Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Christina Lauren – Um Cretino Irresistível

Christina Lauren – Um Cretino Irresistível

Categoria: Literatura
Christina Lauren – Um Cretino Irresistível

Chole Miles é uma estagiária que trabalha há seis anos na Ryan Media Group , está prestes a cursar seu MIBA e sua vida vai muito bem até que o filho do chefe Bennet Ryan, 31 anos, bonito e bem sucedido, resolve voltar ao país e assumir função de chefe num departamento da empresa. Desde então a vida de Chloe vira um inferno. Ele é autoritário, inflexível, e super exigente e parece que não mede esforços para Chloe se sentir um verdadeiro nada e ela resolve o apelidar de o Cretino Irresistível.

Se passam nove meses de “tortura”, mas a figura muda quando Chloe um dia se atrasa e como punição, Bennet manda que ela providencie até o final do dia uma apresentação de contas milionárias da empresa, mas ao apresentar ele não se controla e pega ela ali mesmo, em cima da mesa da sala de reuniões.

Bennet e Chloe são como dois semelhantes que se atraem. Ambos possuem personalidades fortes e por isso quando estão juntos eles ameaçam incendiar tudo o que está ao redor. Seja no elevador, nas escadas, no carro a caminho de uma reunião de negócios, não adianta, o ódio que sentem é palpável ao ponto de deixá-los raivosos e prontos para a briga independente do local em que se encontram. E uma vez submersos em um mundo de ódio, ficam a apenas um passo do desejo de caçar e dominar um ao outro, e é aqui que a relação dos dois muda de foco, suas desavenças geram a aversão, ao mesmo tempo em que suas semelhanças e constantes brigas geram um desejo físico bruto e inexplicável.

E a partir daí os seus encontros são cada vez mais quentes e carregados de intensidade, e a maioria desses encontros acontece lá mesmo na empresa. Mas esse não-relacionamento começa a trazer preocupações, já que afinal Chloe tem um futuro pela frente e muito potencial para crescer na empresa e não quer jogar tudo isso janela abaixo e pensamentos similares passam por Bennet que é ninguém menos que o chefe, que deveria ser o exemplo da empresa.

A trama é envolvente e extremamente viciante. Aqui é válido dizer que o artifício usado pela autora de fazer com que cada personagem narre um capítulo da história colabora diretamente para o nosso envolvimento com a trama, por que aí conhecemos o que cada um realmente pensa e deseja.

Vale ressaltar que o livro é adulto. O relacionamento de Bennet e Chloe começa com algo carnal e puramente sexual, então para ler o livro é preciso gostar desse tipo de narrativa mais explícita. Contudo também é importante dizer que o livro não é só sexo, a história envolve sentimento, comprometimento e emoção, ao ponto que foi fácil me sentir tocada por ela.


Wanderson Ramos Duarte

Título: Christina Lauren – Um Cretino Irresistível

Autor: Wanderson Ramos Duarte (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - Christina Lauren – Um Cretino Irresistível

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios