Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Conheça as 3 carnes mais caras do mundo

Conheça as 3 carnes mais caras do mundo

Categoria: Alimentação
Visitas: 95
Conheça as 3 carnes mais caras do mundo

Recentemente a mídia estampou fotos de quilos e mais quilos de carnes caríssimas, de nomes estranhos, apreendidas durante uma visita à residência de um político envolvido em denúncias de corrupção.

Fora a repercussão da notícia, o fato serviu para mostrar para o público outra face da gastronomia muito similar à astronomia, uma vez que os preços são incrivelmente astronômicos com relação ao alimento que colocamos habitualmente à mesa.

De fato, uma pessoa comum jamais poderia imaginar que apenas um quilo de carne pudesse custar tanto, ou que existissem nomes absolutamente desconhecidos pela maioria. Eis alguns desses casos.

Essa lista não poderia começar de outra forma senão com a carne produzida pelo gado japonês Wagyu (também conhecida como Kobe Beef, uma coqueluche na terra do sol nascente). O que torna a carne desse ruminante tão especial? Ela é entremeada com pequenos canalículos de gordura, conferindo-lhe um aspecto marmorizado. Isso faz com que a carne fique muito suculenta e saborosa. No Japão, o animal tem tratamento vip, com massagens especiais e doses de bebida alcoólica, a fim de deixar a carne ainda mais macia e suculenta. Trata-se de um dos bifes mais caros do mundo; no restaurante, o bife pode custar cerca de duzentos reais, com o quilo podendo custar mil dólares no Japão.

O “côte du boef”, do produtor francês Alexandre Polmard, entra nesta lista não por ser de origem de uma raça especial. Contudo, provém de um gado tratado com mil regalias, como massagem especial e alimentação diferenciada. Aliás, a família Polmard faz questão de dar tratamento de joia rara à sua produção. A carne é mantida a -43oC por um período de maturação que pode chegar até 15 anos. O quilo da iguaria pode custar até três mil euros, ou por volta de 12 mil reais, dependendo da “safra”.

Finalizamos com o beef Bonsmara, oriundo da raça de gado do mesmo nome difundida na África do Sul por volta de 1937. Provém da mistura da raça Afrikaner e as raças europeias Hereford e Shorthorn. O intuito foi criar uma raça resistente ao clima sul-africano e que produzisse carne de excelente qualidade. O resultado está espelhado no preço da joia, que pode chegar a mil e quinhentos reais o quilo aqui no Brasil.


Lauro Damilo Dias

Título: Conheça as 3 carnes mais caras do mundo

Autor: Lauro Damilo Dias (todos os textos)

Visitas: 95

0 

Comentários - Conheça as 3 carnes mais caras do mundo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios