Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Jóias Relógios > Como escolher a joia apropriada para a sua companheira

Como escolher a joia apropriada para a sua companheira

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Jóias Relógios
Visitas: 8
Comentários: 3
Como escolher a joia apropriada para a sua companheira

No momento de escolher uma joia, um homem sente muitas dificuldades em determinar o estilo pessoal de uma mulher de forma a comprar a mais adequada. Aqui ficam alguns conselhos simples que podem ajudar os homens neste desafio:

1)Olhe e ouça!

Para entender qual a joia preferida de uma mulher, por vezes, uma pesquisa rápida dos adornos que a mulher já possui pode ser o suficiente. Dessa forma, você pode determinar o estilo individual dela e perceber que ainda faltam adereços. Por exemplo, se a sua companheira já tem um colar de pérolas ela ficará certamente emocionada se for presenteada com um par de brincos de pérolas refinadas. Por outro lado, também pode mostrar-lhe inesperadamente algumas fotos de joias e perguntar a opinião dela. A resposta dela irá sem dúvida ajudá-lo na sua investigação.

Para selecionar um anel você pode medir o diâmetro interno de um anel que ela use. Ao saber isso não corre o risco de lhe oferecer um anel que depois não lhe vai servir.

Se a sua companheira tem dedos finos, deve escolher um anel com pedras preciosas pequenas, uma vez que anéis com uma pedra preciosa grande terão mais tendência para torcer e rodar. Se você quiser mesmo oferecer uma pedra preciosa maior, então deve pedir ao joalheiro para fazer as modificações adequadas de forma a proporcionar um ajuste mais apertado em torno do dedo, para que o anel não rode e a pedra preciosa fique sempre para cima para que todos vejam.

2)Atente na personalidade dela!

Se ela for uma pessoa romântica, experimente presenteá-la com um pendente em forma de coração, um colar ou um anel com uma pedra preciosa em forma de coração. Se ela preferir os clássicos ou o “estilo de negócios”, então um anel de diamante elegante ou um par de brincos de diamante refinado será a melhor escolha.

3) Pergunte aos amigos dela!

A irmã, a mãe ou os amigos dela podem dizer-lhe muitas coisas sobre gostos dela e isso irá ajudá-lo na sua escolha. Por outro lado, ao passarem pela montra de uma joalharia também pode tentar perceber o que atrai mais atenção dela ou perguntar-lhe opinião “sem dar muito nas vistas”, no caso de querer fazer-lhe uma surpresa.
Como escolher a joia apropriada para a sua companheira

4)Faça o “trabalho de casa”!

Saber quais as cores que ela gosta de vestir pode ajudá-lo a decidir qual a cor da pedra preciosa que melhor combina com o guarda-roupa dela, especialmente se estiver a pensar oferecer uns brincos ou um colar. Atente também ao tom de pele dela e às cores dominantes da maquilhagem que ela costuma usar.

A sua amada pode ficar insatisfeita se lhe oferecer uma joia que não “combina” com o seu horóscopo. Acredita-se que a joias e as pedras preciosas têm características especiais e poderes sobrenaturais de acordo com os signos do Zodíaco.

Alguns dizem que as pedras preciosas dão uma protecção mágica às pessoas que as usam como talismãs, sendo que estas ajudam na realização dos objectivos, na concessão de desejos e na protecção contra doenças e desgraças.

As joias são frequentemente associadas a lendas, superstições e crenças, e apenas as joias oferecidas ou compradas são considerados verdadeiros talismãs.

Tente saber todas as datas que são importantes para ela. Os presentes não são apenas para Aniversários e Natal – os presentes são sempre bem-vindos.

5) Apresente o seu presente de forma requintada!

Escolha uma caixa bonita para oferecer o seu presente e acompanhe por exemplo com flores. Escolha também um local romântico ou crie um ambiente adequado para que o momento da entrega se torne inesquecível.

Para ter a certeza que oferecerá o presente perfeito e que não se irá esquecer de comprar o presente para a ocasião seguinte, pode comprar um conjunto de joias e oferecê-lo por partes. Por exemplo, pode oferecer um anel pelo Natal e os brincos a condizer (do mesmo conjunto) no dia do aniversário de casamento.

6)E um dos conselhos mais importantes:

Se ainda estiver inseguro acerca da joia que deve oferecer - escolha um anel de diamante.

A maioria das mulheres quer um grande diamante, lembre-se que um diamante maior cria a ilusão de poder, riqueza e influência. No entanto, algumas mulheres podem não se sentir confortáveis ao usar um grande diamante, especialmente se tiverem uma personalidade humilde, por isso, se for esse o caso é sempre melhor oferecer um pequeno diamante que não irá colidir com personalidade dela, algo com que ela possa sentir-se mais à vontade em usar, e que não irá entrar em conflito com a sua “alma humilde”. Isso irá também evitar que ela se recuse a usá-lo com medo de ser vítima de roubo. Por outro lado, o tamanho do anel tem que ser decidido conforme o tamanho do dedo - quanto maior o dedo maior deverá ser o diamante, e quanto menor o dedo menor o diamante. Caso contrário, o anel pode tornar-se desadequado ao dedo bonito dela.


Carlos Vieira

Título: Como escolher a joia apropriada para a sua companheira

Autor: Carlos Vieira (todos os textos)

Visitas: 8

805 

Imagem por: dunikowski

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    20-09-2014 às 13:26:07

    Excelente! Quão bom é quando o homem se preocupa em oferecer uma joia que agrade sua companheira. Ganhar uma joia bem brilhante e bonita, mesmo que simples, é maravilhoso!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    08-05-2014 às 20:03:07

    Há homens que sabem escolher muito bem uma joia para sua companheira. Com um conhecimento maior dos gostos dela, ele é capaz de comprar uma joia que ela adora!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCris

    16-12-2012 às 00:46:38

    inadequado, e ão "desadequado"

    ¬ Responder

Comentários - Como escolher a joia apropriada para a sua companheira

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A história da fotografia

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Fotografia
A história da fotografia\"Rua
A história e princípios básicos da fotografia e da câmara fotográfica remontam à Grécia Antiga, quando Aristóteles verificou que os raios de luz solar e com o uso de substâncias químicas, ao atravessarem um pequeno orifício, projetavam na parede de um quarto escuro a imagem do exterior. Este método recebeu o nome de câmara escura.

A primeira fotografia reconhecida foi uma imagem produzida em 1826 por Niepce. Esta fotografia foi feita com uma câmara e assente numa placa de estanho coberta com um derivado de petróleo, tendo estado exposta à luz solar por oito horas, esta encontra-se ainda hoje preservada.

Niepce e Louis –Jacques Mandé Daguerre inciaram em 1829 as suas pesquisas, sendo que dez anos depois foi oficializado o processo fotográfico o nome de daguerreótipo. Este processo consistia na utilização de duas placas, uma dourada e outra prateada, que uma vez expostas a vapores de iodo, formando uma pelicula de iodeto de prata sobre a mesma, ai era a luz que entrava na camara escura e o calor gerado pela luz que gravava a imagem/fotografia na placa, sendo usado vapor de mercúrio para fazer a revelação da imagem. Foi graças á investigação realizada por Friedrich Voigtlander e John F. Goddard em 1840, que os tempos de exposição e revelação foram encurtados.




Podemos dizer que o grande passo (não descurando muitas outras mentes brilhantes) foi dado por Richard Leach Maddox, que em 1871 fabricou as primeiras placas secas com gelatina, substituindo o colódio. Três anos depois, as emulsões começaram a ser lavadas com água corrente para eliminar resíduos.

A fotografia digital


Com o boom das novas tecnologias e com a capacidade de converter quase tudo que era analógico em digital, sendo a fotografia uma dessas mesmas áreas, podemos ver no início dos anos 90, um rápido crescimento de um novo mercado, a fotografia digital. Esta é o ideal para as mais diversas áreas do nosso dia a dia, seja a nível profissional ou pessoal.

As máquinas tornaram-se mais pequenas, mais leves e mais práticas, ideais para quem não teve formação na área e que não tem tempo para realizar a revelação de um rolo fotográfico, sem necessidade de impressão. Os melhores momentos da nossa vida podem agora ser partilhados rapidamente com os nossos amigos e familiares rapidamente usando a internet e sites sociais como o Facebook e o Twitter .

A primeira câmara digital começou a ser comercializada em 1990, pela Kodak. Num instante dominou o mercado e hoje tornou-se produto de consumo, substituindo quase por completo as tradicionais máquinas fotográficas.

Sendo que presentemente com o aparecimento do FullHD, já consegue comprar uma máquina com sensores digitais que lhe permitem, além de fazer fotografia, fazer vídeo em Alta-Definição, criando assim não só fotografias quase que perfeitas em quase todas as condições de luz bem como vídeo com uma qualidade até agora impossível no mercado do vídeo amador.

Tirar fotografias já é acessível a todos e como já não existe o limite que era imposto pelos rolos, “dispara-se” por tudo e por nada. Ter uma máquina fotográfica não é mais um luxo, até já existem máquinas disponíveis para as crianças. Muitas vezes uma fotografia vale mais que mil palavras e afinal marca um momento para mais tarde recordar.

Pesquisar mais textos:

Bruno Jorge

Título:A história da fotografia

Autor:Bruno Jorge(todos os textos)

Imagem por: dunikowski

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    05-05-2014 às 03:48:18

    Como é bom viver o hoje e saber da história da fotografia. Isso nos dá a ideia de como tudo evoluiu e como o mundo está melhor a cada dia produzindo fotos mais bonitas e com qualidade!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios