Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Aprenda a poupar na cozinha

Aprenda a poupar na cozinha

Categoria: Alimentação
Visitas: 6
Aprenda a poupar na cozinha

Numa altura em que, tanto o fundo orçamental, como o tempo escasseiam, urge encontrar formas de os poupar, sem, contudo, beliscar a qualidade ou o sabor dos pratos que se preparam.

Assim, por exemplo, levando farinha maizena ao lume com um pouco de água, consegue substituir-se o ovo batido nos panados. Basta passar os bifes, o frango, o peixe, ou o que for, pelo creme formado e pela farinha e fritar. Obtém-se um óptimo paladar a baixo custo. A maizena pode também ser utilizada para polvilhar, juntamente com açúcar, as formas de tarte, antes de receberem a massa, a fim de que esta fique seca e crocante. A maizena encontra ainda utilização nas sobras de puré de batata, a que se acrescente um ovo e um bocadinho de queijo ralado, para dar a consistência necessária para a modelagem de croquetes ou pastéis. Envolvendo-os nesta farinha antes de fritar em óleo abundante, ficarão com a casca estaladiça e macios por dentro. A propósito, para evitar os espirros de gordura que a fritura implica, salpica-se sal no fundo da frigideira antes de lá colocar os alimentos ou a gordura.

No que respeita às frutas, devem preferir-se as da época. No Verão, as saladas de fruta apetecem de forma especial e sabem muito bem. Quando se temperam, acrescentando algumas gotas de limão consegue-se que a fruta não escureça, e o gosto é realçado.

Nos tempos que correm, há muita gente a optar por fazer pão em casa. Economiza-se bastante (comprado, o pão fica cerca de treze vezes mais caro). Não obstante, e dada a falta de prática, não é fácil saber quando é que a massa já está levedada. Um truque simples é enfiar o dedo indicador até que fique completamente submerso na massa. Se um ou dois minutos depois de o retirar se mantiver o buraco produzido pelo dedo é sinal de que o período de fermentação já acabou.

Na feitura de bolos, cuja receita recomende adicionar alternadamente ingredientes líquidos e sólidos, deve iniciar-se e terminar-se com a farinha, se pretender maior leveza. Paralelamente, há que ter em atenção que as medidas dos líquidos não precisam de se encher até mesmo ao cimo, mas as de farinha sim.

Para remover o excesso de sal (tão prejudicial à saúde) da sopa, acrescenta-se uma ou duas batatas (dependendo da desmesura), convenientemente descascadas e cortadas aos quartos. As batatas irão absorver algum desse sal. E, ao debulhar as cebolas, que tantos benefícios aportam ao coração e tornam o caldo da sopa tão cremoso, não é forçoso chorar. Basta ir passando a faca por água corrente.

Mais corrente ficará, com certeza, a carteira de quem apele a determinados artifícios e à imaginação no combate ao desperdício.



Maria Bijóias

Título: Aprenda a poupar na cozinha

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

786 

Comentários - Aprenda a poupar na cozinha

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios