Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Antiguidades > Tesouros Escondidos

Tesouros Escondidos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Antiguidades
Visitas: 1
Comentários: 13
Tesouros Escondidos

Numa era em que é dado grande atenção ao design vanguardista e a todas as coisas high-tech, que a nossa sociedade moderna tanto gosta, começa a tornar-se cada vez menos usual, as últimas gerações procurarem ou mostrarem interesse na compra ou no coleccionar antiguidades.

Por antiguidades, entende-se, peças antigas e com história, sendo que para algo ser chamado de antiguidade, normalmente, a peça ou objeto deverá corresponder a alguns pré-requisitos.

O que faz de algo uma antiguidade?

O fator principal que confere a um objeto qualquer a designação é obviamente a idade, sendo que a idade mínima é de 50 anos (em alguns dos casos) sendo que o contexto histórico em que a peça foi produzida é também um fator extra à avaliação da peça.

A raridade da peça é também um dos fatores mais relevantes. Pois existem peças que datam antes da revolução industrial ou que até mesmo durante a época do trabalho mecanizado, foram produzidas de forma artesanal e em quantidade limitada.

O facto de uma peça ter sido feita por um grande artesão de tempos longínquos, é também um dos fatores decisivos, de chamar algo de antiguidade, pois antes da Revolução industrial o Homem apenas podia confiar nos seus dons enquanto artesão para produzir peças inovadoras e diferentes, usando em alguns casos os melhores e mais nobres materiais para o efeito.

Os materiais usados e o estado de conservação da peça é um dos outros fatores a analisar quando nos deparamos com uma dita antiguidade, seja ela uma obra de arte, uma peça mecânica, uma joia, etc.

Seja por mera curiosidade, gosto ou por ser um hobby, deverá tomar sempre em atenção alguns destes pontos quando se vê em mãos com uma possível antiguidade.

Caso acredite que é na compra e venda de antiguidades que pode ter uma outra fonte de rendimentos, deverá então estudar para isso mesmo, pois poderá “comprar lebre por coelho”, ser enganado. Aqui poderá residir uma nova forma de se distrair e até mesmo quem sabe, se numa das suas deambulações por entre feiras de velharias, não acabará por, descobrir um verdadeiro tesouro.


Bruno Jorge

Título: Tesouros Escondidos

Autor: Bruno Jorge (todos os textos)

Visitas: 1

624 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 13 )    recentes

  • SophiaSophia

    22-04-2014 às 15:05:40

    Muito bom saber que essas antiguidades têm uma atribuição particular - não é qualquer peça que se pode chamar de antiguidade. A Rua Direita agradece a forma como colocaste os tesouros escondidos. Muitas vezes, nem se sabe quem foram os produtores, criadores de algumas peças bem antigas, mas o interessante é que existam em nosso meio.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAlice

    04-10-2012 às 10:47:09

    Parabéns um texto muito bom Bruno ;)

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJonas

    04-10-2012 às 10:46:38

    Um texto cinco estrela

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoEunice

    02-10-2012 às 09:59:46

    Gostei muito Bruno. Como sempre os teus textos são muito concisos e directos. Tens uma boa capacidade de expressão escrita. Continua

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria

    02-10-2012 às 11:21:38

    Mesmo. Continua Bruno. O teu é um dos melhores textos nesta competição

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTozé

    02-10-2012 às 09:47:18

    Gostei mesmo muito. Este texto ensina o que é uma antiguidade e como detectá-la, o que é muito bom pois elucida-nos bastante. Obrigado e boa escrita

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatização

    01-10-2012 às 14:33:58

    Bosta de texto

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria

    03-10-2012 às 09:41:55

    É escusado ser mal educado. Este é um lugar para se aprender não para desaprender e faltar-se ao respeito às pessoas que contribuem.

    ¬ Responder
  • Ana SebastiãoAna Sebastião

    01-10-2012 às 13:56:19

    Sinceramente não sabia. O texto é uma fonte de informação importante. Gostei.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoChico

    01-10-2012 às 10:58:17

    Nossa cara... gostei a brava. Gostei

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFrancisca

    01-10-2012 às 10:57:34

    É mesmo né? Tem um visinha minha que tinha uma dessas no sotaõ. ainda vez muito dinheiro com uma caixinha de musica velhinha

    ¬ Responder
  • Bruno JorgeBruno Jorge

    01-10-2012 às 11:36:12

    Pois, nunca se sabe o que é que temos em casa não verdade. Obrigado pelo comentário Francisca

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMartins

    01-10-2012 às 10:56:10

    Muito engraçado e util esse texto bruno. Simples e fácil de entender. Gostei

    ¬ Responder

Comentários - Tesouros Escondidos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios