Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > 20 melhores dicas de culinária

20 melhores dicas de culinária

Categoria: Alimentação
Visitas: 4
Comentários: 2
20 melhores dicas de culinária

1 – No fim é tudo sobre preparação. Diminua o estresse fazendo a preparação no período anterior. Você fará mais sucesso! Paula Deen , Paula’s Best Dishes

2 – Guarde especiarias em um lugar fresco e escuro, e não acima do seu fogão. Luz, umidade e calor fará com que as ervas e especiarias percam seu sabor. Rick Tramonto, Steak & Seafood da Tramonto, a Osteria di Tramonto e Lounge RT, Wheeling, IL

3 – Se você está cozinhando para alguém importante - para seu chefe, por exemplo, nunca pense em experimentar uma nova receita e um novo ingrediente ao mesmo tempo. Marcus Samuelsson, Red Rooster , New York City

4 – Cozinhe o macarrão um minuto a menos do que manda a embalagem pois o restante do cozimento acontecerá quando se juntar com o molho. Mario Batali, Iron Chef America

5 – Depois de trabalhar com o alho, esfregue as mãos com vigor em sua pia de aço inoxidável por 30 segundos antes de lavá-las. Isso irá remover o odor. Gerard Craft, Nicho e Taste , St. Louis

6 – Se você acha que precisa de mais óleo na frigideira quando refogar, acrescente um fio ao longo das bordas da panela. Assim ele terá de caminhar pela lateral da panela e chegará aquecido ao ingrediente que está sendo cozido. Anita Lo
Annisa , New York City

7 – Para deixar molhos mais saudáveis, substitua metade da maionese por iogurte. Ellie Krieger, Healthy Appetite with Ellie Krieger

8 – Quando fizer um sanduíche grande, espalhe a maionese de canto a canto sobre o pão. Pessoas apressadas passam a maionese apenas no meio. Cada mordida deve ser saborosa! Roy Choi , Kogi BBQ e A-Frame , em Los Angeles

9 – Para obter melhores resultados quando estiver assando, deixe a manteiga e os ovos em temperatura ambiente durante a noite. Ina Garten, Barefoot Contessa: Back to Basics

10 – As receitas são apenas uma diretriz e não a Bíblia. Sinta-se confortável substituindo ingredientes por outros similares que você gosta. Se você gosta de orégano, mas não tomilho, use orégano. Alex Seidel
Fruition , Denver

11 – Para cortar pancetta ou bacon coloque no congelador por 15 minutos. A carne ficará mais firme e fácil para cortar. Chris Cosentino, Chefs vs Cidade

12 – Quebre os dentes de alho dentro de um saco plástico selado com as costas de uma faca. Dessa forma, a sua tábua de corte e faca não vai cheirar. Laurent Tourondel, Brasserie Ruhlmann , New York City

13 – Invista em um azeite de alta qualidade. Basta apenas uma gotinha de azeite ruim para estragar o sabor de sua comida. Nancy Silverton, Osteria Mozza , em Los Angeles

14 – Adicione casca dos queijos na hora de fazer caldos de carne ou legumes. Isso dará um sabor especial ao caldo. Paul Virant, Vie , Western Springs, IL

15 – Sempre use facas afiadas. Não só é mais seguro, mas ela vai deixar seu trabalho mais eficiente. Abril Bloomfield
The Spotted Pig , The Breslin e The John Dory Oyster Bar , New York City

16 – Depois de escorrer a massa, enquanto ainda está quente, rale queijo parmesão fresco por cima antes de colocar o molho, assim ele ficará mais incorpado na massa. Giada De Laurentiis, Giada at home

17 – Para cozinhar um bife, comece grelhando do lado da gordura e só depois o restante para que o bife pegue o gosto. Alain Ducasse, Adour e Benoit , New York City

18 – Prove sua comida antes de servir. Estou surpreso como as pessoas seguem uma receita e não provam depois para ajustar o tempero. Brad Farmerie, Public and Double Crown, New York City

19 – Quando cozinhar couve-flor, adicione um pouco de leite na água com sal para manter o legume brilhante. Passe pela água fria para interromper o cozimento e depois serva. Michael White, Marea , Osteria Morini e Ai Fiori , New York City

20 – Ao fazer purê de batatas, depois de escorrer as batatas, coloque novamente na panela quente, tampe e deixe no vapor por 5 minutos. Isso permite que as batatas sequem e absorvam melhor a manteiga depois. Wolfgang Puck, Spago , em Los Angeles


Miguel Pereira

Título: 20 melhores dicas de culinária

Autor: Miguel Pereira (todos os textos)

Visitas: 4

606 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFernando

    25-04-2014 às 11:41:22

    Experimente também utilizar sal misturado com pimenta e óregaos, fica muito delicioso.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    17-04-2014 às 21:42:26

    Que excelentes dicas desses especialistas! A Rua Direita agradece por compartilhar conosco aqui.

    ¬ Responder

Comentários - 20 melhores dicas de culinária

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios