Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > Conhecendo o cachorro e suas raças

Conhecendo o cachorro e suas raças

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Visitas: 15
Comentários: 18
Conhecendo o cachorro e suas raças

Ter um animal em casa, pode ser algo saudável tanto para você como para as crianças. Os cães ajudam a desenvolver as capacidades de autoestima e ensinam as crianças serem responsáveis e compreensivas. No entanto, uma criança e um cão nem sempre têm uma relação amigável. Filhote de cão pode ser muito divertido e simpático, mas exigem muito mais trabalho e disponibilidade, do que um cão adulto. Saiba que terá de gastar muita energia para educá-los, e como são mais frágeis, exigem bastante atenção.

Um dos fatores mais importantes na hora de escolha, é a raça.
As raças aconselháveis: Golden Retriever, Retriever do Labrador e Retriever, que são os de pelo liso. É uma boa escolha para famílias com crianças. Normalmente, são cães muito dóceis, e carinhosos e não têm tendência para serem agressivos, o Beagle geralmente, é um cão que gosta de crianças e de outros cães. Adora interagir com outros e, por isso, são excelentes para brincadeiras e são muito afetuosos, toleram bem o barulho e a confusão, sem ficar irritados.

Já os Dálmatas, por outro lado, além de ser uma celebridade entre as crianças, os dálmatas podem ser grandes companheiros para as brincadeiras. São fáceis de educar e muito protetores. O Springer Spaniel inglês, é bom em temperamentos, está raça distingue-se pela sua capacidade em socializar-se e obedecer, é Inteligente, energético, brincalhão e são cães corajosos, adoram viver com muitas pessoas.

O Mastiff inglês é um excelente cão de guarda, é ideal para a família. A sua paciência, e inteligência tornam-no num companheiro fiel. Raramente ladra e por ser um cão grande e pesado, não é muito dado a grandes correrias.

Nem todos os cães se dão bem com as crianças. Conheça algumas das raças que você deve evitar. Existem cães que são ótimas companhias para adultos ou adolescentes, mas que não são indicados para crianças, já que não gostam de ser tratados de forma bruta ou de serem constantemente provocados. Como em tudo na vida, existem exceções, e a relação entre uma criança e um cão depende muito da educação que tanto a criança como o cão recebem.

As raças Chihuahua são conhecidas pela sua personalidade e lealdade, mas não são recomendáveis para as crianças, por causa do seu tamanho e fragilidade.Por vezes, as crianças podem puxar a cauda, e magoá-los o que pode levá-los a morder para se defender.

O Chow é geralmente, temperamental e tem pouca disposição para brincadeira, apesar do seu ar fofo. São obedientes, mas pouco inteligentes. Pequinês o fato de serem teimosos e ciumentos pode levá-los a terem atitudes mais agressivas. São cães, no geral, que precisam ser treinados para evitar futuros problemas até com outros.

O Yorkshire Terrier, é um cão adorável e fofo, é aconselhado para adolescentes e adultos. Por ser muito pequena e frágil, poderão morder para se defenderem.
No caso do Terrier Tibetano, mais uma vez, o tamanho pode vir a ser um problema. A convivência com esta raça é aconselhável só a crianças com mais de sete anos. Menos do que isso, pode significar alguns perigos, por ser muito frágil e pequeno.


Waldiney Melo

Título: Conhecendo o cachorro e suas raças

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 15

762 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 18 )    recentes

  • SophiaSophia

    21-04-2014 às 18:05:23

    Os cachorros são ótimos educadores das pessoas. Sim, aprendemos muito com eles. Até mesmo, para a cura de depressão, de mágoas, enfim, eles são uns fofos, carinhosos demais!!!

    ¬ Responder
  • tiago

    30-06-2013 às 00:02:46

    boa noite qual é o valor desse pug? quero compra um, manda resposta?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria

    19-10-2012 às 10:16:02

    Conhecer o que já se tem em casa é o primeiro passo, certo amigas!?

    ¬ Responder
  • vanessa

    29-09-2012 às 19:20:03

    Adoro esas cachorro. Onde encontró dele para comprar un desde pez mim. Ele e lindo....

    ¬ Responder
  • miriane carboneramiriane carbonera

    27-06-2012 às 01:39:43

    oi galera meu nome e miriana e tenho na vardade 9 bichos mas na real eu tenho 2 pug eles sao tao fofinho. um bjo galera

    ¬ Responder
  • carolinecaroline

    24-03-2012 às 00:57:14

    Ola eu queria saber quanto custa um cachorro desse !!!

    ¬ Responder
  • gaby

    08-11-2012 às 17:21:40

    1500

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãobertotti

    02-07-2011 às 10:54:49

    @karine
    leve seu cao passear no minimo 30 minutos por dia, isso faz com que ele perca a ansiedade.

    ¬ Responder
  • wesleywesley

    03-06-2011 às 00:01:25

    olá. minha pergunta é a mesma de quase todos que lhes enviaram e-mail rs.gostaria de saber qual é a raça deste cão e se é a mesma raça de um cachorro que está fazendo o maior sucesso numa propaganda de um carro da wolksvagem na tv e qual o valor do mesmo.garto

    ¬ Responder
  • IvâniaIvânia

    28-05-2011 às 02:30:11

    qanto custa um cachorro dessa raça????

    ¬ Responder
  • renatarenata

    21-03-2011 às 19:16:26

    queria saber araça desse cão e quanto qusta

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojoao

    14-12-2010 às 11:46:37

    @ana luisa
    A raça desse cãozinho tao fofo é PUG

    ¬ Responder
  • InêsInês

    24-09-2010 às 12:56:00

    Boa tarde, não posso deixar de discordar. Está comprovado que qualquer cão pode lidar e adorar crianças desde que seja educado para isso(Tenho esse caso em casa!). Da mesma maneira que pode existir um dálmata agressivo, pode haver um pit bull agressivo. A diferença é que o pit bull tem mas força. Verdade é que se o dálmata não for bem educado, causará igualmente estagos.

    ¬ Responder
  • ana luisaana luisa

    21-08-2010 às 17:47:50

    Gostaria de saber a raça do cãozinho da foto desta página , pois estou querendo comprar um. Ele é buldog??

    ¬ Responder
  • vanessavanessa

    03-08-2010 às 16:50:09

    adorei me ajudou muito no meu trabalho obrigado beijos;;;**
    ass vanessa silva gomes de oliveira

    ¬ Responder
  • lilicacoruja

    24-02-2010 às 21:01:45

    quanto mais dou carinho e atençao aos animais mais me afasto do ser humano

    ¬ Responder
  • karinekarine

    14-12-2009 às 21:56:11

    eu tenho um labrador so que ela esta comendo coco de gato o que eu posso fazer com ela. Nao posso desfazer dos gatos por que e da minha vo

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojennyfer

    02-09-2009 às 14:04:24

    Eu qeria saber Quanto Qe custa um cachorro desse

    ¬ Responder

Comentários - Conhecendo o cachorro e suas raças

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: DVD Filmes
Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.\"Rua
Este texto irá falar sobre o filme Ex_Machina, nele podem e vão ocorrer Spoillers, então se ainda não viram o filme, vejam e voltem depois para lê-lo.

Impressões iniciais:

Ponto para o filme. Já que pela sinopse baixei a expectativa ao imaginar que era apenas mais um filme de robôs com complexo de Pinóquio, mas evidentemente que é muito mais que isso.

Desde as primeiras cenas é possível perceber que o filme tem algo de especial, pois não vemos uma cena de abertura com nenhuma perseguição, explosão ou ação sem propósito, típica em filmes hollywoodianos.
Mais um ponto, pois no geral o filme prende mais nos diálogos cerebrais do que na história em si, e isso é impressionante para o primeiro filme, como diretor, de Alex Garland (também roteirista do filme). O filme se mostrou eficiente em criar um ambiente de suspense, em um enredo, aparentemente sem vilões ou perigos, que prende o espectador.

Entrando um pouco no enredo, não é difícil imaginar que tem alguma coisa errada com Nathan Bateman (Oscar Isaac), que é o criador do android Ava (Alicia Vikander), pois ele vive isolado, está trabalhando num projeto de Inteligência Artificial secreto e quando o personagem orelha, Caleb Smith (Domhnall Gleeson), é introduzido no seu ambiente, o espectador fica esperando que em algum momento ele (Nathan) se mostrará como vilão. No entanto isso ocorre de uma forma bastante interessante no filme, logo chegaremos nela.

Falando um pouco da estética do filme, ponto para ele de novo, pois evita a grande cidade (comum nos filmes de FC) como foco e se concentra mais na casa de Nathan, que fica nas montanhas cercadas de florestas e bastante isolado. Logo de cara já é possível perceber que a estética foi pensada para ser lembrada, e não apenas um detalhe no filme. A pesar do ambiente ser isolado era preciso demonstras que os personagens estão em um mundo modernizado, por isso o cineasta opta por ousar na arquitetura da casa de Nathan.

A casa é nesses moldes novos onde a construção se mistura com o ambiente envolta. Usando artifícios como espelhos, muitas paredes de vidro, estruturas de madeira e rochas, dando a impressão de camuflagem para a mesma, coisa que os ambientalistas julgam favorável à natureza. Por dentro se pode ver de forma realista como podem ser as smart-house, não tenho certeza se o termo existe, mas cabe nesse exemplo. As paredes internas são cobertas com fibra ótica e trocam de cor, um efeito que além de estético ajuda a criar climas de suspense, pois há momentos onde ocorrem quedas de energia, então fica tudo vermelho e trancado.

O papel de Caleb á ajudar Nathan a testar a IA de AVA, mas com o desenrolar da história Nathan revela que o verdadeiro teste está em saber se Ava é capaz de “usar”, ou “se aproveitar” de Caleb, que se demonstra ser uma pessoa boa.

Caleb é o típico nerd introvertido, programador, sem amigos, sem família e sem namorada. Nathan também representa a evolução do nerd. O nerd nos dias de hoje. Por fora o cara é careca, barbudão com uns traços orientais (traços indianos, pois a Índia também fica no Oriente), bebê bastante e ao mesmo tempo malha e mantém uma dieta saudável pra compensar. E por dentro é um gênio da programação que criou, o google, o BlueBook, que é um sistema de busca muito eficiente.

Destaque para um diálogo sobre o BlueBook, onde Nathan fala para Caleb:
“Sabe, meus concorrentes estavam tão obcecados em sugar e ganhar dinheiro por meio de compras e mídia social. Achavam que ferramenta de pesquisa mapeava O QUE as pessoas pensavam. Mas na verdade eles eram um mapa de COMO as pessoas pensavam”.

Impulso. Resposta. Fluido. Imperfeição. Padronização. Caótico.

A questão filosófica vai além disso esbarrando no conceito de “vontade de potência”, de Nietzche, mas sobre isso não irei falar aqui, pois já há textos muito bons por aí.

Tem outra coisa que o filme me lembrou, que eu não sei se é referência ou se foi ocasional, mas o local onde Ava está presa e a forma como ela fica deitada num divã, e questiona se Caleb a observa por detrás das câmeras, lembra o filme “A pele que habito” de Almodóvar, um outro filme excelente que algum dia falarei por aqui.

Talvez seja uma versão “O endoesqueleto de metal e silicone que habito”, ou “O cérebro positrônico azul que habito”, mesmo assim não podia deixar de citar a cena por que é muito interessante.

Pesquisar mais textos:

Jhon Erik Voese

Título:Ex-Machina e a máxima: cuidado ao mexer com os robôs.

Autor:Jhon Erik Voese(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Suassuna 11-09-2015 às 02:03:47

    Gostei do texto, irei conferir o filme.

    ¬ Responder
  • Jhon Erik VoeseJhon Erik Voese

    15-09-2015 às 15:51:02

    Que bom, obrigado! Espero que goste do filme também!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios