Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Benefícios do consumo moderado da cerveja na saúde

Benefícios do consumo moderado da cerveja na saúde

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Benefícios do consumo moderado da cerveja na saúde

Água, lúpulo, malte de cevada e levedura constituem os quatro principais ingredientes de uma das bebidas mais apreciadas no mundo inteiro. Ao contrário do que se veiculava até há algum tempo, estudos recentes vieram demonstrar que, bebida com contenção, a cerveja faz parte de um dieta equilibrada. Efetivamente, a cerveja, à semelhança do vinho, contém um grande número de componentes, que incluem antioxidantes e vitaminas, provenientes dos cereais que lhe dão origem, e que são benéficos para a saúde.

O consumo moderado de cerveja é passível de proteger contra as doenças cardiovasculares (enfartes do miocárdio e alguns tipos de AVC). Calcula-se que a ingestão de 30g de álcool por dia reduza em cerca de 25 por cento o risco de patologias coronárias. Este facto encontra explicação no aumento do bom colesterol e na redução do aparecimento de coágulos no sangue quando se ingere álcool, e, por conseguinte, a diminuição do risco de moléstias. Há que realçar que o consumo em excesso não vai fazer subir desmesuradamente o bom colesterol; pelo contrário, além de diversos problemas noutros sistemas do organismo, a ingestão exagerada vê o efeito anulado.

Outras investigações permitiram concluir que a cerveja tem a dita de, bebida de forma regrada, ajudar a proteger contra a formação de pedra na vesícula, osteoporose, diabetes, úlceras e cancro do estômago e vários tipos de cancro, descalcificação óssea, entre outros. Em acréscimo, e dado que possui 93 por vento de água, é um excelente modo de hidratação, mormente depois da prática de exercício físico (os açúcares, sais e gás que encerra ajudam o organismo a absorver os fluidos de maneira mais célere do que a água).

A cerveja apresenta ainda um elevado teor de potássio (que previne as cãibras), é uma fonte de fibra solúvel (que auxiliam a função intestinal, encurtam o tempo de digestão e absorção dos alimentos e reduzem os índices do mau colesterol, afastando enfermidades coronárias), tem uma ação diurética e anti-inflamatória, é rica em vitaminas do complexo B (sendo que a vitamina B2 - ou riboflavina - interfere no crescimento da pele, das unhas e do cabelo, para além de atuar como cicatrizante, a vitamina B6 confere especial proteção contra patologias cardiovasculares e a vitamina B12 produz serotonina a dopamina, responsáveis pela sensação de bem-estar), e pode integrar positivamente uma dieta saudável, pois a sua produção é feita a partir de cereais, como a cevada, o lúpulo, o trigo, o arroz ou o milho.

Pesquisas entretanto efetuadas adiantam que compostos presentes na cerveja, no vinho e no chá são suscetíveis de inibir o desenvolvimento do cancro da mama. Todavia, há que ter em atenção que as cervejas sem álcool contêm bastante mais açúcar na sua composição, o que é um contra para pessoas diabéticas.

Nunca é demais lembrar que em determinadas situações (como em caso de gravidez, condução de veículos ou trabalhos com máquinas, antes de praticar desporto ou perante certo género de medicação) o consumo de bebidas alcoólicas é totalmente desaconselhado e até perigoso.


Maria Bijóias

Título: Benefícios do consumo moderado da cerveja na saúde

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

768 

Imagem por: swanksalot

Comentários - Benefícios do consumo moderado da cerveja na saúde

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: swanksalot

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios