Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Jóias Relógios > Colar de crochê

Colar de crochê

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Jóias Relógios
Visitas: 14
Comentários: 7
Colar de crochê

Desde os primórdios o artesanato que é a transformação de matéria prima em objetos e ou produtos de forma manual, vem acompanhando a humanidade.

Cada cultura tem guardada em si um grupo de pessoas que se dedicam ao feitio do artesanato como forma de trabalho, ou como uma forma de manter viva alguma tradição peculiar daquele país.

Dentre inúmeros tipos de artesanato temos o crochê, essa técnica que consiste em tramar com uma agulha, variados tipos de linha, e que depende tão somente da criatividade de cada um.

Uma arte dentre inúmeras do crochê que tem, sido destaque é o colar de crochê.

Com uma grande variação de formas ele tem sido amplamente confecionado e usado.

Para a confeção do colares de crochê o que manda é a criatividade, pois, são ilimitados os desenhos e os acessórios que podem estar associados às tramas da linha.

Miçangas, contas, lantejoulas, bolinhas de isopor (que servem de base para o revestimento), são alguns dos materiais que são usados.

O colar de crochê pode ser feito para presentear suas amigas, que se sentirão lisonjeadas, em ganhar um presente simples, porém sofisticado.

Serve como terapia ocupacional, entre grupos de trabalhos, independente da idade.

Nas horas vagas, entre uma fila ou outra, você poderá fazer seu próprio colar, imagine chegando ao seu local de trabalho, de estudo, ou nas festas com colares variados, e exclusivos?!
Ele serve até como renda extra, ou até como uma forma de ganhar dinheiro, já que, sua beleza, originalidade, e principalmente a praticidade de sua confeção, fazem dele um produto barato e de fácil aceitação no mercado.

Caso não saiba como fazer e existem na internet, alguns sites que ensinam os pontos básicos do crochê, com um pouco de habilidade, é possível se aventurar nos primeiros passos, logo sinta que adquiriu alguma técnica e maior habilidade arrisque-se um pouco mais no feitio de alguns desenhos simples, até chegar ao feitio do colar propriamente dito, para tanto há alguns sites também que dão algumas receitas praticas e fáceis.

Há também revistas especializadas, e cursos rápidos em lojas do ramo, que irão dar o passo a passo de como confecionar o seu colar de crochê.

O colar de crochê é um produto artesanal simples, que adorna e favorece a beleza feminina, destacando na mulher a sensualidade que lhe são peculiares.

Capriche no visual, use e abuse da criatividade e seja feliz!


Sheila Leite

Título: Colar de crochê

Autor: Sheila Leite (todos os textos)

Visitas: 14

784 

Imagem por: embroiderizer

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 7 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    18-09-2014 às 19:30:13

    Muito lindo! Esses colares de crochê são tão delicados e perfeitos para deixar o look mais charmoso, belo e bonito.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    08-05-2014 às 19:37:21

    É tão lindo uma mulher usar um colar de crochê. E o melhor é que nunca sai de moda!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela

    09-09-2011 às 23:13:19

    Colar de crochê recurso utilizado em uma sessão de terapia ocupacional, caso visto pelo terapeuta se tal recurso é realmente necessario como medida reabilitadora.... Mas, terapia ocupacional somente com terapeuta ocupacional!!!

    ¬ Responder
  • Ruben GuerreiroCarolina

    09-09-2011 às 20:28:24

    Gostei muito do colar, mas não gostei do uso do nome da minha profissão, Terapia Ocupacional, no texto. A Terapia Ocupacional é uma profissão regulamentada pelo Decreto Lei N. 938 de 13 de outubro de 1969.Portanto,exercê-la sem cumprir as condições previstas em lei configura exercício ilegal da profissão. Acho importante também deixar claro o que é a Terapia Ocupacional. Segundo a OMS "Terapia Ocupacional é a ciência que estuda a atividade humana e a utiliza como recurso terapêutico para prevenir e tratar dificuldades físicas e/ou psicossociais que interfiram no desenvolvimento e na independência do cliente em relação às atividades de vida diária, trabalho e lazer. É a arte e a ciência de orientar a participação do indivíduo em atividades selecionadas para restaurar, fortalecer e desenvolver a capacidade, facilitar a aprendizagem daquelas habilidades e funções essenciais para a adaptação e produtividade, diminuir ou corrigir patologias e promover e manter a saúde."

    ¬ Responder
  • Cléa Mina KashiwagiCléa Mina Kashiwagi

    19-08-2011 às 11:31:14

    Não gostei muito deste colar porque foi feito com lã, ganhei um com fio de nâilon mas nunca usaria. Sou paulista, não estou acostumada a usar colar com fio de nâilon aparecendo. Se fosse o colar tradicional ficaria mais bonito. Compro as coisas quando acho bonito e uso nas ocasiões especiais. Gosto de combinar as roupas com os colares. Para mim colares de pérolas é uma peça social. Fui para Mie na fábrica Mikimoto e as funcionárias mergulham para pegar as pérolas. Isto valoriza o produto, mesmo não sendo o original.

    ¬ Responder
  • Letícia Bolzon Silvaeliane poppe

    27-08-2010 às 00:35:42

    ADOREI esse colar. como se faz junto com as contas pode me explicar? serei muito grata.

    ¬ Responder
  • ceilma

    12-04-2010 às 23:10:09

    gostei muito do colar de croche vou adotar no mue trabalho
    por favor manda mais ta obrigodo

    ¬ Responder

Comentários - Colar de crochê

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: embroiderizer

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios