Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Como por um ponto final numa relação

Como por um ponto final numa relação

Categoria: Outros
Visitas: 6
Comentários: 1
Como por um ponto final numa relação

A maioria dos relacionamentos tem problemas por vezes difíceis de resolver. Apesar de gostarem muito um do outro há casais que têm que se separar devido a problemas de relacionamento ou outros. Às vezes os problemas são suportáveis e fáceis de resolver, outras porém não têm outra alternativa do que partir para uma ruptura. Isto tem a ver com o acto de perdoar os erros que ambos cometem ou grau de aceitação das incompatibilidades. No entanto há algumas razões que são mais susceptíveis de ruptura e de que normalmente homens e mulheres não perdoam num relacionamento a dois.

Os relacionamentos entre homem e mulher podem diferir um pouco de uns para outros porque as pessoas são diferentes e encaram os problemas de forma diferente. No entanto há aqueles que são mesmo desagradáveis para ambos como por exemplo a traição. Normalmente ninguém gosta de ser atraiçoado no namoro ou casamento e este é um dos motivos principais de divórcio. A maioria dos casais resolve por um ponto final na relação quando isto acontece pois não se sentem bem a conviver com a traição.

Há relacionamentos que não terminam da melhor forma porque as pessoas agem por impulso e não pensam no modo de tornar a ruptura menos dramática. Há alguns que fogem de casa, outros fogem, outros agem com muita rapidez não permitindo que a separação se faça com mais calma e menos problemas. Deste modo pode haver um acumular de problemas resultantes da falta de amadurecimento de coisas que são importantes tais como por exemplo os filhos. Neste caso as coisas têm que ser pensadas e tratadas sem causar tantos prejuízos psicológicos e emocionais.

O melhor nestes casos é procurar ajuda de um psicólogo e de um advogado para tratar de problemas emocionais e legais. O acompanhamento é benéfico para as crianças vítimas principais destas rupturas.

O ponto final de uma relação deve então ser ponderado e analisado antes de provocar explosão psicológica em ambas as partes ao invés de cada um agir sob pressão. Este é o maior problema do fim dos relacionamentos que terminam normalmente de forma brusca e insensata.

Quando a relação não tem condições para continuar esta é de facto a melhor solução desde que seja de acordo com ambos e estabelecidas as regras. No caso de casais jovens e sem filhos o ponto final é mais fácil porque não deixa as dependências geradas pelos filhos.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Como por um ponto final numa relação

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 6

761 

Imagem por: TenSafeFrogs

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Michael PenhorMichael Penhor

    10-01-2011 às 13:53:38

    A mensagem deixada é muito clara e objectiva, remetente i construtiva dando ideias para casais que têm tido esses tipos de problemas...

    ¬ Responder

Comentários - Como por um ponto final numa relação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: TenSafeFrogs

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios