Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > A Casa Quieta

A Casa Quieta

Categoria: Literatura
Visitas: 8
A Casa Quieta

«A Casa Quieta», um romance impressionante e intenso de Rodrigo Guedes de Carvalho, jornalista e escritor, editado pelas publicações Dom Quixote em 2005, narra uma história de silêncio e de solidão. Leva-nos, pelo desenrolar, nem sempre lógico ou linear, do enredo a reflectir acerca da importância das nossas relações e da real valia dos outros na nossa vida.

Marina e Salvador são os protagonistas deste conto. Casados, experimentaram a rotina, a traição, o vazio de uma casa sem filhos, uma solidão volta e meia partilhada e no fim, a morte dela. Apesar dos pecados que Salvador cometera, com os quais a quietude do remorso o martirizará incessantemente, ele adora a mulher, mas apenas tomará consciência da dimensão desse amor e da grandeza da sua companheira de existência na ocasião em que toma conhecimento que irá perdê-la. Como é que se imagina o futuro sem a pessoa amada? De que forma se vê o nosso “mais que tudo”, peça fundamental do nosso viver, morrer ao nosso lado? Como permitir essa partida? O que acontece quando a casa fica “quieta”?

O silêncio, a solidão e a infidelidade constituem os ingredientes principais de uma destinação que, afinal, já marcava tanto a família de Salvador quanto a de Mariana. Efectivamente, a História encarregou-se de os brindar com um déjà vu de inevitabilidades circunstanciais, motivadoras de ausência, de afastamento e mesmo de loucura.

Outros temas emergentes neste livro são a família, a confiança, o perdão, o cancro e a própria morte. O itinerário temporal de «A Casa Quieta» é algo sui generis: parte-se do presente para saltitar pelo passado, voltando posteriormente à actualidade. Não se trata de um romance propriamente fácil de ler, até porque em diversas passagens é necessário que o leitor, para se conseguir situar, “calce os sapatos” do autor, que é como quem diz, faça um esforço para se entrosar no encadeamento do seu pensamento, uma vez que esta é uma obra de índole eminentemente intelectual.

«A Casa Quieta» é uma produção literária que evoca a dificuldade de se apaziguar a perda, que a memória torna constante. Uma casa que permaneceu quieta ao longo de toda a trama, guarda agora a lembrança dos dias a dois. Afinal, as recordações nem sempre aportam conforto, sossego e calma…

Este livro de Rodrigo Guedes de Carvalho prima por consubstanciar um tipo de escrita muito exigente, não só pela invocação de situações e sentimentos aflitivos, como pela consumição que provoca na mente de quem o lê. Não perde, com isto, a qualidade de altamente entusiasmante e arrebatador.


Maria Bijóias

Título: A Casa Quieta

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 8

649 

Imagem por: RedGlow82

Comentários - A Casa Quieta

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mito da Entrevista de Emprego

Ler próximo texto...

Tema: Empresariais
O Mito da Entrevista de Emprego\"Rua
Aguardando há meses pela oportunidade de um novo emprego e após ser aprovado em várias etapas do processo de seleção eis que surge um empecilho: a entrevista de emprego.

Diversas dúvidas passam pela cabeça do candidato como o que vestir, como sentar-se, qual o tom de voz adequado, o que o entrevistador espera como resposta e como impressioná-lo provando ser a pessoa certa para a vaga a ser ocupada.

A verdade é que não há regra que garanta o sucesso em uma entrevista, porém, algumas atitudes e cuidados precisam ser tomados. Abaixo seguem 10 dicas que auxiliarão o candidato enfrentar essa fase do processo de seletivo de forma mais segura, não importando a área ou cargo pretendido.

1. Seja pontual. A pontualidade é uma forma de demonstrar respeito, consideração e compromisso com a empresa, porém, ser pontual não significa ser precipitado, chegando com muito tempo de antecedência. Para isso programe-se: quanto tempo você levará para chegar até o local combinado para a entrevista? E se houver algum tipo de atraso? Programe-se para que os prazos possam ser cumpridos. Se o atraso for inevitável entre em contato com a empresa e explique o motivo para o mesmo solicitando a possibilidade de remarcar o compromisso.

2. Vista-se de maneira condizente ao cargo que irá ocupar. Mesmo parecendo ser uma superficialidade, a forma como o candidato se veste pode influenciar a decisão do entrevistador, portanto, causar uma boa impressão é essencial. Para isso pesquise o perfil da empresa, se possível observe a forma como os funcionários se vestem e use na entrevista algo um pouco mais formal do que usaria todos os dias para ir ao trabalho.

3. Zele por uma boa aparência. Como descrito acima causar uma boa impressão é essencial, dessa forma, a higiene pessoal é indispensável. Vale ressaltar que perfumes e maquiagem exagerados são pontos negativos em uma entrevista.

4. Tenha em mente suas principais realizações profissionais e as evidencie. Quais os principais desafios que essas lhe trouxeram e o que aprendeu em cada uma delas. Se é seu primeiro emprego vale ressaltar suas experiências escolares e acadêmicas como trabalhos em grupos, projetos realizados, programas de estágio e trainee.

5. Tenha atitudes positivas. Um método de entrevista consiste em perguntas aparentemente absurdas que não possuem, necessariamente, respostas prontas. O que ele deseja na verdade é avaliar seu raciocínio lógico, portanto, seja criativo, argumente e crie estratégias para sair dessa saia justa.

6. Seja genuíno e autentico. Mesmo estando sob pressão seja você na entrevista. Não minta nem use máscaras. O recrutador provavelmente perceberá que você não está sendo sincero.

7. Tenha argumentos. “Por que você quer trabalhar aqui?” ou “Quais serão suas contribuições para essa empresa?” são perguntas básicas em uma entrevista de empregos. Portanto, tenha bons argumentos para esses questionamentos.

8. Mostre-se interessado. Faça perguntas plausíveis ao entrevistador.

9. Seja gentil e educado a todo o momento. Muitas empresas costumam analisar o candidato no momento em que esse inicia o processo seletivo.

10. Mostre-se confiante. Se você fará a entrevista de emprego é porque já passou por outras fases do processo seletivo, ou seja, tem muitos pontos a seu favor. Acredite no seu potencial .

Outros textos do autor:
O Mito da Entrevista de Emprego

Pesquisar mais textos:

Mabelly Venson

Título:O Mito da Entrevista de Emprego

Autor:Mabelly Venson(todos os textos)

Imagem por: RedGlow82

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios