Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Alimente-se realmente BEM

Alimente-se realmente BEM

Categoria: Alimentação
Visitas: 6
Comentários: 1
Alimente-se realmente BEM

A preocupação com a alimentação deveria ser algo a figurar na tabela de prioridades de toda a gente. Na verdade, os médicos dizem que «somos o que comemos», mas já antes disso o povo afirmava que «pela boca morre o peixe», o que, na prática, vem a dar no mesmo.

Efectivamente, a má alimentação constitui um problema de saúde que, pelo seu carácter progressivo e cumulativo, com resultados não imediatos, se vai protelando ad eternum, na esperança de que, de repente, os valores de colesterol, glicemia, triglicéridos e outros indicadores menos favoráveis se alterem de per si. Obviamente que, a ter-se uma surpresa, ela prender-se-á com o aumento destes indícios…!

Não obstante, os padecimentos decorrentes de erros alimentares não são uma inevitabilidade. Existem pequenos truques para “fintar” hipotéticas enfermidades. Seguem-se algumas dicas:

- Coma várias vezes ao dia, para evitar empanturrar-se nas poucas refeições que habitualmente faz.

- Alimentos fritos, petiscos e outras “incarnações” de gordura e sal devem ser postos de lado. Declare guerra ao croquete e ao rissol!

- É sensato optar por comidas menos calóricas: carnes magras, peixes escamudos, leite e iogurtes.

- As ervas aromáticas podem dispensar o uso de ketchup, mostarda, maionese, e outros molhos similares.

- Fazendo as refeições a horas certas, educa o seu ritmo biológico e deixa de ter desculpa para andar a debicar o dia todo.

- Comer devagar, mastigando bem, conferir-lhe-á uma sensação de maior saciedade.

- É importante para o bom funcionamento dos intestinos ingerir fibras em quantidade suficiente. Além do mais, elas não possuem valor nutritivo, não são absorvidas pelo organismo e, portanto, não engordam.

- Os alimentos dietéticos não são isentos de açúcares nem gorduras, pelo que devem ser usados com moderação. Sempre que possível, devem escolher-se os naturais.

- As virtudes das frutas são inquestionáveis, e elas constituem a melhor opção para refeições intermediárias.

- As torradas, enquanto apenas pão desidratado, têm o mesmo valor calórico do pão fresco, ou seja, com a água.

- Os cereais integrais são ricos em fibras e outros micronutrientes, tais como as vitaminas, razão pela qual devem ser preferidos.

- Modere o consumo de adoçantes e destilados.

- Prefira os cozidos e grelhados aos fritos.

- O óleo de girassol é melhor, do ponto de vista alimentar, do que o de soja.

- Ingira bastante líquidos ao longo do dia (água, sumos naturais). Ainda assim, não deixe de comer fruta à peça.

- Não beba muito enquanto come. Ficará com a sensação de barriga inchada.

- Os frutos secos contêm proporção superior de açúcares, relativamente aos secos.

Depois deste menu de saúde, resta somente desejar BOM APETITE!


Maria Bijóias

Título: Alimente-se realmente BEM

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

632 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoGuida

    21-05-2009 às 11:33:19

    Maria poderias escrever sobre " Vegetarianismo" - obrigado

    ¬ Responder

Comentários - Alimente-se realmente BEM

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios