Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Aprenda a poupar na cozinha

Aprenda a poupar na cozinha

Categoria: Alimentação
Visitas: 6
Aprenda a poupar na cozinha

Numa altura em que, tanto o fundo orçamental, como o tempo escasseiam, urge encontrar formas de os poupar, sem, contudo, beliscar a qualidade ou o sabor dos pratos que se preparam.

Assim, por exemplo, levando farinha maizena ao lume com um pouco de água, consegue substituir-se o ovo batido nos panados. Basta passar os bifes, o frango, o peixe, ou o que for, pelo creme formado e pela farinha e fritar. Obtém-se um óptimo paladar a baixo custo. A maizena pode também ser utilizada para polvilhar, juntamente com açúcar, as formas de tarte, antes de receberem a massa, a fim de que esta fique seca e crocante. A maizena encontra ainda utilização nas sobras de puré de batata, a que se acrescente um ovo e um bocadinho de queijo ralado, para dar a consistência necessária para a modelagem de croquetes ou pastéis. Envolvendo-os nesta farinha antes de fritar em óleo abundante, ficarão com a casca estaladiça e macios por dentro. A propósito, para evitar os espirros de gordura que a fritura implica, salpica-se sal no fundo da frigideira antes de lá colocar os alimentos ou a gordura.

No que respeita às frutas, devem preferir-se as da época. No Verão, as saladas de fruta apetecem de forma especial e sabem muito bem. Quando se temperam, acrescentando algumas gotas de limão consegue-se que a fruta não escureça, e o gosto é realçado.

Nos tempos que correm, há muita gente a optar por fazer pão em casa. Economiza-se bastante (comprado, o pão fica cerca de treze vezes mais caro). Não obstante, e dada a falta de prática, não é fácil saber quando é que a massa já está levedada. Um truque simples é enfiar o dedo indicador até que fique completamente submerso na massa. Se um ou dois minutos depois de o retirar se mantiver o buraco produzido pelo dedo é sinal de que o período de fermentação já acabou.

Na feitura de bolos, cuja receita recomende adicionar alternadamente ingredientes líquidos e sólidos, deve iniciar-se e terminar-se com a farinha, se pretender maior leveza. Paralelamente, há que ter em atenção que as medidas dos líquidos não precisam de se encher até mesmo ao cimo, mas as de farinha sim.

Para remover o excesso de sal (tão prejudicial à saúde) da sopa, acrescenta-se uma ou duas batatas (dependendo da desmesura), convenientemente descascadas e cortadas aos quartos. As batatas irão absorver algum desse sal. E, ao debulhar as cebolas, que tantos benefícios aportam ao coração e tornam o caldo da sopa tão cremoso, não é forçoso chorar. Basta ir passando a faca por água corrente.

Mais corrente ficará, com certeza, a carteira de quem apele a determinados artifícios e à imaginação no combate ao desperdício.



Maria Bijóias

Título: Aprenda a poupar na cozinha

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

786 

Comentários - Aprenda a poupar na cozinha

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios