Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > O glamour do verniz

O glamour do verniz

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Comentários: 1
O glamour do verniz

O verniz exerce, sobretudo no universo feminino, um fascínio particular, logo desde tenra idade. As meninas, regra geral, não resistem a ir à bolsa de pintura de mães e avós para ensaiar um embelezamento das unhas (e, em muitos casos, de parte do ambiente circundante…), que depois exibem com orgulho, de dedos esticados, a desfilar como se se tratasse de uma passerelle.

Não obstante, é entre a população adulta que o glamour do verniz é reconhecido como elemento diferenciador. Não se concebe, por exemplo, uma executiva de unhas “despidas”. Contudo, se no seio das estudantes e das integrantes de quadros médios e superiores a taxa de penetração do produto é altíssima, o mesmo não se passa com mulheres mais distantes dos centros urbanos e com as reformadas e idosas. Ainda assim, estudos realizados pela Marketest declaram que o consumo de verniz tem registado aumentos significativos.

Antes, porém, da aplicação deste, há que ter diversos cuidados. Remover o verniz antigo é o primeiro. A seguir, é preciso limar as unhas de modo uniforme e apenas numa direção, a fim de que não lasquem. Não deixar as unhas demasiado compridas e moldar uma forma quadrada com os cantos meio arredondados ajuda a evitar que se partam e que sofram choques. Pessoas com unhas mais quebradiças devem, contudo, limar num formato amendoado. Existem vernizes endurecedores, assim como produtos de tratamento para unhas fragilizadas e concentrados de crescimento que auxiliarão neste processo.

Não há regras para escolher a cor do verniz a aplicar; de facto, ter nas mãos (e, eventualmente, nos pés a mesma tonalidade do batom já passou de moda. Agora, talvez seja mais in conjugar o verniz com a roupa, os sapatos ou… com nada. Apesar de haver tons que vão mais de encontro a tendências padronizadas em determinada época, o que conta realmente é o próprio estilo e, quiçá, a ocasião. Aliás, combinar vários esmaltes com o intuito de criar uma pintura única revela um género arrojado. Todavia, as cores suaves, para além de serem mais fáceis de aplicar, tornam as imperfeições menos visíveis.

Para a aplicação, basta deslizar o pincel com verniz ao longo da unha, primeiramente na zona central e, só quando está mais escorrido, em cada uma das laterais. Se se pretender uma maior duração, é preciso passar duas camadas de verniz e esperar que seque. Este procedimento pode ser acelerado se, decorridos cinco minutos da pintura, se introduzirem as unhas em água fria ou mergulharem num recipiente com água e um cubo de gelo.

A hidratação das unhas é um fator importante, e pode ser conseguida com óleos hidratantes. As cutículas muito finas devem ser retiradas de dez em dez dias, e é recomendável usar produtos de proteção. Bases com cravo-da-índia são fortalecedoras.

De realçar a importância da esterilização de alicates e espátulas, utilizados pelas manicures. A falta de higiene é passível de dar origem a micoses e outros hipotéticos problemas de saúde.


Maria Bijóias

Título: O glamour do verniz

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

662 

Imagem por: yumyumbubblegum

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Sofia NunesSofia Nunes

    15-09-2012 às 15:12:37

    Refere-se no seu texto ao fascínio que o verniz exerce nas mulheres, desde muito tenra idade. É absolutamente verdade. Conheço crianças que a partir dos cinco anos já pedem para lhes pintarem as unhas. Pessoalmente, só comecei a utilizar verniz na adolescência, por volta dos 14 anos. No entanto, uma vez que as minhas unhas não aguentam o verniz durante um tempo aceitável, seja qual for a qualidade do mesmo, não as uso sempre pintadas.

    ¬ Responder

Comentários - O glamour do verniz

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Imagem por: yumyumbubblegum

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios