Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Origem dos Pastéis de Bélem

Origem dos Pastéis de Bélem

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 4
Comentários: 4
Origem dos Pastéis de Bélem

Os famosos e tão conhecidos pastéis de Belém tiveram origem no ano mil oitocentos e trinta e sete em Belém, perto de Lisboa. Nesses tempos a deslocação entre os dois locais, eram ligados a partir de barcos a vapor.

Em Belém os monges do Mosteiro dos Jerónimos, colocaram á venda numa humilde pastelaria junto ao Mosteiro, estes pastéis com o objetivo de manter a ordem e a fim de obter algum dinheiro como forma de sustento. Sendo este espaço uma atração turística, como a Torre de Belém, era imprescindível não provar este doce conventual, da qual ficavam deslumbrados com o sabor. No momento em que se está para saborear tal paladar agradável de açúcar com ovos, coloca-se um pouco de canela e açúcar em pó na sua superfície.




Na época a receita deste doce estava no segredo dos deuses, apenas o pasteleiro do convento e os monges tinham conhecimento, fazendo um voto de silêncio e juramento acerca da receita. O fornecedor Sebastião Alfredo da Silva era quem abastecia os ingredientes para a elaboração do pastel de belém e tinha o armazém perto do mosteiro, na Rua de Belém.

Após a revolução Liberal o mosteiro foi obrigado a fechar, conta-se que o pasteleiro ou os monges venderam a receita ao empresário Domingos Rafael Alves, que levou por sua vez á fundação da Sociedade Portuguesa de Confeitaria, que ainda hoje reside entre os descendentes deste empresário.

A fábrica foi restaurada, sendo conhecida como a antiga confeitaria de Belém, que vem até aos dias de hoje a produzir os melhores pastéis a nível nacional, onde se conta com cerca de quinze mil pastéis ao dia. No seu interior estão cinco salas com azulejos com pastéis, e existe ainda um anexo nesta fábrica onde se pode encontrar a afamada Oficina do Segredo, que não sofreu obras até aos dias de hoje; no seu interior trabalham os pasteleiros que misturam os elementos necessários e nas quantidades exatas para a confeção dos pastéis, artesanalmente e á porta fechada.

Quando a receita foi transmitida aos pasteleiros, estes por sua vez foram levados a assinar um termo de responsabilidade como não divulgavam a receita e colocados sobre juramento, como em outras épocas.


Sandra Mendes

Título: Origem dos Pastéis de Bélem

Autor: Sandra Mendes (todos os textos)

Visitas: 4

702 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Delene Aparecida RodriguesDelene Aparecida Rodrigues

    23-09-2012 às 05:07:50

    Sou fascinada pelos doces portugueses, em especial os pastéis de Belém. Quando penso em Portugal, o que me vem imediatamente à cabeça é a sua culinária, que acredito ser a melhor da Europa inteira!!!

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    18-09-2012 às 10:04:42

    Os monges e freiras são conhecidos pelas suas famosas receitas de doces e outras iguarias.Os famosos pastéis de Belém não fogem à regra uma vez que a sua receita era segredo dos mesmos.Além de serem famosos os pastéis de Belém são muito apreciados por gente de todo o mundo que ocorre a Belém para os apreciar.

    ¬ Responder
  • Jovita CapitãoJovita Capitão

    17-09-2012 às 17:44:02

    Adoro doces! Então os pasteis de Belém...são fantásticos bem quentinhos e com canela e açúcar por cima.. :)

    ¬ Responder
  • Ana SebastiãoAna Sebastião

    17-09-2012 às 16:58:35

    Realmente, já fiquei com fome... São deliciosos

    ¬ Responder

Comentários - Origem dos Pastéis de Bélem

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios