Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Plantas que comem carne!

Plantas que comem carne!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 2
Plantas que comem carne!

Embora a maioria das plantas se alimente extraindo a água que se encontra no solo, transportando-a da raiz através do caule até às folhas, absorvendo a luz solar com o auxílio da clorofila (coloração verde presente nas folhas), e absorção de dióxido de carbono e expelição de oxigénio para a atmosfera essencial a todos os seres vivos e responsável pela sobrevivência de grande parte dos seres vivos, existem algumas espécies específicas que têm como prato principal outro petisco.

As plantas não perseguem as suas presas mas capturam-nas sem sair do seu lugar, utilizando armadilhas habilidosas e poderosas engenhosas. As plantas carnívoras, como o próprio nome indica, alimentam-se de carne, da carne dos insetos que capturam.

Além de elas possuírem engenhosas armadilhas ainda possuem um odor atrativo e uma cor cativante. Desta forma, os animais demoram a perceber que afinal se tratava de um predador e não de uma planta comum. Assim que estas plantas carnívoras os caçam, a vida dos animais chega ao fim, pois é impossível escapar às suas armadilhas.

Os animais são refeições muito nutritivas e essenciais à sobrevivência destas plantas.

Existem várias espécies de plantas carnívoras: a Dionaca muscipula no seu centro forma uma espécie de charneira que contém pelos extremamente sensíveis nas extremidades. Qualquer inseto que passe por esta planta confunde-a com uma planta vulgar e assim que pousa no costelo, tocando em algum dos muitos pelos aí existentes, os dois lados do costelo fecham-se, capturando o inseto.

É impossível o inseto, uma vez pousado no costelo e detetado por um daqueles pelos sensíveis, ter tempo de levantar voo e escapar, pois a reação da planta, assim que o deteta, demora menos de um segundo! Os dentes que o costelo possui quando apertam formam uma cela de onde o inseto nunca poderá fugir. O animal capturado fica firmemente preso e a planta demorará sensivelmente duas semanas para o digerir.

Cada espécie utiliza a sua forma própria para capturar os insetos que lhe servirão de alimento. Existe uma espécie que não captura os insetos, mas deixa que estes pousem e não os ataca, pois estes aderem ao seu rebordo que contém um néctar viscoso e escorregadio. Principalmente as moscas, assim que pousam neste rebordo, deslizam para o interior da planta e caem no fundo onde encontrarão água que a planta deixa entrar através de uma tampa que ela abre e fecha consoante a necessidade. A água depositada no fundo da planta e as moscas que nela caem dissolvem-se numa espécie de ‘papa’ que constitui o seu alimento.


Rua Direita

Título: Plantas que comem carne!

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 2

636 

Comentários - Plantas que comem carne!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Beleza
Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente\"Rua
Com a chegada do verão, os cuidados com a pele precisam ser intensificados. É claro que, independente da estação, os cuidados com a saúde e beleza são fundamentais. Mas, no verão, alguns problemas de pele, principalmente da face, tornam-se mais frequentes e, com isso, surgem algumas preocupações. A boa notícia é que, a maior parte dessas preocupações podem ser amenizadas ou até mesmo solucionadas com dicas caseiras de cuidado com a pele.

Logo, certos cuidados como o uso regular de bloqueador solar é importantíssimo, não só para evitar manchas no rosto e no corpo, como também, para evitar doenças graves como o temido câncer de pele. Por isso, a boa hidratação, a limpeza correta da face e o uso de cremes faciais com proteção contra os raios ultravioletas UVA e UVB não podem ser menosprezados.

Outro detalhe relevante é a escolha da alimentação. Para ter uma pele saudável e bonita é preciso evitar o uso de certos alimentos. Sabe-se que os conservantes, corantes e similares, que estão sempre presentes nos alimentos industrializados provocam alergias e outros problemas. Essas substâncias podem fazer surgir ou intensificar doenças como o melasma, aquelas manchas escuras na face. E, essas manchas são sensíveis ao calor do sol e, dependendo da pele, o tratamento exige bastante tempo e recursos financeiros para cuidados e acompanhamento dermatológico.

Mas, você pode preparar em casa uma loção para limpar a pele, reduzir ou até mesmo remover essas manchas escuras. Você vai precisar de um pêssego maduro, um pouco de hidratante facial e uma bisnaga de Bepantol, que é um creme com vitamina A.

Dicas para preparar seu creme removedor de manchas na pele:

Primeiramente, faça o creme de pêssego: é só bater no Mix o pêssego com um pouquinho de água. Para facilitar, amasse o pêssego com uma colher antes de bater no Mix. Depois, peneire a massa de pêssego para o creme ficar mais homogêneo. Em seguida, misture a terça parte da bisnaga de Bepantol ao pêssego com uma colher, preferencialmente de madeira ou de plástico. Com um algodão e com movimentos suaves, aplique a loção no rosto e deixe agir por 40 minutos. Depois lave com água abundante. Evite o uso de esfoliante porque a pele ficará muito sensível. Essa loção pode ser usada até três vezes na semana. Não use sobras de creme.

Pesquisar mais textos:

Zilma Silva

Título:Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Autor:Zilma Silva(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios