Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > O que voce não sabe sobre as bebidas

O que voce não sabe sobre as bebidas

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
O que voce não sabe sobre as bebidas

Existem muitos mitos, alguns quase a tocar as raias da crendice, acerca de variadíssimas bebidas. Por exemplo, é falsa a afirmação que sustenta que a cerveja engorda mais do que o vodka. A cerveja, além de uma menor concentração alcoólica, também possui bastante menos calorias, e, em simultâneo, contém algumas vitaminas e sais minerais.

Costuma dizer-se que o vinho tinto é mais saudável do que o branco, e isto é verdade. Ficando sempre em contacto com a casca das uvas (o que pode não acontecer no vinho branco), o vinho tinto traz mais benefícios à saúde, nomeadamente no que concerne à grande porção de flavonoides que ostenta, um antioxidante capaz de diminuir o risco de doenças cardiovasculares e a incidência de cancros, assim como de coadjuvar a absorção de minerais como o cálcio, o magnésio, o fósforo e o zinco. Contudo, e tal como a cerveja, não é preciso exagerar, sob pena de se desencadearem alergias, enxaquecas, problemas de fígado e, em ultimas análise, derrames cerebrais.

Outro mito diz respeito aos refrigerantes light, que muitas pessoas acreditam não terem calorias. Não é assim. Supostamente, eles teriam menos 30 por cento de algum constituinte (açúcar, gordura, calorias, …), comparativamente ao produto original. Todavia, se, para reduzir uma substância, se aumentar outra, o valor energético pode ser mantido ou até aumentado.

Agora, andam muito na moda as águas com “poderes mágicos” (emagrecimento, trato intestinal, etcétera) e sabores diversos, e, como se trata de água, toca a beber, que água é sempre água! Fantasia! Há que ler atentamente os rótulos, porque nem todas as “águas” são água e mesmo as águas não são todas iguais. Deve beber-se água cristalina à razão de dois litros por dia, dependendo de fatores como a temperatura, a atividade física, problemas de febre ou diarreia (que requerem uma reposição de líquidos), entre outros. E, ao contrário do que se possa pensar, a ausência de sede não significa que não seja preciso beber mais água. Particularmente nos indivíduos mais idosos, é natural que a sede não se faça sentir, mas as suas necessidades hídricas não se alteram por causa disso.

E, quem disse que o café é a principal fonte de cafeína? As bebidas energéticas podem equiparar a quantidade de cafeína do café. O chá e alguns refrigerantes também têm cafeína. O consumo deste estimulante terá de ser limitado para quem padeça de hipertensão e para mulheres grávidas. De facto, é suscetível de aumentar a frequência cardíaca e a tensão arterial, provocar irritabilidade ou alterações do sono. Dois cafés por dia são o suficiente, de preferência sem açúcar.

Sim, porque os organismos não sujeitos a grandes esforços ou circunstâncias peculiares não carecem de bebidas açucaradas. Aliás, há estudos que associam a ingestão deste tipo de bebidas a cáries dentárias e diabetes do tipo II.
Os sumos de fruta não são, nem de perto nem de longe, tão saudáveis como a fruta à peça. Apresentam mais calorias, perdem fibras e o açúcar é mais rapidamente absorvido.

As bebidas isotónicas NÃO PODEM substituir a água! A função hidratante desta e a sua participação na regulação térmica e na homeostasia dos fluidos corporais não tem par. Do mesmo modo, é sandice dizer-se que a agua às refeições engorda, uma vez que ela não possui valor calórico.

Finalmente, o calor que se experimenta ao tomar uma bebida alcoólica não é sinónimo de aquecimento corporal, mas, ao invés, essa deslocação do sangue do interior do organismo para a superfície irá provocar uma considerável perda de calor dos órgãos por irradiação. Em analogia, o álcool também não ajuda a digestão. O que faz é acelerar os movimentos que lançam de forma abrupta os alimentos no intestino ainda mal digeridos, trazendo perturbações digestivas a vários níveis.


Maria Bijóias

Título: O que voce não sabe sobre as bebidas

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

735 

Imagem por: Joe Shlabotnik

Comentários - O que voce não sabe sobre as bebidas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Joe Shlabotnik

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios