebê ao sair e ao dormir, pois ao sair à mãe não é necessário tomar aquele banho de xixi, e ao deitar ele não passar a noite xixisado, ou a mãe ter que ta, toda hora acordando para fazer a troca.

Nunca esqueça, a fralda descartável em uso constante traz problemas à saúde de seu bebê. É direito do bebê, ficar limpo e sequinho, veja sempre se a cama esta limpa e seca, um bebê bem cuidado é ter uma vida saudável.



Waldiney Melo

Título: Cuidando de um bebê

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 2

674 

Comentários - Cuidando de um bebê

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios