Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Evangélicas > AMIGO VERDADEIRO

AMIGO VERDADEIRO

Categoria: Evangélicas
AMIGO VERDADEIRO

Em toda minha trajetoria nunca tive um verdadeiro e fiel amigo,
Pois conheci o verdadeiro amigo quando entrei pela primeira vez na igreja, Senti uma verdadeira paz a qual nunca tinha sentido em toda minha vida.

A Palavra de Deus nos diz que um amigo é mais apegado que um irmão, e que para ter amigos é preciso mostrar-se amigável (Provérbios 18:24). A questão é: que tipo de amigo você deseja ser?

Que tipo de amigo você quer para você ? já que somos tudo aquilo que desejamos ser e escolhemos para nossa vida as pessoas que irão fazer parte dela.

1 Samuel 20 concentra-se na amizade de Davi e Jônatas. Estes dois homens realmente se importavam um com o outro e tinham grande confiança. Davi estava fugindo do pai de Jônatas, Saul. Jônatas sabia que Davi era inocente. Por causa da verdadeira amizade que com partilhavam, Davi sobreviveu às tentativas de assassinato de Saul e se tornou um dos maiores Reis de Israel.

Se somos amigos de alguém temos que ser verdadeiros um com outro, A bíblia em todo o seu contexto ela mostra as verdadeiras amizades que um tinha pelo outro.

Hoje é difícil dizer que somos amigos de alguém porque existe tanta falsidade e inveja corrompendo a relação construtiva das pessoas.Ninguém consegue mais confiar nas outras pessoas,sempre anda com pé atraz com medo dessa pessoa trair sua confiança.

Aonde esta a verdadeira amizade?

A amizade real e verdadeira envolve a liberdade de escolha, responsabilidade, verdade e perdão. Pedro e Jesus nos dão este exemplo: Pedro, temendo por sua vida depois de Jesus ser levado do Jardim do Getsêmani, nega conhecer Jesus (João 18). Enquanto estava sendo levado por seus acusadores, Jesus lança um olhar em direção a Pedro que diz: “Eu sabia que você ia me negar e Eu te perdôo“ (João 21).

Fácil olharmos para a bíblia e dizer como Deus é maravilhoso, difícil é viver na pratica o verdadeiro amor de uma amizade.
Você perdoaria uma traição do seu amigo? Talvez não ! Talvez você perdoasse,mas não acreditasse mais no seu amigo.

Mas Olhando para Jesus ele perdoou Pedro foi um perdão verdadeiro,um perdão de misericordia porque ele sabia que Pedro o negaria.

E quantas vezes nós estamos na situação de Pedro? Estamos Negando Jesus em Nossas vidas ? Você já parou para pensar nisso ?

Quantas vezes Jesus olhou para nós e disse eu sabia que você iria me negar e eu te perdoo.

Se às vezes ofendemos um amigo sem querer, A Palavra de Deus oferece uma solução. Chama-se perdão. Não há maior exemplo do que o amor de Deus por nós. É tão grande que Ele deu o seu Filho unigênito, Jesus Cristo, a fim de que a nossa amizade com Ele pudesse ser restaurada. O Senhor fez isso apesar do fato de que o ofendemos profundamente. Temos desobedecido Seus mandamentos, dado-lhe as nossas costas e seguido o nosso próprio caminho.

Quando desobedecemos a ele, vivemos os nossos próprios erros., Porque se Deus é amor porque temos que viver em guerra com outras pessoas, Magoar,ofender,machucar com palavras as pessoas que o próprio Deus coloca em nossas vidas.

Se Temos Deus como nosso exemplo então temos que viver em perdão
Temos que ter paz um com outro independente de credo religioso, temos que viver unidos um com outro, porque Deus não tem amor, ele é o Amor.

Você precisa de um amigo? Deus quer ser seu amigo verdadeiro. Anseia o companheirismo? Deus está sempre com você (Hebreus 13:5).

Se Deus esta afirmando em sua palavra que ele estará sempre com Você,pois ele é o nosso único e verdadeiro amigo. Pois mesmo quando fechamos a porta, ele esta do lado de fora nos esperando para nos guardar e nos proteger de toda a cilada do diabo contra nossas vidas.

Então nunca diga que você esta sozinho, pois Deus estará sempre ao teu lado.

Pois ele é o teu amigo fiel e verdadeiro


Wanderson Ramos Duarte

Título: AMIGO VERDADEIRO

Autor: Wanderson Ramos Duarte (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - AMIGO VERDADEIRO

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios